Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Qual o tipo de conteúdo que você prefere consumir no rádio?

Enquete

Segunda-Feira, 14 de Junho de 2010 @

Produção: Talento e Vocação

"Rádio é um jogo. É brincar com fogo. É perigoso! A gente quase sempre queima os dedos. Mas essa é a graça." Pensei nesta frase e realmente ela tem razão.

Publicidade

Uma vez dentro, é  impossível sair.

Um dia li que: "Rádio é um jogo. É brincar com fogo. É perigoso! A gente quase sempre queima os dedos. Mas essa é a graça."

Pensei nesta frase e realmente ela tem razão.

Para quem vive o mundo do rádio, as conversas são cercadas de efeitos de passagem, vinhetas, trilhas, etc... Vicia!

Muitos sabem que, ao se apaixonarem e entrarem neste “meio”, não tem jeito, vão “queimar os dedos”. E vão gostar!

E eu, particularmente, adoro “queimar meus dedos” em sessões de produção de áudio no Sound Forge e Vegas. Descobrir a equalização perfeita da voz, o efeito que dá aquele “toque”, a trilha casada na batida certa...

Eu amo produção!

Amo perder a hora no estúdio de gravação criando a plástica perfeita.

Na época que me interessei por essa área, não existiam faculdades de rádio. O “ofício” era passado de profissional para iniciante. Ou, na maioria dos casos, você podia começar como um autodidata. Muitos começaram assim. Eu posso dizer que tive um bom professor. Ele antes de tudo me ensinou a treinar a audição, a ouvir atentamente cada detalhe de um áudio. Só depois que meu ouvido estava “treinado”, eu parti para a parte prática. E por aí foi... Esse “professor” acabou se tornando meu marido, nos casamos praticamente na rádio, mas isso fica para uma próxima coluna. Agradeço a ele por ensinar a uma “menina” uma profissão tão masculina. Muitas mulheres no rádio raramente se interessam por produção de áudio.

Hoje, as faculdades de todo o Brasil transbordam no mercado alunos recém-formados em rádio. Mas e a paixão, o talento e a vocação? Será que ela continua?

Clarice Lispector diz que: "Vocação é diferente de talento. Pode-se ter vocação e não ter talento, isto é, pode-se ser chamado e não saber como ir."

Por isso digo que para se fazer produção de rádio é preciso ter talento e vocação caminhando juntos.

Fazer a produção de uma rádio é organizar, planejar, criar, administrar e acima de tudo, colocar em prática todos os detalhes necessários para o funcionamento do trabalho artístico. É auxiliar o Diretor artístico na parte de criação. E a função exige tempo e dedicação. De preferência talento e vocação!

Não é fácil trabalhar com a plástica de uma rádio. Muitos fatores influenciam. O segmento da rádio é uma delas. Rádio Jovem, Popular, Gospel, All News... Cada uma tem uma “cara” diferente. Por isso, você precisa saber exatamente o que eu seu público alvo gosta e o que você deseja passar para ele. Rádio não trabalha com imagem, então você precisa passar a emoção através do som, das palavras! Pode parecer fácil, mas bem mais complicado do que se imagina.

Para se produzir uma vinheta ou uma chamada, o seu texto tem que estar condicionado a um ritmo. Você tem que aprender a dominar o tempo: seja ele de 5s, 15s, 30s ou até mesmo 1 minuto. Aí vem a voz, conhecer os seus locutores, o tipo de voz de cada e como trabalhar com cada um deles para tirar a melhor equalização. Com o texto e a voz prontos, é hora de cortar a monotonia e prender a atenção do ouvinte usando todos os recursos disponíveis de sonoplastia para passar o seu recado. É hora de escutar inúmeras trilhas, efeitos, músicas, etc... E tudo isso leva tempo e acima de tudo, dedicação e paciência.

Em minha opinião, a principal função de um produtor é transformar o rádio em um maravilhoso local de criação e de escuta. Um grande celeiro de intermináveis idéias em um maravilhoso mundo de sons, ruídos e música.

Por isso digo: que bom que podemos “queimar nossos dedos” fazendo produção de rádio. E que bom que ainda existem pessoas com grande talento e vocação dispostas a encarar esta profissão tão instigante e acima de tudo tão fascinante que é a Produção de Rádio.

Até a próxima!

See Ya!

Aline Becker

Tags: produção, talento

Compartilhe!

Colunista
Aline Becker

Profissional com passagem pela gravadora Abril Music e produção de eventos no Rio de Janeiro, como Rock In Rio III. Em rádio, já fez trabalhos de promoção, produção executiva e locução para as rádios: Rádio Cidade, Jb Fm e Nossa Rádio no Rio de Janeiro; 98Fm, Rede Oi Fm e Extra Fm em Belo Horizonte; Jovem Pan Fm e Massa Fm em Curitiba. Produziu projetos para o Dance Paradise e Jovem Pan. E atualmente presta consultoria em rádio e novas mídias.



Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.