Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Na sua opinião, qual formato de rádio deverá passar por uma maior expansão no número de rádios no mercado brasileiro em 2020?

Enquete

Quarta-Feira, 08 de Setembro de 2010 @ 00:00

Catarina Silv?rio

Teste

O Tudo R?dio inova mais uma vez e entrevista a primeira locutora teen do pa?s, Catarina Silv?rio, que junto com o locutor Mauricio Filho est? arrebentando nas tardes da Tupi FM 104.1 com o programa ?Beijo me Liga Gera??o El?trica? no maior mercado radiof?nico da Am?rica Latina. Ela que estreou com a responsabilidade de est? na emissora l?der de audi?ncia a mais de dois anos, fez melhor ainda, atraiu um p?blico at? ent?o explorado apenas pelas emissoras jovens. Essa paulistana de 18 anos com jeito f?cil de comunicar-se e que tem a linguagem do seu p?blico, conseguiu juntar os amantes do segmento e arrebatar uma legi?o de adolescentes at? ent?o desconhecida a adotar a nova cara da m?sica sertaneja.???


Catarina Silv?rio quando surgiu essa paix?o pelo r?dio?

Meus pais s?o? radialistas, ent?o o contato com o meio foi natural desde cedo. Acompanhar de perto o trabalho que eles desenvolveram no r?dio e na TV fez com que me aproximasse e surgisse o interesse pela profiss?o.


Com quantos anos?

? dif?cil especificar porque o r?dio sempre esteve presente na minha vida de alguma forma. Mas eu diria que aos 9, 10 anos, quando morava em Curitiba e meus pais trabalhavam na Capital Play FM, eu pude acompanhar e entender melhor desde a formata??o de uma nova programa??o at? o modo de apresent?-la para o ouvinte.?

Qual foi a sensa??o de falar pela primeira vez em uma r?dio?

Confesso que na minha estr?ia na Tupi FM rolou um frio na barriga (risos), mas a sensa??o ? ?tima, sem d?vida. O Beijo me Liga ? meu primeiro programa ao vivo, mas j? tinha feito outros trabalhos como locutora antes; aos 13 anos apresentei na R?dio 100 FM de Fortaleza especiais de novos cantores, por exemplo, ent?o j? estava acostumada com isso.

Seu talento para o r?dio ? vis?vel. O r?dio foi op??o ou j? era um sonho antigo?

Depois desse trabalho na R?dio 100 FM meu pai me tirou do ar para que eu pudesse me dedicar totalmente aos estudos. N?s fizemos um acordo: se eu passasse no vestibular, poderia voltar ao ar. Passei no vestibular este ano no curso de Direito e a minha estr?ia na Tupi FM de S?o Paulo aconteceu em junho passado. Para mim ? um sonho ser comunicadora dessa nova gera??o, seguindo a profiss?o dos meus pais.

Teve influ?ncias de algu?m?

Sim. Meus pais s?o as minhas maiores influ?ncias, me sinto privilegiada nessa quest?o. Tenho grande admira??o pelo trabalho do meu pai, ele ? o maior comunicador que conhe?o e sem d?vida influencia demais meu trabalho. Tomo minha m?e como refer?ncia feminina no r?dio, ela me ajuda bastante no aperfei?oamento da locu??o. O Nando Moraes, meu padrinho de considera??o, e no r?dio ? um profissional que tamb?m tenho como refer?ncia.

Por ser filha de um dos maiores diretores e conhecedores de r?dio do pa?s, ?nio Roberto Silv?rio, sentiu alguma responsabilidade maior?

Ele me deixou ? vontade quanto ? estr?ia na Tupi FM, mas ? claro que antes me cobrou muito a execu??o de exerc?cios de dic??o e o estudo de cultura geral, principalmente sobre m?sica e carreira de artistas dessa nova gera??o sertaneja (Fernando & Sorocaba, Victor & Leo, Luan Santana, Hugo Pena & Gabriel, Maria Cec?lia & Rodolfo, Jorge & Mateus, Lincon & Luan, Marcos & Belutti etc.)


Seu pai te dar dicas ou pega no seu p??

As duas coisas acontecem no dia-a-dia. Hoje como profissional de comunica??o da r?dio de maior audi?ncia da Am?rica Latina tenho a consci?ncia da minha responsabilidade de desenvolver a pauta do programa Beijo me Liga e apresent?-lo da melhor forma poss?vel.? ? fundamental ter ao lado pessoas experientes e vencedoras para orientar e cobrar caso o trabalho esteja fora do padr?o.

Como ?? o relacionamento profissional entre voc? e seu pai?

Meu pai ?? um vencedor num mercado t?o competitivo como ? o r?dio, tendo a responsabilidade de estar sempre entre os primeiros nas pesquisas mensais de audi?ncia. Ele ? muito ocupado e focado na fun??o de criar conte?dos, orientar comunicadores e motivar a equipe. Assim, sobra menos tempo do que eu gostaria para ?explor?-lo? profissionalmente.?

Gera ci?mes o fato de ser filha do diretor?

No come?o gerou ci?mes, mas ? medida que me dediquei, me impus diante do microfone e fiquei exposta a cobran?as, como todos os funcion?rios da emissora, eles entenderam que eu tamb?m poderia ser um deles e assim, somar para o sucesso de toda a equipe. Nas reuni?es sou cobrada igualmente, n?o tem moleza! E acho isso bom, pois s? serei uma profissional com grandes conquistas se for cobrada e n?o protegida.

Como ?? a responsabilidade de estar em uma emissora que est? quebrando todos os recordes de audi?ncia em S?o Paulo?

N?o me preocupo muito com quebrar recordes, pois j? tem pessoas se responsabilizando por isso dentro da emissora. Preciso me preocupar com a minha fun??o dentro da equipe e com o que posso fazer para colaborar com as pessoas que est?o a mais tempo do que eu na Tupi FM e deram in?cio a esse trabalho vencedor.

De onde surgiu ? ideia de fazer o programa Beijo me Liga Gera??o El?trica?

Gravei v?rios pilotos at? chegar a este formato. Existe uma nova gera??o no segmento sertanejo, que foi valorizada com a nova programa??o da Tupi FM h? dois anos atr?s. Mas com o passar do tempo, a emissora viu que precisava mais do que executar essas m?sicas na programa??o. Precisava ter o ?frescor? de outra linguagem e comunica??o tamb?m para uma nova gera??o de ouvintes e f?s dos artistas que citei antes. O programa Beijo me Liga interage muito com o twitter, essa nova ferramenta da internet, coisa que n?o existia dessa forma na programa??o da emissora.?

Como ?? a participa??o do p?blico adolescente?

A participa??o cresceu muito desde o in?cio do programa. Eles interagem com as perguntas e promo??es dirigidas para essa faixa de p?blico adolescente. Mas o que estamos constatando ? que o outro p?blico da emissora, que vai at? os 60 anos, participa ativamente tamb?m.? Deve ser a curiosidade em saber o que essa nova gera??o est? falando e ouvindo.?
?
Tem um segredo para lidar com esse tipo de p?blico?

? um p?blico exigente e participativo que quer por demais a aten??o. E para entend?-los, a Tupi FM precisou mostrar que al?m de tocar as m?sicas, tamb?m falava a linguagem deles. Acredito que o segredo ? a comunicadora certa para o p?blico certo (risos).

O Beijo me Liga Gera??o El?trica ? um programa que agradou geral. Como foi para compor o formato do programa?

Contou com a experi?ncia e conhecimento do Enio Roberto Silv?rio, diretor da emissora, que pesquisou, analisou o mercado, criando assim os quadros e os formatos do programa. Com o passar do (pouco) tempo foi ajustando-o diariamente.
?
O surgimento de novas duplas sertanejas contribuiu para aproximar o p?blico jovem das r?dios populares?

Evidentemente, sim. As duplas sertanejas vieram com uma nova linguagem e postura em rela??o aos seus antecessores.?

Existe de fato esse divisor entre o sertanejo universit?rio e o tradicional?

Na verdade, tudo ? sertanejo, s? que evoluiu com o passar dos anos. A m?sica Country americana tamb?m sofreu esse processo, chegando at? o Country Rock. Hoje temos no Brasil a m?sica sertaneja mais Pop do que nunca, feita n?o por sertanejos, mas sim por descendentes desses. O r?tulo de sertanejo universit?rio j? est? desgastado, pois n?o corresponde com a realidade. Antes era usado para definir festas universit?rias embaladas por novas duplas sertanejas para mil, duas mil pessoas. Hoje, esta nova gera??o de artistas, faz shows para 70 mil, 80 mil pessoas em m?dia. O Luan Santana, por exemplo, no m?s passado fez um show para 130 mil pessoas no interior de S?o Paulo e com certeza a maioria delas n?o eram universit?rias. O mesmo acontece nos shows de Fernando & Sorocaba, Victor & Leo, Jorge & Mateus etc.


Qual a diferen?a entre os dois segmentos?

O segmento ? o mesmo, o que existe ? atitude na evolu??o da linguagem e produ??o musical. E essa nova gera??o de artistas sertanejos, por incr?vel que pare?a, est? influenciando at? os artistas mais antigos do segmento. Por exemplo, voc? vai poder constatar isso no novo trabalho do Bruno & Marrone, Leonardo e outros.


Voc?? gosta de m?sica sertaneja?

Adoro! E fa?o uma sugest?o: ou?a Madri do Fernando & Sorocaba, Sem me controlar do Marcos & Belutti, Estrela do Hugo Pena & Gabriel, Amo noite e dia do Jorge & Mateus, B?bado e Louco do Lincon & Luan, Tchau Tchau da Maria Cec?lia & Rodolfo, Meteoro do Luan Santana, Chora me Liga do Jo?o Bosco & Vinicius e Fugidinha do Michel Tel?, para ficar apenas em algumas.

Catarina, obrigado pela entrevista, e deixo aqui um espa?o para voc? mandar um recado aos seus admiradores e amigos.

Gostaria de deixar um recado para meus colegas da Tupi FM, com quem tenho aprendido a no??o de trabalho em equipe, ao Dr.? Paulo e Raul Abreu (propriet?rios da rede Mundial), pela oportunidade, aos meus pais pelo apoio incondicional e para todos os ouvintes da Tupi FM, especialmente a galera que ouve o Beijo me Liga! E fica o convite, ou?am de segunda a sexta, das 15 ?s 17 da tarde, Beijo me Liga Gera??o El?trica na Tupi FM S?o Paulo 104,1. Beijo e me liga!
?

Tags: Tupi FM

Compartilhe!

Teste
César Porto

César Porto é jornalista e radialista. Iniciou sua carreira em São Paulo com passagem pela rádio Iguatemi AM da Rede Mundial, entre outras FMs da capital. Atualmente est? na Minas FM 91.5 do Sul de Minas Gerais. Participa da equipe do Tudo Rádio.com desde 2008.



Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.