Segunda-Feira, 06 de Agosto de 2018 @ 13:07

Acordo entre emissoras migrantes garante canais no "dial convencional" em Belém

Belém – Seis migrantes AM-FM concordaram na redução de potência para serem abrigadas entre as frequências 88.1 a 107.9 FM

Publicidade

As seis emissoras de rádio de Belém que solicitaram a migração do AM para o FM terão um canal para a mudança de frequência no chamado “dial convencional”, que vai de 88.1 a 107.9 FM. Após uma reunião na semana passada entre representantes das emissoras e o diretor de Rádio da ABERT, André Cintra, um acordo garantiu a diminuição de potência e uso do canal segundo adjacente para que as rádios migrem.

adstexto

“Só foi possível fazer a migração na cidade porque algumas emissoras cederam em relação à diminuição de potência e, duas delas aceitaram utilizar o segundo adjacente no mesmo ponto de instalação, atendendo à regulamentação atual”, afirma Cintra.

O diretor da ABERT lembrou que, de acordo com as regras, a migração do AM para o FM só pode acontecer se todas as emissoras da cidade puderem migrar. “Se não houvesse esse acordo entre as emissoras, a migração seria inviável em Belém”, ressalta. A ANATEL deverá incluir na próxima consulta pública os canais para a adaptação das outorgas de rádio AM de Belém.

Vale ressaltar que o dial de Belém teve várias novidades nos últimos meses. O dial da capital paraense teve a estreia da CBN FM 102.3, que substituiu a rede Jovem Pan FM. Além disso, houve o encerramento da programação da Lib Music FM 90.5. A expectativa é que a frequência abrigue a programação da FM O Dia FM 100.5 do Rio de Janeiro.

Com informações da ABERT

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista e jornalista e é formado em Direito. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (interior de São Paulo) e trabalhou como locutor em outra retransmissora da Band FM e na Interativa de Avaré. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.

https://www.tudoradio.com/noticias/ver/20068-acordo-entre-emissoras-migrantes-garante-canais-no-dial-convencional-em-belem