Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

O processo de migração AM-FM está avançando e ocupando mais espaços no FM convencional (88.1 FM a 107.9 FM). Isso é…

Enquete

Sexta-Feira, 12 de Janeiro de 2018 @

O ano começou e a grande questão para os radialistas é: Como será o meio em 2018?

O que hoje é exceção, amanhã irá se tornar moda, ou melhor, regra. Ou apostam, acreditam e ousam, ou fecham as portas. E ponto.

Publicidade

Depois de uma crise que afetou centenas de profissionais, mudanças, cortes, diminuição de equipes, o cenário que se imagina não é dos melhores. Mesmo com toda a história da migração (ainda lenta, diga-se de passagem) as perspectivas são de tempos difíceis.

Temos visto rádios pequenas se "apequenarem" ainda mais, emissoras médias estagnadas e enxugando tudo e os grandes grupos literalmente "se segurando". Porém essa "corda bamba", essa fase ruim está trazendo um ponto extremamente negativo que é a diminuição da criatividade e consequentemente podando o talento que existia ou estaria por vir. Aliada aos problemas econômicos, o medo com os rumos que tomarão nossa política e economia, a onda agora é cortar tudo. O que é mais fácil fazer, será feito, o que é mais prático, também, o que custa menos, sem dúvida. Volte 3 frases acima e entenda as consequências.

Não é a primeira vez que cito em uma de minhas colunas aqui no TR que infelizmente as rádios brasileiras (com raras exceções) vem descendo a ladeira e pecando justamente onde jamais poderiam. Os profissionais diferenciados, a criação, a modernidade e inovação, tudo isso vem sendo preterido num número expressivo de emissoras.

A essa altura você deve estar falando para si como eu estou sendo negativo e pessimista...ou realista, ou algo mais. Não sou o dono da verdade (nem pretendo ser), mas a realidade é que precisamos enxergar os horizontes mais favoráveis e trabalhar para que eles apareçam. Já passamos por outras crises no país, muitas até piores que esta. E sempre passamos por elas.

Esta não será diferente. Por isso eu vejo muitos erros em todo esse cenário que as empresas sugerem para nós radialistas. Temos uma mania aqui no Brasil, em qualquer setor, de querer sempre ter o mesmo ou maior lucro. Os empresários não pensam em diminuir seus ganhos em alguns períodos complicados, pois precisam manter seu padrão e seus gráficos de crescimento e lucro. Que se danem os funcionários. Se necessário mandam alguns embora e seguem em frente, com a ganância peculiar. No rádio não é diferente.

Porém, há exceções. Ainda temos grupos e empresas que tem políticas de manter suas equipes, desenvolver suas programações, buscar inovar e crescer no talento.

O que hoje é exceção, amanhã irá se tornar moda, ou melhor, regra. Ou apostam, acreditam e ousam, ou fecham as portas. E ponto.

E é neste cenário que vejo 2018, onde todos irão sentir essas necessidades emergirem e o meio radiofônico terá mais uma de suas redenções, com modernidade, determinação e otimismo.

E você que busca um espaço no rádio, que deseja ser um profissional de destaque deve acreditar nisso. Vamos juntos fazer uma corrente de pensamentos e atitudes para que o país mude e o meio rádio tenha mais um de seus gloriosos momentos durante os próximos meses.

Para quando chegarmos no ano que vem, nesta mesma época, estejamos comemorando.

Busque ser um melhor profissional, estudando mais, se dedicando, trabalhando com mais foco e determinação. Faremos uma rádio mais vibrante juntos, com certeza.

Feliz Rádio Novo, Feliz 2018! E contem comigo!

Tags:

Compartilhe!

Colunista
Ruy Balla

Ruy foi Diretor Artístico da Rede Transamérica por 10 anos, além de gerenciar rádios de Ribeirão Preto como a Difusora e Clube FM, além da Clip FM de Campinas. Também foi locutor da Jovem Pan de São Paulo, da Transamérica de São Paulo, Difusora FM de Ribeirão Preto, Clube FM de Ribeirão Preto, Rádio Cidade de Portugal, sempre apresentando programas de grande destaque



Mais tudoradio.com

tudoradio.com © 2001 - 2018 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.