Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Na sua opinião, qual formato de rádio deverá passar por uma maior expansão no número de rádios no mercado brasileiro em 2020?

Enquete

Quarta-Feira, 18 de Fevereiro de 2015 @

Diz aí! | O comportamento da Internet no rádio

O "Diz Aí" traz mais um texto de um radialista com um ponto de vista relacionado ao meio rádio.

Publicidade

O Tudo Rádio inicia hoje uma coluna que abre espaços para profissionais do rádio exporem textos que contribuam com o meio, independente da linha editorial abordada. Os materiais que forem enviados ao portal passarão por análise, não sendo obrigatória por parte do portal a publicação dos textos (e também sem prazos definidos). A idéia é boa? Favorece o meio? Ajuda os profissionais? Vamos publicar conforme a agenda da redação do portal.

Hoje vamos com a contribuição de Pedro Igor de Almeida, radialista com atuação pela Difusora FM 94.3 de São Luís (MA). Boa leitura!

O comportamento da Internet no rádio

Hoje ninguém é mais dono da informação. Aliás, ninguém nunca foi. Mas a centralização dessa informação em poucos meios difusores de conteúdo fez-se achar que alguém pudesse ter a propriedade desse bem, a informação.

Os meios digitais desmitificam isso. Hoje temos espalhados por todos os lados da cidade jornalistas, produtores e consumidores de conteúdo. A cada esquina tem um cidadão com um smartphone na mão pronto para produzir conteúdo e jogar na rede.

Um linchamento público, um assalto a banco, um acidente de carro fatal, a fuga de um bandido em um hospital público. Os primeiros instantes são registrados pelas lentes dos smartphones e o texto é difundido em redes sociais como Facebook e WhatsApp. (E no passado quem chegava primeiro? O repórter de rádio). Não julgo aqui a qualidade desse conteúdo, mas a forma que ele é difundido. A forma participativa e colaborativa dele.

Essa é uma conquista sem dúvida da evolução tecnológica e com o aparelhamento da sociedade, ela se tornou mais sedenta de informação. Isso as torna mais conscientizada e mobilizada com as questões econômicas, culturais, políticas, sociais.

Enquanto uns torcem e decretam o fim do rádio, o meio se reinventa e demonstra sobrevida para muitos além anos-luz. O rádio tem uma proximidade comportamental com a Internet. A concepção de rede social no rádio já era entendida antes da Internet ser inventada. A interatividade através de cartas trocadas entre ouvintes, amizades feitas pelo rádio. A notícia instantânea, fresca. O ouvinte espalhado pela cidade ajudando a compor a informação do rádiojornal entre outras particularidades cruzadas da rádio e da Internet.

Chegou a vez do rádio mais uma vez da o pulo do gato e se fazer um novo rádio, mais interessante, mais prestativo à sociedade. Se a faixa FM veio para ter a música como carro-chefe, hoje a notícia passa a ser também protagonista da faixa de maior qualidade técnica.

Na Internet encontramos muita informação, muitas fontes, facilidade de acesso a todo tipo de conteúdo. Mas há um problema. A veracidade das informações, a descentralização dela. O rádio pode e deve funcionar como um filtro do bom conteúdo, do conteúdo interessante que envolva a audiência.

O conteúdo cada vez mais tem que ser participativo, colaborativo, com o mesmo comportamento que observamos na Internet. A web educou a audiência a ser sedenta por informação. A música no rádio tem que ser a cereja do bolo, o detalhe – mas não menos importante. Tudo na dose certa. E como diria o poeta: “Há quem diga que eu não sou de nada, que eu não sei de nada…” mas o que queremos é botar o nosso rádio na rua, na Internet, em todo lugar.

Por Pedro Igor de Almeida - [email protected]

Tags: Rádio, Internet, Radialista

Compartilhe!

Colunista
Diz aí!

O Diz aí é um espaço que o Tudo Rádio dedica à textos criativos e que contribuem com o crescimento do meio rádio. Se você tem um material que considere ser importante para compartilhar com outros profissionais, mande para a redação do Tudo Rádio dar uma olhada. Após uma análise (sem prazo definido, obedecendo as prioridades da agenda da redação do Tudo Rádio) o texto poderá aparecer aqui, com os devidos créditos. Participe!



Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.