Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Na sua opinião, qual formato de rádio deverá passar por uma maior expansão no número de rádios no mercado brasileiro em 2020?

Enquete

Quarta-Feira, 31 de Agosto de 2016 @

A sobrevivência do rádio: Equilibrio musical

Publicidade

Olá, como anda a sua programação musical?

Você já deve ter se perguntado: “mas esse tema novamente?”.
 
Desculpe a insistência, mas sim.
 
Independente do seu estilo musical, neste texto vou tocar em dois pontos:
 
Primeiro: o que toca no Radio, é “bom”.
 
Segundo: agora é a vez das mulheres.
 
Considerando o primeiro ponto, eu quis dizer que a escolha de uma música ou artista para colocar em sua programação, vale muito mais do que a audiência. A partir do momento que um ouvinte acompanha um lançamento na grade da emissora, ele entende que é uma coisa BOA. Você me pergunta: qual a novidade?
 
Eu respondo: a novidade é que o Radio é o meio mais rápido a dar CREDIBILIDADE a uma música ou artista. Se uma radio toca tal música, as casas de shows ou contratantes se sentem mais seguros para contratar os shows. Então, deixe que a internet lance os lixos da música. Saiba filtrar o que é interessante para a sua programação.
 
O seu artístico ou programador acompanha, além da internet e crowley, as festas, casas de shows entre outros eventos locais? Tirar a bunda da cadeira, ao invés de somente ouvir outras radios pela internet, é importante para filtrar o que o  seu ouvinte tem buscado ouvir.  Se muita gente tem ouvido a ascensão das  mulheres, é hora de saber quais são as mais ouvidas por ai.
 
Bom, já que citei quais das mulheres os ouvintes estão ouvindo mais, vamos partir para o segundo ponto: agora é a vez das mulheres.
 
Que bom, afinal, o sertanejo estava precisando renovar, tirando de cena muito lixo musical. Mas vamos com calma, pois há cuidados importantes para tanto mulher na programação. Toca-las não tem problema algum, pois são ótimas cantoras. Mas será que o ouvinte está sabendo diferencia-las?
 
Pelo que tenho percebido por ai, os ouvintes não sabem quem é quem, pois ELAS, cantam em tons muito parecidos.
O que fazer então?
 
Para que a programação possa respirar, dentro de um tempo que um sucesso atual, como os Delas, não fique tão distante do outro, inclua apenas uma das meninas a cada 60 minutos, ou seja, de hora em hora.
 
Então tocar Maiara e Maraisa e Marilia Mendonça, seguidas uma da outra, nunca?
 
Nunca, por favor. Caso o ouvinte não tenha um conhecimento mais profundo, vai achar que é uma repetição de artistas. Além do cuidado do estilo de cantar alto, que pode incomodar os ouvidos de alguns dos ouvintes.
 
Infelizmente alguns artistas acham que cantar bem é cantar gritando. Tome cuidado com isso, pois lembre-se que muitos de seus ouvinte estão ouvindo a radio com fones de ouvidos “atochados” em seus ouvidos.
 
Mas você me pergunta: mas temos tantas mulheres surgindo, como fazer?
 
É meu amigo do Radio, está na hora de escolher qual dessas você vai transformar em SUCESSO, e qual vai ficar somente na internet. 


Dúvidas, sugestões e troca de ideias, escrevam para mim: [email protected]

 

Tags: grade musical, programação, projeto, artístico

Compartilhe!

Colunista
Cristiano Stuani

Consultor de Marketing e Professor Universitário no Curso de Administração de Empresas. Formado em Administração com Pós em Planejamento e Gerenciamento Estratégico. Foi Diretor de Marketing e Artístico da Rádio Paiquerê FM 98.9 de Londrina, Gestor de Implantação da Rede Kairós FM, além de atuar como assistente de marketing nas Rádios Folha FM 102.1 e Igapó FM 104.5 (ambas em Londrina), com passagem pela coordenação da 98 FM 98.9 de Curitiba (Grupo GRPCOM) e marketing da Rádio Banda B AM 550 FM 107.1 de Curitiba. Atualmente é coordenador artístico da Massa FM 97.7 de Curitiba.



Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.