Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Seja pelo celular, rádio do carro ou receptor tradicional… você já tem algum receptor de rádio com FM estendido (a partir de 76.1 FM)?

Enquete

Terça-Feira, 07 de Junho de 2016 @ 07:47

Kantar Ibope Media aponta que 89% das pessoas escutam rádio em 13 regiões metropolitanas

São Paulo - Marca representa mais de 52 milhões de ouvintes com base no levantamento deste ano

Publicidade
O consumo de rádio por parte da população brasileira segue alto no país em 2016, segundo levantamento realizado pelo Kantar Ibope Media. Assim como em 2015, 89% das pessoas residentes em 13 regiões metropolitanas ouvem rádio, representando mais de 52 milhões de ouvintes. Em média, cada pessoa passa mais de 5 horas por dia ouvindo rádio. Os números são relativos ao primeiro trimestre de 2016 e também mostra a afinidade do público de rádio por região pesquisada. Acompanhe:
 
A média geral do consumo de rádio no Brasil com base nas áreas metropolitanas pesquisadas é de 89% da população pesquisada, representando 5 horas, 1 minuto e 30 segundos de média diária por pessoa. Por região os números são os seguintes: São Paulo (88% - 5h02m30s), Rio de Janeiro (86% - 5h27m41s), Salvador (88% - 4h47m04s), Belo Horizonte (95% - 4h56m26s), Distrito Federal (87% - 4h07m01s), Curitiba (90% - 4h43m44s), Recife (88% - 5h01m01s), Porto Alegre (89% - 4h43m42s), Fortaleza (93% - 5h13m41s), Campinas (87% - 4h28m49s), Goiânia (85% - 5h21m43s), Florianópolis (90% - 4h36m20s) e Vitória (91% - 5h00m44s). Em resumo, o maior alcance do rádio está em Belo Horizonte e o maior tempo médio de consumo ocorre no Rio de Janeiro.
 
O “Book de Rádio” de 2016 também aponta o consumo de rádio por dispositivo, informando que 56% acompanham o meio através de um receptor comum (cerca de 34 milhões de ouvintes), 15% através do celular (seja on-line ou FM - representando mais de 8 milhões de pessoas) e 5% pelo computador (jan-mar/2016 - alcance 2 dias). 
 
E quando o assunto é local, 52% ouvem rádio em casa, 15% no carro, 10% no trabalho e 6% no trajeto (levantamento de outubro a dezembro/2015 - alcance 2 dias)
 
Perfil de programação e musical
 
O levantamento também aponta os “tipos de programas mais ouvidos” entre os ouvintes de rádio nas 13 regiões pesquisadas, referente ao trimestre agosto a setembro de 2015. 94% apontam “Qualquer estilo de música”, ou seja, programação musical corrida. 83% respondem “qualquer estilo de programa não-musical”, 71% noticiários (locais, nacionais ou internacionais), 61% notícias (policiais, trânsito ou tempo), 34% entrevistas / programas falados, 25% para comentários esportivos, 24% para programas religiosos, 23% preferem “esportes ao vivo”, 19% responderam “Programas Humorísticos / Comédias”, “Outros tipos de programas” e também “Conselhos / Opiniões”, 7% para “Moda e Estilo” e 5% “Radionovelas”. Vale lembrar que o público pesquisado pode opinar sobre mais de um estilo de programação.
 
Outro dado importante: 94% das pessoas que acompanham o meio ouvem música no rádio. A partir disso, há um “top 5” de gêneros. São eles: 50% prefere música sertaneja, 46% MPB, 45% Sucesso / As mais pedidas (nacional), 42% para Samba / Pagode e 39% para Sucesso / As mais pedidas (em inglês). 
 
Clique aqui e veja o levantamento do “Book de Rádio” do Kantar Ibope Media referente a 2015.
 
Tags: Rádio, pesquisa, Ibope, audiência, programação

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.