Quinta-Feira, 23 de Março de 2017 @ 13:07

Transmissão em FM já é realidade para 40 emissoras catarinenses

Florianópolis – Estado já está próximo de fechar primeiro lote da migração

Publicidade
Santa Catarina está muito próximo de finalizar o primeiro lote da Migração do AM-FM. Somando as emissoras que foram autorizadas a migrar, com as que já operam em Frequência Modulada, o estado totaliza 40 rádios para as quais o FM já é realidade. Após o mutirão realizado na última sexta-feira (17) pelo Ministério de Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações, o estado reúne 29 emissoras autorizadas a migrar – com os boletos pagos, temos aditivos assinados, elaborando os projetos técnicos e solicitando as devidas autorizações da ANATEL. 
 
adstexto
 
Outras 11 emissoras já estão operando em FM, algumas delas completaram o prazo de seis meses de simulcasting.  Mais de 50 rádios precisarão aguardar o desligamento da TV analógica – e a liberação dos canais 5 e 6 (de 76 FM a 87 FM) – para poder migrar no FM estendido.
 
Em Florianópolis, Blumenau e Joinville o desligamento da TV analógica já tem data definida; na capital a previsão é 31 de janeiro de 2018. Durante a visita que fez ao estado, o ministro Gilberto Kassab destacou que “em Santa Catarina caminhamos com bastante agilidade para que ainda este ano, ou no início do ano que vem, a gente possa concluir todos os processos”, sinalizando que as autorizações das emissoras que vão para o dial estendido poderão ser adiantadas para esperar apenas o desligamento do sinal analógico de TV.
 
Com informações da ACAERT

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista, jornalista e é formado em Direito, com pós graduação em Direito Trabalhista e Tributário. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.

https://www.tudoradio.com/noticias/ver/17161-transmissao-em-fm-ja-e-realidade-para-40-emissoras-catarinenses