Segunda-Feira, 04 de Março de 2019 @ 07:46

Levantamento: Migração AM-FM segue evoluindo no FM convencional e atinge capitais no final de fevereiro

São Paulo - Teresina e Maceió foram duas capitais que passaram a contar com novas FMs vindas da faixa AM

Publicidade

O tudoradio.com continua mapeando o andamento do processo de migração AM-FM no país. Segundo o levantamento realizado pelo Dials AM/FM do portal, já são 553 novas FMs mapeadas, ou seja, rádios vindas da faixa AM que já tem suas coberturas em FM conhecidas. No final de fevereiro o processo também rendeu novidades à duas capitais nordestinas: Teresina (PI) e Maceió (AL) estão com novas FMs em seus espectros. Acompanhe:

adstexto 

Em Maceió, a tradicional Rádio Gazeta AM 1260 iniciou a sua operação em formato experimental na faixa FM, situação percebida na última semana do mês de fevereiro. A estação passou a ser sintonizada em 98.3 FM, onde operará como classe A4 (saiba mais sobre o porte das FMs). 

Há uma curiosidade no mercado alagoano sobre a manutenção do nome Rádio Gazeta na faixa FM, marca tradicional da AM por sua programação esportiva, popular e de jornalismo local. O grupo responsável pela migrante já conta com a Gazeta FM 94.1, outra estação tradicional em Maceió e que possui um formato de programação popular/hits.

Já em Teresina, mais uma migrante AM-FM. Conforme detalhado pelo tudoradio.com na semana passada, a Top FM 90.9 iniciou a sua transmissão em formato experimental, estação fruto do processo de migração da 700 AM. Na faixa AM a emissora atuava como afiliada da Rádio Globo e no FM terá uma grade de formato popular/hits concebida em parceria com a Clube FM 105.5 de Brasília (DF). 

Teresina é uma das capitais com a migração AM-FM em processo mais avançado. Além da futura Top FM, a Grande Teresina já conta com as seguintes migrantes ativas em FM: Rádio Pioneira FM 88.7 (popular/jornalismo), Cocais FM 89.5 (adulto-contemporâneo), Jornal Meio Norte FM 90.3 (jornalismo), Rádio Mix FM 91.5 (jovem/hits - em expectativa) e CBN FM 97.5 (jornalismo). Migrantes AM-FM de cidades vizinhas como Timon e Altos participam dessa lista.

Recomendamos:
> Em enquete, 49% acham importante que a migração AM-FM evite o uso do FM estendido 
> "Segundo adjacente" abre mais canais entre 88.1 FM e 107.9 FM em capitais e no interior da região Sul  

Outra migrante AM-FM que passou a ficar ativa na semana passada foi a Rádio Jornal FM 98.9 de Iguatu, no interior do Ceará.

Todas essas mudanças diárias são acompanhadas e listadas pelo Mapa da Atualização do tudoradio.com.

Já a lista completa de migrantes AM-FM ativas e mapeadas pelo portal no país está disponível aqui!

O levantamento 

O número é relacionado ao levantamento feito pelo tudoradio.com nos dials AM/FM no portal, ou seja, são 553 migrantes AM-FM que tem a sua cobertura em FM já mapeada pela equipe do portal (até o fechamento desta matéria). 

O levantamento completo (inclusive o número de migrantes por estado) pode ser acompanhado aqui. A atualização é diária.

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é empresario, jornalista e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 17 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como consultor nas áreas artística e digital.

https://www.tudoradio.com/noticias/ver/21204-levantamento-migracao-am-fm-segue-evoluindo-no-fm-convencional-e-atinge-capitais-no-final-de-fevereiro