Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

As declarações de uma autoridade ou pessoa pública podem incentivar a violência contra meios e profissionais de comunicação?

Enquete

Terça-Feira, 08 de Setembro de 2020 @

A relação entre o artístico e o comercial

Publicidade
O velho e tradicional desentendimento  entre comercial e artístico não cabe mais nos dias de hoje. Mas, antes de discorrer sobre o tema proposto, vamos definir um pouco melhor cada área.
Departamento comercial: responsável por coordenar as atividades de venda dos produtos artísticos e serviços da emissora.
Departamento artístico: responsável por desenvolver  produtos na programação, (programas, promoções, espaços publicitários...) respeitando posicionamento e planejamento estratégico da emissora.

Qual o grande desentendimento entre comercial e o Artístico?

Vender ou prometer aquilo para o cliente que não está dentro do escopo de cada produto desenhado pelo artístico.

Mas, por que isso acontece?

Acontece pela falha de comunicação e entendimento dos dois departamentos, por exemplo:

Quando se cria um produto novo na programação, deve-se desenhar as possibilidades comerciais de patrocínio desse produto, disponibilizar ao comercial e o mais importante: UMA SIMPLES REUNIÃO para detalhar limites, oportunidades e explicações de cada termo e/ou ponto da inserção, além de apresentar um piloto real deste produto (duvido que as emissoras mostram para o comercial de forma antecipada como cada programa vai pro ar).

Essas simples ações já diminuem em 80% o grande problema entre os dois, de vender o que não se pode vender. Ou definindo de melhor forma, vender o que o artístico não está pronto para entregar.

Por milhões de vezes passei pela situação: "Cris, vendi tal coisa, a gente consegue, né?"

Então o comercial tem que sempre baixar a cabeça pro artistico?

Não. Um departamento não é superior ao outro. Os dois devem trabalhar em pares.

Caso o comercial tenha uma demanda, ideia ou necessidade que fuja do que o artístico desenvolve, basta uma breve conversa. Tudo se adapta e não é momento de jogar dinheiro fora. Afinal, cabeças inteligentes servem para isso.

O ano de 2020 tem sido uma grande prova da importância da união entre comercial e artístico. Se algum diretor de rádio diz que não existe mais desentendimento entre os dois, é mentira. Existe sim. Pois, além de tudo que está descrito acima, ainda temos egos inflados no meio da comunicação que atrapalham o andamento dessa harmonia entre os dois.
A relação entre artístico e comercial já ficou pequena, agora temos o digital entre nós. Os 3 departamentos precisam se unir para desenvolver produtos de Cross MÍDIA. Na próxima coluna, vou discorrer sobre essa realidade.

Quaisquer dúvidas e sugestões, estou a disposição pelo [email protected] ou pelo Whats 41 9 9977 8285.

Tags: artistico, comercial, rádio, operação, bastidores, boas práticas, ação, produto

Compartilhe!

Colunista
Cristiano Stuani

Consultor de Marketing e Professor Universitário no Curso de Administração de Empresas. Formado em Administração com Pós em Planejamento e Gerenciamento Estratégico. Foi Diretor de Marketing e Artístico da Rádio Paiquerê FM 98.9 de Londrina, Gestor de Implantação da Rede Kairós FM, além de atuar como assistente de marketing nas Rádios Folha FM 102.1 e Igapó FM 104.5 (ambas em Londrina), com passagem pela coordenação da 98 FM 98.9 de Curitiba (Grupo GRPCOM) e marketing da Rádio Banda B AM 550 FM 107.1 de Curitiba. Atualmente é coordenador artístico da Massa FM 97.7 de Curitiba.








Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2004 - 2020 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.