Quarta-Feira, 22 de Dezembro de 2021 @ 13:07

Em comemoração aos 100 anos do primeiro rádio automotivo, Chevrolet relembra evolução do sistema de áudio

São Paulo - A montadora americana relembra as inovações relacionadas ao entretenimento a bordo com um retrospecto sobre os avanços da tecnologia

Publicidade

A Chevrolet foi a primeira marca de automóvel a apresentar um veículo equipado com rádio de fábrica. Para celebrar o marco, a montadora americana relembra as inovações relacionadas ao entretenimento a bordo com um retrospecto sobre os avanços da tecnologia. Vale lembrar que o multimídia dos carros é um grande aliado do meio rádio e, conforme já noticiado anterormente pelo tudoradio.com, a maioria dos compradores de veiculos desejam a disponibilidade do rádio FM nesses sistemas.

adstexto

No ano em que a Chevrolet completou seu centenário do primeiro rádio automotivo, a montadora americana promoveu um retrospecto relacionado aos avanços do seu sistema de áudio automotivo. A primeira marca de automóvel a apresentar um veículo equipado com rádio de fábrica foi a Chevrolet, em 1922, nos Estados Unidos. Do rádio AM ao streaming, a Chevrolet promoveu diversas inovações relacionadas ao entretenimento a bordo ao longo destes 100 anos.

Tudo começou nos anos 20, quando o sistema de áudio do veículo era bastante básico e o usuário dispunha apenas do rádio AM. Foi apenas no início dos anos 30 que o rádio para automóveis começou a ser produzido em massa, porém o produto continuava custando relativamente caro para o consumidor.

Já a partir dos anos 50 os aparelhos começaram a trazer novidades, com a inclusão dos botões para a seleção de estações de rádio e a opção para a transmissão em FM. O grande salto foi dado com o surgimento dos primeiros rádios automotivos totalmente transistorizados na década seguinte, assim como o sistema de som estéreo, que reduziram o tamanho dos rádios e melhoraram a qualidade acústica.

As evoluções seguiram e, nos anos 70, o Opala passou a oferecer o toca-fitas. Outra evolução marcante da qualidade sonora veio com o toca-CDs, que dominaram nas décadas de 1990 e 2000.

Se a era dos CDs até então surgiram como uma grande inovação, outra opção passou a ser oferecida com o surgimento dos rádios com entrada MP3, sendo mais tarde acompanhada do reconhecimento de mídia via Bluetooth. Também foi a partir dessa época que a recepção de rádio FM foi aprimorada nos veiculos, inclusive com a evolução da disponibilidade do RDS (Radio Data System), que envia mensagens de texto da emissora sintonizada ao display dos receptores. Os multimídias da GM sempre foram referências nesse quesito.

Curiosidade: RDS das emissoras podem ampliar o engajamento da audiência com a mensagem publicitária


Evolução do rádio automotivo em 100 anos / Crédito: GM/Divulgação

Já no início dos anos 2010, ocorreu a popularização das centrais multimídia com tela grande e colorida no centro do painel. No Brasil, um dos modelos que difundiram esse recurso foi o Chevrolet Onix de primeira geração, lançado em 2012 com a central multimídia MyLink. Anos depois, o próximo nível de conectividade veio com a chegada dos sistemas Android Auto e Apple CarPlay.

Em 2015, o sistema de concierge OnStar passou a se fazer presente e trouxe mais 20 serviços, entre eles o de resposta automática em caso de acidente e o auxílio na recuperação em caso de roubo do veículo. Hoje o OnStar já está disponível para toda a nova linha de produtos da marca. O recurso foi aperfeiçoado, sendo que em 2019 o serviço OnStar passou a ser integrado com a tecnologia de internet 4G, oferecendo o serviço de Wi-Fi nativo a bordo nos principais lançamentos da Chevrolet.

Seguindo atualizando as tendências do mercado, a montadora deve estrear em 2022 os aplicativos Spotify e Alexa no sistema multimídia MyLink do novo Equinox. Com o serviço de streaming de áudio Spotify nativo, será possível escolher músicas, notícias e podcasts pelo próprio MyLink, sem precisar usar o pacote de dados pessoais do telefone. Também segue em destaque o aperfeiçoamento do rádio FM, onde em alguns países já há uma integração entre os mundos on e offline, através do "rádio híbrido". A própria GM já realizou alguns testes que envolvem dados de internet e a recepção de emissoras de rádio.

Quase 90% dos compradores de automóveis querem um receptor de rádio como equipamento padrão

Veja também:
Opções de mídia se multiplicam nos carros, mas rádio mantém sua hegemonia
Mais ecológico, rádio digital cresce na Alemanha e é consumido por mais 60% das famílias
Canadá: Rádio AM/FM retoma em 2021 o nível de liderança nos carros que era observado em 2019
Rádio híbrido avança em automóveis com parceria entre a Xperi e a Daimler
Parceria entre Audi e iHeartRadio pode impulsionar o rádio híbrido na América do Norte

Com informações do portal Terra

Teste
Redação tudoradio.com O material publicado nesta página é assinado por toda a redação do tudoradio.com, representando a apuração realizada por toda a equipe e/ou um editorial de assinatura do portal.
https://www.tudoradio.com/noticias/ver/26617-em-comemoracao-aos-100-anos-do-primeiro-radio-automotivo-chevrolet-relembra-evolucao-do-sistema-de-audio