Quinta-Feira, 17 de Junho de 2021 @ 15:14

Presidente da ACAERT, Silvano Silva, apresenta “Mensagem Anual do Segmento da Comunicação catarinense” aos deputados catarinenses

Florianópolis – Documento destacou atuação da radiodifusão durante pandemia do coronavírus em todo o estado

Publicidade

O presidente da Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACAERT), Silvano Silva, participou de uma sessão na Assembleia Legislativa de Santa Catarina e expôs aos deputados a “Mensagem Anual do Segmento da Comunicação catarinense”. Nela, o radiodifusor ressaltou a importância da radiodifusão durante a pandemia do coronavírus. A sessão ordinária, que foi realizada no formato híbrido, com deputados participando de forma presencial e online, foi presidida pelo 1º vice-presidente da Alesc, deputado Nilso Berlanda.

adstexto

A sessão também contou com a presença do presidente da Assembleia, deputado Mauro de Nadal e do secretário de Comunicação de Santa Catarina, jornalista João Cavalazzi.  Em sua participação, Silvano Silva afirmou que a radiodifusão foi um dos setores mais atingidos pela pandemia, com uma perda média de 30% do faturamento das emissoras. “Fomos obrigados a nos reinventar da noite para o dia” e “obrigados a enxugar custos e aumentar a eficiência, assim como os demais setores empresarias”, ressaltou.

Ainda em seu discurso, o radiodifusor lembrou a perda de amigos e profissionais do segmento em decorrência da doença, como foi o caso de Rogério Pereira, conhecido como “Pirata”, importante liderança empresarial e política de São Joaquim. “Assim como médicos, bombeiros, enfermeiros, caixas de supermercado, policiais e tantas outras atividades essenciais, continuamos na rua levando a informação para quem estava em casa, ajudando a combater não só o vírus da covid-19, mas também o vírus da fake news, que se propagou assustadoramente”, comentou Silvano.

Entre as ações realizadas pela ACAERT, Silvano destacou a adaptação das campanhas institucionais para ajudar no enfrentamento da pandemia. Ele citou, por exemplo, ações como “Jeito Catarinense”, “Não pague o pato, confie em quem apura o fato” e “Pense Grande, Pense Rádio e Pense TV”.

Outro assunto importante que foi destacado por Silvano foi a audiência das emissoras que, segundo ele, alcançou recordes históricos. “Entre os ouvintes, 17% afirmaram ouvir muito mais rádio após o início da pandemia. Já a tv comemora a maior média de audiência dos últimos 5 anos, servindo não só como fonte de informação, mas de entretenimento”, explicou.

O aniversário de 40 anos da ACAERT também foi lembrado durante o discurso. “Não foi uma comemoração com a nossa entidade merecia, mas foi a celebração possível em tempos de pandemia. Marcamos a data com a publicação de um livro histórico, que foi enviado os gabinetes de todos os deputados”, lembrou o presidente da ACAERT.

A ACAERT conta com convênio com a Alesc para a divulgação dos trabalhos do parlamento catarinense. “Um convênio que já tinha função estratégica no passado, mas passou a ser fundamental em tempos pandêmicos. Nesse contexto, nada melhor do que continuar prestando contas das ações desta casa por meio dos veículos que chegam a todos os catarinenses, ou seja, o rádio e a TV”, explicou.

De acordo com Silvano Silva, “é imprescindível lembrar que a ‘publicidade dos atos do poder público’ é uma obrigação legal, amparada pelo artigo 37 da constituição federal, e que o rádio e a tv são os melhores veículos para dar abrangência e publicidade aos atos públicos”, ressaltou.

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista, jornalista e é formado em Direito, com pós graduação em Direito Trabalhista e Tributário. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.

https://www.tudoradio.com/noticias/ver/25586-presidente-da-acaert-silvano-silva-apresenta-mensagem-anual-do-segmento-da-comunicacao-catarinense-aos-deputados-catarinenses