Quarta-Feira, 04 de Outubro de 2006 @ 00:00

Santa Clara cria campanha sem sentido para 89 FM

São Paulo - Uma ação publicitária um tanto ousada. A 89 FM pretende estar entre as três mais ouvidas no fim deste ano e busca a liderança em 2007. Emissora também divulga novo logotipo
Publicidade
A 89 não toca mais só rock. E quem não gostou que se foda". Com textos de impacto como esses a Santa Clara anuncia o novo posicionamento da rádio 89FM, que desde o mês de julho deste ano diversificou seu perfil musical de forma a atrair o público de 15 a 29 anos. A ação já está estampada em outdoors da cidade de São Paulo e deve estar presente em revistas, jornais, televisão e internet a partir da semana que vem. O mote utilizado é "Primeiro na 89", que procura reafirmar o caráter da emissora como lançadora de artistas e tendências musicais. O investimento na iniciativa, veiculada até o fim do ano, é de R$ 1 milhão.

Para desenvolver a campanha, a equipe de criadores se inspirou no "poder da bobagem". Para cada veículo foi criado um anúncio diferente, que brinca com as características dos diferentes públicos. Na peça que será publicada na revista Capricho, da Editora Abril, voltada para meninas adolescentes, o título diz: "Não adianta creminho. Suas espinhas só sairão depois da adolescência". Enquanto a assinatura revela: "Anúncio com dica sincera. Primeiro na 89". Segundo Fernando Campos, diretor de criação da campanha, a intenção é "enfiar o pé na jaca" e incorporar a atitude do público jovem, tratando a comunicação de maneira despojada.

O primeiro filme de 30 segundos, de uma série composta por três peças, que deve ir ao ar a partir de quinta-feira, dia 12, também abusa de imagens non sense. O roteiro não é linear e uma cena não tem nenhuma relação com a outra. No fim, a locução avisa: "Filme que não faz nenhum sentido. Primeiro na 89". Esses filmes serão disponibilizados também na internet, de forma a transformá-los em peças de marketing viral. A criação é de André Godoi, Fernando Campos, Kika Botto, Mariana Borga e Vico Benevides.

Toda essa estratégia tem o propósito de anunciar o novo posicionamento da emissora. Conhecida como a "Rádio Rock" desde que foi fundada, em 1986, a emissora optou em meados deste ano por alcançar um público maior e mais eclético. Estilos como pop, black e reggae passaram a dividir espaço com o rock na programação. "As pessoas não estão mais presas a tribos. Todo mundo quer mesmo é experimentar diferentes estilos", diz Wagner Rocha, diretor artístico da rádio.

O objetivo da 89FM é estar entre as três rádios mais ouvidas até o fim deste ano e ser a líder de audiência em dezembro de 2007. Para isso, investirá também em festas diversificadas para sua audiência. "Serão eventos loucos. O primeiro deles será algo fúnebre e humorístico, mas não posso dar mais detalhes", finaliza Campos, da Santa Clara.





Fonte: Meio&Mensagem (Felipe Maia) - 04/10/2006
[email protected]

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.

https://www.tudoradio.com/noticias/ver/195-santa-clara-cria-campanha-sem-sentido-para-89-fm