Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Na sua opinião, qual formato de rádio deverá passar por uma maior expansão no número de rádios no mercado brasileiro em 2020?

Enquete

Quinta-Feira, 28 de Janeiro de 2016 @

Adaptação ao HTML5: Rádios estão atrasadas

Linguagem HTML5 deve facilitar o acesso aos áudios das rádios via internet. Adoção é necessária

Publicidade

No final do ano passado eu realizei uma matéria sobre algumas mudanças que estão afetando a linguagem de internet, destacando o possível abandono do "Flash Player" e a adoção da linguagem HTML5. E o que o assunto tem de relação com o rádio? Simples: o streaming de rádio depende dessa atualização de linguagem. Grande parte das emissoras brasileiras ainda utilizam o "Flash Player" em seus portais e também como players de seus áudios on-line. Enquanto isso, navegadores barram a execução automática de plugins como o Flash.

O rádio está atrasado na adoção dessa nova linguagem de internet. Precisamos acelerar o uso do HTML5 nos players.

Eu acredito que a reprodução da matéria especial sobre este assunto é de grande valia. Acompanhe logo abaixo o texto publicado no ano passado pelo Tudo Rádio. Vale muito a sua leitura e atenção, seja você um profissional da área de rádio ou um ouvinte interessado nas emissoras via internet.

Vale lembrar que o Tudo Rádio já está adaptado para a execução de streaming via Html5 e recomenda que as rádios utilizem a nova linguagem.

-----

Análise: Fim do “Flash Player” deve ser antecipado pelas rádios. Tudo Rádio já prioriza o HTML5 - publicado em 03/12/2015
 

Uma notícia relacionada à tecnologia e internet precisa chamar a atenção do meio rádio brasileiro. A Adobe anunciou oficialmente que vai encerrar a operação do conhecido “Flash”, situação publicamente evidenciada após a postura adotada por navegadores como o Google Chrome. O rádio é afetado da seguinte forma: a maioria dos players para execução dos streamings (áudio on-line) das emissoras é via linguagem “Flash”. A cada atualização dos navegadores (com destaque para a última realizada pelo Google Chrome) o “Flash Player” tem o seu acesso dificultado. Ou seja, vai ser cada vez mais difícil para os ouvintes acessarem os áudios on-line das rádios que utilizam o famoso “Flash Player”. E a solução passa pelo “HTML5”. Entenda:

O HTML5 é uma linguagem que já está há algum tempo na internet, presente principalmente em sites e portais desenvolvidos para acessos via celulares e tablets. Os principais navegadores do mercado, com destaque para o Google Chrome e o Safari, são “amigáveis” para a execução de mídias via HTML5, incluindo nessa conta o streaming ao vivo. As rádios brasileiras que contam com links de streaming em MP3/Mpeg ou AAC+ em servidores do tipo Shoutcast ou Icecast já tiveram os seus players alterados no Tudo Rádio, operando em HTML5 (veja a imagem abaixo). O sistema é nativo, ou seja, o usuário não precisa fazer download de “plug-ins” e programas para ter acesso ao player.

Já o Adobe Flash Player tende a ser encerrado em breve, informação confirmada pela própria Adobe. A empresa anunciou na terça-feira (1) que vai encorajar os desenvolvedores web a utilizarem a linguagem HTML5, situação que não afeta apenas os áudios on-line. Vários portais de rádios contam com o Flash para animações, linguagem que também pode ser substituída pelo HTML5. Na última atualização do Google Chrome para computadores, o navegador “barrou” o acesso automático ao Flash Player, impedindo o carregamento de forma automática de um áudio on-line, por exemplo.

Rodrigo Garcia, responsável pela Fabrica Host (uma das maiores do setor de streaming no país), confirma que há algum tempo empresa já orienta as rádios atendidas por ela para trabalharem com links via Icecast ou Shoutcast, além da linguagem HTML5, visando também uma melhor performance via dispositivos móveis. "Há algum tempo executamos esse trabalho de orientação e algumas ferramentas nossas já são baseadas nessa nova linguagem. A idéia é tornar o áudio mais acessível, independente do dispositivo utilizado pelo usuário / ouvinte. Temos resultados positivos em nossos players feitos para a Maringá FM e a webrádio Villa Country FM", afirma Garcia.
 


Player do Tudo Rádio com HTML5 ativo para áudio MP3/Mpeg

Dicas para o uso do HTML5

Grande parte dos acessos na maioria dos portais de internet são feitos por usuários que utilizam o Google Chrome. No Tudo Rádio esse número é de 80% dos acessos feitos através de visitantes que utilizam o navegador do Google. Esse cenário facilita bastante a implantação dos players em HTML5, já que o Chrome não conta com restrições para os principais formatos de streaming. Porém é preciso ficar de “olho” em algumas dificuldades no Mozilla Firefox. Acompanhe:

O Firefox executa áudios em HTML5 de forma nativa e isso vale para streamings de rádio em MP3/Mpeg nos sistemas Icecast e Shoutcast. Porém o navegador não aceita a execução desses mesmos streamings que estão configurados em AAC+. A informação é importante, já que grande parte das rádios brasileiras só dispõe de um link neste formato.

Existe a expectativa do Firefox passar a aceitar esse formato em breve, ainda mais que o navegador também está na “briga” contra o Flash Player. Porém para o radiodifusor não vale a pena esperar essa decisão. Em resumo: é melhor optar por links de streaming em formato MP3 via Shoutcast ou Icecast.

Compatibilidades:

Chrome MP3/Mpeg: SIM | Aac: SIM | Sistemas Windows e OSX
Firefox: MP3/Mpeg: SIM | Aac: NÃO | Sistemas Windows e OSX
IE: MP3/Mpeg: SIM | Aac: SIM | Versão 9.0 - Windows

Outros:
Safari: MP3/Mpeg: SIM | Aac: SIM | Sistema OSX
Edge: MP3/Mpeg: SIM | Aac: SIM | Sistema Windows
Opera: MP3/Mpeg: NÃO | Aac: NÃO | Sistemas Win e OSX


Wowza Media Server e Flash Player

Grande parte das emissoras brasileiras (inclusive estações grandes de São Paulo e do Rio de Janeiro) só dispõe de streaming que trabalham com protocolos Wowza Media Server (aquele que começa em “rtmp://” ou “rtsp://”). O serviço atua diretamente com o Flash Player, ou seja, a tendência é de que as rádios que atuam com essa linguagem também passem a optar por formatos via Shoucast e Icecast, até para uma melhor performance em dispositivos móveis (destaque para o Android).

Existem algumas linguagens HTML que permitem a utilização de streaming em Wowza Media Server sem o trabalho do Flash Player, porém o recomendável é a migração para os servidores Shoutcast e Icecast.

Ajude o Tudo Rádio

A emissora onde você trabalha ou é responsável já conta com links nesses formatos? Ajude a manter o Tudo Rádio atualizado. Envie o seu link para [email protected]

Confira os novos players

Navegue pelos Dials Tudo Rádio (clique aqui) ou pelas Rádios ao vivo (clique aqui) e conheça os novos players em HTML5.

Colaborações de Vinicius Tiesse e Rhenann Granado

 

-----

Tem uma crítica? Sugestão? Quer participar de alguma forma? Fique a vontade. Mande um e-mail para [email protected] ou entre em contato comigo pelas redes sociais. Me procura lá! Abraços.

 

Tags: HTML5, player, Flash, Adobe, streaming, rádio, formatos

Compartilhe!

Colunista
Daniel Starck

Daniel Starck é empresario, jornalista e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 17 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como consultor nas áreas artística e digital.



Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.