Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Na sua opinião, qual formato de rádio deverá passar por uma maior expansão no número de rádios no mercado brasileiro em 2020?

Enquete

Quinta-Feira, 29 de Maio de 2014 @

Rádio Híbrido?

Nova tecnologia a vista e tem rádio brasileira em processo de preparação para essa novidade.

Publicidade

O rádio híbrido nada mais é do que a sintonia da emissora feita pelo receptor FM interno do telefone celular sem perder a conexão de retorno pelo streaming da operadora. Para isto instala-se um aplicativo no telefone celular “app” no caso dos Estados Unidos foi disponibilizado o app Next Radio, com acordo com a operadora, lá nos EUA com a Sprint.

É necessário este acordo pois a operadora “abre mão” do download de conexão do áudio e “compensa” estes dados perdidos na recepção do celular pela antena com o aplicativo interativo de retorno como compras, opções de pesquisa etc.

Aqui no Brasil ainda não temos um operacional completo deste tipo de conexão. Na verdade, o que as emissoras brasileiras e mundiais vem mergulhando neste cenário sem o modelo do radio essencialmente híbrido.

A “Hot 107 FM 107.7 de Lençois Paulista (São Paulo)” vem se preparando cristalizando-se como uma das recordistas de acesso via web, o que é fundamental no processo de memorização e decisão do “ouvinte – usuário” dos serviços oferecidos. As opções de tecnologia vem sendo aplicadas na emissora com um investimento nas melhores alternativas de qualidade e sensibilização do seu cliente, com alta taxa de retorno e memorização aferidas pela média elevada de retenção da conexão dos acessos via IP.

Compartilhamos algumas informações do especialista José Cláudio Barbedo – O Formiga – muito conhecido no meio que em sua palestra na Sociedade de Engenharia de Televisão – SET, afirmou entre outras:

“Estamos vivendo uma era onde a juventude não ouve rádio convencional. Falando de Estados Unidos, hoje o consumo de música têm sido feito por Streaming”, começou Barbedo. À seguir, o especialista apresentou os serviços mais populares de rádio por streaming no país, como Pandora, Spotfy e iRadio, da apple. “O problema é que isso não é rádio, é um toca discos na Cloud. Não tem notícias, não tem serviços, não é rádio”, provocou.

Em seguida, o palestrante mostrou o (mal) funcionamento dos serviços de rádio por streaming. Devido a precariedade das bandas largas móveis no país, fica quase impossível conseguir sintonizar uma rádio via internet em um smartphone, por exemplo.

Somando-se à esta dificuldade, o palestrante trouxe dados que revelam que a maioria das associações de broadcasters ao redor do mundo, tem usado força política para fazer fabricantes de dispositivos embarcarem chipsets de FM em seus aparelhos. “O motivo disso é as desvantagens do rádio por streaming: o consumo abusivo de banda e bateria”.

Finalmente Barbedo apresentou uma novidade em termos de interatividade chamada NextRadio. “Trata-se de um serviço de aplicativo que sintoniza rádio via FM e permite exibir conteúdo enriquecido e trazer todo tipo de interatividade por meio do pacote de dados do SmartPhone”, explicou.

Informações sobre a música que está tocando, interação com promoções, com anunciantes e integração com outros apps, como google maps, podem ser possíveis dentro do NextRadio. “Hoje 81% dos Smartphones que possuem chipset FM já usam NextRadio nos EUA”, afirmou. Além das vantagens óbvias, receber rádio por RF faz a bateria do celular três vezes mais sem delay e sem bufffer.

“Estamos de frente de algo que é uma solução maravilhosa para interatividade do rádio” e concluiu “Não gosto do termo ‘Radio Híbrido’ para definir o serviço, prefiro chamá-lo de ‘Primeira Tela do Rádio’”

E concluímos com a lista dos equipamentos celulares que tem condições de receber o FM pelo AR, neste caso dos EUA NextRadio, http://nextradioapp.com/supported-devices/

(c) fonte SET – REVISTA

Tags: rádio híbrido, tecnologia, operadora, celular

Compartilhe!

Colunista
Eduardo Cappia

José Eduardo Marti Cappia - Graduação 1979 pela Universidade de Mogi das Cruzes. Engenheiro Eletricista com habilitação em: Eletrônica e Eletrotécnica. Consultor Técnico propagação – Sistemas Antenas FM Shively Labs. Diretor de Radio SET; Liderança Técnica AESP – desde 2011 e Diretor da Empresa EMC Diretor da Empresa EMC – SOLUÇÃO EM TELECOMUNICAÇÕES deste 1991. .



Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.