Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Segunda-Feira, 23 de Abril de 2018 @

O rádio precisa parecer “bonito” perante as outras mídias

Indicadas como "opcionais" ou "complementares", ferramentas como RDS podem ajudar diretamente no fortalecimento do rádio perante a audiência

Publicidade

O tudoradio.com esteve presente na NAB Show 2018 em Las Vegas para acompanhar de perto as novidades nas áreas de comunicação e tecnologia. E o rádio parece viver um momento que mistura “atenção” com “euforia”. A parte positiva vem dos números excelentes registrados pelo meio em solo norte-americano, mesmo com a forte concorrência com outras plataformas. Porém o veículo já pensa no futuro, se preparando para enfrentar os desafios que estão por vir, daí vem o sinal de “atenção”. E essas mudanças não estão tão distantes assim, podendo impactar o meio nos próximos cinco anos.

Existe uma “luta” pela manutenção ou ampliação desses números do rádio nos Estados Unidos, passo-a-passo que pode e devem ser seguido pelo rádio brasileiro. Isso vai desde a formatação das programações com base em pesquisa, até no investimento de tecnologia. Parece óbvio e de certa forma é um campo conhecido (e discutido) por terras brasileiras, incluíndo temas como a importância do streaming, o rádio ser multiplataforma, projetos especiais para faturar, etc. Mas na prática isso tudo não é tão óbvio assim no Brasil.

Estamos bem atrás… se você circular por uma grande cidade norte-americana (onde há excelente estrutura de todos os serviços de tecnologia possíveis) o rádio é facilmente encontrado. Ele está sintonizado em hotéis, pizarrias, cafés, nos fones de ouvido das pessoas (que as ouvem em alto e bom som), na publicidade de rua, etc… tudo isso partindo da ideia de que existem formatos de programação para a maioria dos grupos de consumo da população, sejam eles mais numerosos ou menos, o que faz o rádio um veículo interessante para a segmentação publicitária. E isso é somado à facilidade de acesso: rádio disponível em vários aplicativos e também com fácil sintonia no espectro (FM/AM).

O uso do RDS é algo muito interessante. De novo: parece um assunto óbvio para o Brasil, mas não é na prática. Em uma das palestras na NAB Show 2018, se discutiu muito do “rádio parecer bonito”. Parece besteira, mas isso faz uma diferença brutal. Pense nos receptores automotivos, por exemplo. Eles estão cada vez mais bonitos, cheio de funções. Se você sincroniza um aplicativo musical, ele extraí uma série de informações para mostrar no display do rádio. Ao mudar para a função FM, o rádio parece simples e ultrapassado na tela. Motivo? A rádio não explora todas as faixas e funções do RDS. Se explorar corretamente (funções PS, RT, etc..) a mídia rádio se equivale às demais plataformas nesses displays. 


Exemplos de diferentes rádios automotivos / Exposição durante a NAB Show 2018 - crédito: tudoradio.com

Isso vale para rádios nos carros, celulares com FM, aplicativos de streaming, rádios e caixas de som em casa, etc. Ou seja, a primeira ação para começar enfrentar essa “onda tecnológica” e até surfar nela está no aparelho de RDS aí do lado no hack da rádio. E já dá pra mexer nele hoje mesmo. 

Bem, ao longo das próximas semanas eu devo falar de formatos, das principais preocupações do meio, como o rádio se prepara para mais concorrentes e também outros assuntos ligados à NAB Show. Mas você já pode acompanhar através da nossa cobertura, inclusive esse papo sobre formatos e pesquisa de audiência, tema que pautou o nosso Painel tudoradio.com especial.

Olha... pode se preparar! Vamos bater bastante em vários assuntos, sempre pensando em um rádio forte para os radiodifusores e principalmente para os ouvintes. Você está convidado a participar e opinião! Conto com vocês! 

Tags: RDS, rádio, audiência, NAB Show 2018, aparências, operação, equipamentos

Compartilhe!

Colunista
Daniel Starck

Daniel Starck é empresario, jornalista e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 17 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná.

tudoradio.com © 2001 - 2018 | Todos os direitos reservados
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 18h – seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.