Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Na sua opinião, qual formato de rádio deverá passar por uma maior expansão no número de rádios no mercado brasileiro em 2020?

Enquete

Segunda-Feira, 08 de Abril de 2013 @

Reestréia da Band FM e bate-papo com Manzano da 94 FM de Bauru

A partir do dia 22 de abril a Band FM retoma os trabalhos em Ribeirão Preto através da futura Band FM 96.7, emissora que irá substituir a BandNews FM no dial local.

Publicidade

Hello Friends! Começando a coluna com a notícia em primeira mão! A partir do dia 22 de abril a Band FM retoma os trabalhos em Ribeirão Preto através da futura Band FM 96.7, emissora que irá substituir a BandNews FM no dial local. A troca de bandeira já foi difundida entre os veículos especializados do meio radiofônico, confirmada por um gestor da FM ribeirão-pretana. Essa mudança de posicionamento marcará o retorno da rede à Ribeirão Preto, já que a marca deixou de contar com uma afiliada que esteve instalada entre 2005 e dezembro passado, a extinta Band FM 90.5 (atual CBN FM 90.5).

 

RAIOS-X DAS RÁDIOS DE RIBEIRÃO PRETO

BAND FM

A equipe da Band já começou a ser definida: Locutores, Andre Nami, com passagens pela Jovem Pan, Mix e Oi FM, Caio Cesar, que passou pela Band e Nativa. Na coordenação artística, Mauricio Fagundes, conhecido como Pé, esse tem historia pra contar. Já passou pelas rádios, Transamérica, Regional, Mega entre outras. Na direção geral Rogério Dib.

ALIANÇA FM - Igarapava - SP

Paulinho Goiaba, que estava na Band de Ribeirão Preto, é o novo coordenador e programador da Aliança FM 90,9 de Igarapava SP.

INTERSOM FM - São Carlos - SP

Durou pouco a passagem de Marco Botta, na Intersom FM 103.9 de São Carlos. Cabela, como é conhecido chegou com a missão de reestruturar á radio, que já foi líder de audiência, hoje nas mãos da Clube FM. Conversei com Cabela, antes do fechamento desta coluna e segundo ele, a "rescisão" foi feita de forma amigável, sem traumas. Cabela já está em Minas Gerais, onde vai assumir uma rádio de um grande amigo. Em breve passo mais detalhes aqui na coluna.

CBN

A rádio que toca notícia está com seu Revista CBN no ar em Ribeirão com Valério Bittencourt e Lis Canelo, das 09:30 as 11:30. Nas reportagens: Marcelo Mosquiari, Cesar Caparelli e Luis Claudio Alba.

DIARIO FM

Dema Medrado foi efetivado no quadro de Locutores da Diário FM, no horário das 18h ás 22h. Ele esteve cobrindo férias de vários locutores durante três meses. Outra boa novidade é a confirmação de Fernando Marucci na coordenação artística da Diário. Já Ronan Oliveira, passa a ficar em tempo integral no Jornalismo do Mega Sistema de Comunicação. Ele estará a frente da redação nas três rádios: Diário, Conquista e Mega. Boa sorte a todos, nesta nova fase!

 

ENTREVISTA COM ANSELMO MANZANO DA 94 FM DE BAURU:

Nosso entrevistado do mês aqui na coluna é Anselmo Manzano, locutor da 94 FM e apresentador da TV Unesp ambas em Bauru. Anselmo Carlos Andrade Manzano tem 37 anos, é natural de Garça SP e já passou pela Rede Transamérica.

Jason: Se me lembro bem, seu inicio em rádio foi em 1993 na Centro Oeste FM, conte como foi isso?

Manzano: Foi isso mesmo. Eu tinha meus 17 anos e não sabia que rumo tomar na vida, que profissão seguir. Sempre ouvi muito rádio na minha infância e adolescência e quando voltei pra Garça em 91 com minha família comecei a participar da programação da antiga Centro Oeste FM. Mandava cartas, ficava no orelhão tentando conseguir linha, dava ideias para programas. Um dia falei com um locutor (Fábio Silvério) que me convidou pra conhecer a rádio. Fui até lá, mas sem intenção de virar locutor. A dona da emissora me convidou pra fazer um teste e eu sem a mínima noção do que fazer, gravei algumas coisinhas. Mal sabiam eles que estavam "contratando" um locutor gago. Verdade, eu era gago, risos. Era a primeira vez que pisava numa rádio. Acho que gostaram de mim e me "deixaram praticar" técnica e locução e foi assim que tudo começou.

Jason: Hoje em dia essa rádio até mudou de nome né?

Manzano: Sim, mudou para "Nova 102" e o mais engraçado é que alguns anos depois meu pai vendeu a casa dele para os novos donos da emissora e, meu antigo quarto, virou o estúdio principal de locução. Acredita nisso? (risos)... é verdade. Coincidência ou não!?

Jason: E quem você ouvia nesta época, que te influenciou no rádio?

Manzano: Na época não havia internet nem rádio satélite na região de Garça então meu primeiro contato foi com algumas fitas k7 que eu emprestava de alguns locutores da rádio. Entre as gravações dessas fitas antigas haviam locuções do Paulinho Leite "o velho Milky" na Metropolitana, Emílio Surita, Bob Floriano, Tavinho Ceschi, Beto Rivera e outros da época. Também ouvi fitas com locuções de Ribeirão Preto, da Clube e Difusora . Meu irmão mais velho morava em São Paulo e começou a gravar muitas fitas k7 com a locução do Ruy Balla, Beto Keller, Lui Riveline, Ricardo Sam, Fabio Felix, Windson Clay, Flávio Siqueira, Flávio Machado, Marcelo Café... tinha muitas fitas gravadas com vários locutores e os citados acima eram os que eu mais curtia. Com o "bum" das rádios satélites aqui na região comecei a acompanhar diariamente e ao vivo a Transamérica e Jovem Pan Sat. Não posso esquecer de amigos aqui da Região como o Junior Alvarez um grande amigo com quem aprendi muito.

Jason: Você também trabalhou em Marilia, fale sobre essa fase.

Manzano: Foi interessante. Depois de completar um ano "praticando" locução e técnica e indo ao ar todos os finais de semana desde que comecei em Garça resolvi pedir meu primeiro salário. Foi aí que me dispensaram da Centro Oeste. Mas foi exatamente quando me vi sem fazer rádio é que senti que era apaixonado pela profissão. Mas bateu um desespero pois não sabia como continuar, onde procurar emprego sem experiência comprovada, eu não tinha nenhum material, sem contar que eu estava servindo o exército na cidade. Mas uma amiga locutora, a Selma Lopes, entrou em contato comigo e disse que estava saindo da Itaipú de Marília e a empresa teria uma vaga. Ela me indicou e fui fazer um teste. O gerente dessa emissora, o Beato, deve ter gostado do teste que eu fiz pois deu um jeito nos horários e me encaixou de manhã na rádio. Eu trabalhava em Marília de manhã e estudava e fazia o Tiro de Guerra em Garça. Era uma correria brava, tooooodos os dias. Aos finais de semana dormia na emissora. Fechava a emissora a meia noite no sábado e entrava no ar as 6 da manhã do domingo. Eu dormia lá na rádio mesmo, hehehe. Fiquei um ano por lá.

Jason: Ainda na década de 90, você trabalhou na 94 e 96 FM?

Manzano: Exatamente. No ano de 1995 fiz um teste na antiga Rádio Jornal Cidade FM (hoje é 96FM). Fizemos nessa época uma festa com alguns locutores da Jovem Pan de São Paulo. Foi quando conheci o Alexandre Medeiros e Marcelo Café. Foi uma espécie de Festa de encontro de rádios de Sampa e Bauru. Uma ideia muito boa e uma festa inesquecível. Um tempinho depois mudei de frequência na mesma cidade. Fui trabalhar na 94FM e lá fiquei por mais ou menos um ano e meio quase.

Jason: E sua passagem por Ribeirão na Difusora, como surgiu?

Manzano: Sempre ouvi falar que Ribeirão era um baita mercado de rádio com várias emissoras e, pelo o que eu ouvia nas fitas k7, não ficava devendo nada pra as rádios de Sampa. Nas minhas férias de 1998 resolvi juntar uns pilotinhos e levar lá de porta em porta. Voltei pra Bauru sem resposta. Passados uns 3 meses disso me ligaram de Ribeirão me chamando para uma entrevista com o Sr João Molina(dono) e o Tom(coordenador). Me trataram muito bem e, depois de um bate papo acertei com a Difusora. Rapaz, eu nem acreditava, finalmente estava em Ribeirão Preto. A Difusora foi minha faculdade no rádio. Amigos, festas, trabalho,... era bom demais!

Jason: Tinhamos uma bela equipe não é mesmo?

Manzano: Mas tínhamos mesmo, sem sombra de dúvidas. Chegamos a morar numa república com quase todos os locutores no mesmo apê, lembra? Até o Bruno Golveia e o Miguel do Biquini Cavadão foram a um churrasco improvisado em casa. O mais legal disso tudo é saber que as amizades que fiz lá permanecem até hoje. Lembro de tanta coisa... vem tanta história na mente... e claro, junto com as boas lembranças a saudade daquela época, foi um aprendizado incrível. Se eu citar os nomes e esquecer de alguém estarei sendo injusto, então lá vai um baita abraço a todos os amigos da Difusora e antiga Regional!

Jason: Depois da Difusora, você foi para a Transamérica?

Manzano: Sim. Já tinha ido umas 5 vezes pra Sampa entregar piloto de porta em porta. Fiz teste na Metrô e 97FM, mas sem chamada posterior. Nessa época, em 2001, o Ruy Balla assumiu a coordenação artística da Transamérica. Havíamos trabalhado juntos na Difusora e ele me chamou, aceitei na hora. Quem estava saindo da Transa era o Flavio Siqueira, um dos locutores que eu mais ouvia na capital, um baita vozerio e um jeito diferente de fazer locução. Entrei na vaga dele e confesso que ir pra Transamérica foi uma das coisas mais legais que já aconteceram na minha vida profissional. Foi a realização de um sonho e demorou pra cair a ficha que eu estava trabalhando lá. Passei por todos os horários, fiz satélite, São Paulo, apresentei shows, entrevistei vários artistas, celebridades, enfim... tudo aquilo que um radialista de São Paulo está acostumado a fazer quase todos os dias. E cada dia naquela cidade era uma luta. Não posso esquecer dos 4 meses que passei na Tropical FM. O Cyro Aguiar, o Wagner Mendes (que na época coordenava a emissora) me ajudaram muito e foram importantes na minha volta pro interior.

Jason: Como foi a experiencia de falar para todo o Brasil?

Manzano: Um Tesão, (risos). Falar com tantas pessoas do Brasil todo. Eram milhões de ouvintes em todo o país. As vezes eu atendia o telefone e conversava com alguém do Sul, na sequência falava com alguém do Norte, Nordeste... os sotaques, as culturas, esse país é imenso demais e, falar pra todos os cantos era fantástico. Mas jamais esqueci minhas origens, minha terrinha Garça.

Jason: Algum fato curioso ou engraçado desta fase?

Manzano: Se tem, hehehe. Uma vez estava no ar no Clube da Insônia falando sobre "Curiosidades"... o ouvinte ligava, mandava e-mails dando sua opinião. A cadeira da emissora era alta e eu, na grandeza do meu 1,68 de altura ficava com as perninhas balançando e sempre usei as mãos "para falar". Não sei como, mas acho que me exaltei num comentário e a cadeira quebrou,lá fui eu pra trás com cadeira, fone, e plaft... de costas no chão. A trilha no ar rodando e sem ninguém falando, nossa... imagina o susto e o medão da chefia ouvir! “risos”, acho que foi minha "madrugada de sorte", o Ruy devia estar dormindo. Cara, foi sem querer, mas um susto daqueles. Até hoje tomo cuidado com cadeiras e procuro "ficar esperto" pra que isso não aconteça mais, rs.

Jason: Paralelo ao rádio você está na TV Unesp, qual programa apresenta?

Manzano: Hoje estou na Tv Unesp de Bauru, um canal público e destinado a cultura e educação. Faço os OFFs da emissora e também gravo um programa chamado "Guia de Profissões" destinado aos futuros universitários. Tiramos as dúvidas básicas de várias profissões e cursos que existem no nosso mercado de trabalho. Pra mim tudo é novo e estou aprendendo bastante.

Jason: É verdade que você passou em 1º lugar no concurso público para a TV?

Manzano: Então rapaz, é verdade. Eu queria muito voltar pra interior. Estava no meu oitavo ano em Sampa, rumo ao nono, mas senti falta desse cheirinho de mato aqui do interior... do horizonte com montanhas... Acabei prestando o concurso em 2009 com mais 90 locutores de vários lugares. Minha surpresa foi ter ficado em primeiro. Esse foi outro momento incrível na minha vida. Liguei pros meus pais e amigos do interior e avisei: -Eu to voltando pra casa outra vez... Ah eu fiquei feliz demais!

Jason: E a sua volta a 94 FM, fale sobre seu horário lá?

Manzano: Eu já estava na Tv Unesp quando recebi um recado para entrar em contato com um dos sócios da emissora responsável pela parte artística. A proposta era pra fazer o horário diário das 8 as 12hrs e com um diferencial, eu iria dividir o horário com uma jornalista. Achei legal e topei. E não é que está dando certo até hoje!? Uma das coisas que nunca fiz foi fechar portas nas emissoras que passei. Mas sabemos que o rádio hoje é totalmente imprevisível. Espero que a parceria dure bem.

Jason: Você divide a apresentação do Ritmo da Manhã com Lidiane Oliveira, que é sua noiva, como é trabalhar com a futura senhora Manzano?

Manzano: Um prazer trabalhar com ela. Não é por ser minha noiva mas ela é uma jornalista fantástica. Além de competente ela é muito bem articulada, profissional e carismática. Temos uma sintonia muito forte no ar. A parte séria do horário é dela, eu já fico como sempre nas piadinhas "sem graça". A Lidi hoje é uma das grandes jornalistas da cidade de Bauru e região e está em evidência em todas as áreas da comunicação da cidade: tv, rádio, jornal, revistas... é a legítima profissional "workaholic”. Sou fã dela!

Jason: Redes Sociais, usa alguma?

Manzano: Tenho um perfil " in memorian " no quase falecido orkut. Utilizo muito o facebook para contatos gerais. Meu twitter também anda meio parado. Utilizo mais o face mesmo. No meu perfil conto piadas, faço protestos, falo com os ouvintes, parentes, cutuco meio mundo e fico enchendo a paciência dos amigos. Tudo bem profissional. (risos)

Jason: Alguma dica para a galera que está começando no rádio?

Manzano: Não está nada fácil viver somente de rádio hoje em dia. Vamos ser realistas? Nossa profissão não é valorizada no Brasil há tempos. Nosso salário está incrivelmente defasado sem notícias de um aumento decente. O desrespeito ao profissional não é algo raro de se achar, infelizmente. Vejo que a cada dia que passa o rádio perde um bom profissional para outro veículo de comunicação (ou até mesmo outro setor) que remunera melhor. Mas se você que está lendo pensa em se jogar nesse mundo do rádio lá vai: ISSO VICIA! Então seja dinâmico no pensamento, honesto com os amigos e com você mesmo. Tenha bom senso, Deus no coração, Fé na Vida, Fé em você, não esqueça suas origens e se aproxime ao máximo da HUMILDADE! Cuidado com o EGO . Jamais esqueça que cada dia é um aprendizado e você não é melhor que ninguém. Fique atento e boa sorte!

JASON: E agora o nosso Ping-Pong:

Apelido: Manza

Uma qualidade: sou bem humorado

Um defeito: quando fico mal humorado, fico muito mal humorado, rs

Uma cor: azul marinho

Time Futebol: CORINTHIANS! TIMÃO Ê Ô!

94 FM: Uma volta por cima.

TV Unesp: Um novo rumo na vida.

Uma Frase: " Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta. (Chico Xavier)"

Jason Lee Comenta:

Conheci Manzano em 1998 quando estava iniciando na Difusora, ele entrou alguns meses depois de mim. É um cara super determinado e sempre correu atrás dos seus sonhos. Figuraça nos bastidores, muito alegre, uma pessoa simples, humilde mas acima de tudo um grande profissional. God bless you my friend!

Até a próxima.

Tags:

Compartilhe!



Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.