Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

O áudio digital está crescendo em consumo. Isso inclui o streaming das rádios. E ai? Os streamings das suas estações preferidas estão...

Enquete

Sexta-Feira, 15 de Abril de 2022 @

Off-topic: Alto turnover de colaboradores: Conhecendo suas causas e consequências

O que a IA pode fazer para diminuir esse risco de desinteresse ou falta de motivação dos colaboradores de uma empresa 

Publicidade
Diversos fatores podem influenciar positivamente ou negativamente a motivação ou interesse de um colaborador. 

Desde a felicidade e satisfação profissional, até a falta de concordância do funcionário com os superiores, a cultura organizacional da empresa e os motivos pessoais, como a saúde mental, podem afetar a produtividade dos funcionários. 

E como é possível identificar alta rotatividade de pessoal?

As demissões em uma empresa podem acontecer por inúmeros motivos.

Cada caso resulta em tipos divergentes de turnover e é muito importante que a área de RH analise e determine qual deles encaixa mais com todos os desligamentos que estão acontecendo.

Portanto, para achar soluções relativas à alta rotatividade de funcionários, é primordial conhecer suas causas e consequências.  

Utilizando a Inteligência Artificial (IA), pudemos observar aspectos como pedido de demissão por iniciativa dos colaboradores versus demissões por iniciativa da empresa, além de como isso se distribuía dentro de diferentes grupos étnicos.

O que avaliamos em diversos projetos é que demissões por iniciativa da empresa acontecem, em sua grande maioria, no início da jornada do colaborador(a). Esse cenário tem uma inversão ao longo do tempo, com a maioria dos pedidos de demissão sendo por iniciativa dos funcionários no período mais recente (últimos três anos).

Identificamos também as seguintes características que mais influenciam para determinar risco de turnover: horas extras (quanto mais horas extras, maior o risco de turnover), avaliação de desempenho ruim e longo tempo sem aumento ou promoção.

Outra descoberta interessante é que analisando dados do período pré-pandemia, a grande maioria das demissões estava concentrada nos primeiros cinco anos de trabalho dos funcionários na empresa. Nos intervalos entre o final de 2019 e 2021, observamos que a maioria dos pedidos vindos de funcionários acontece logo no primeiro ano de trabalho; ou seja, a pandemia só acelerou a tomada de decisões de saída do colaborador(a) para uma outra atividade, digo, novo emprego ou para empreender. 

A rotatividade de funcionários não é um fato incomum no dia a dia das empresas e ela pode acontecer por diversos fatores. A questão é que com o planejamento e organização adequados, os RHs podem vencer mais esse obstáculo. A Inteligência Artificial é uma forma de reter (e não apenas de contratar de forma diversa, justa e assertiva) esses bons profissionais, mantendo uma política de longo prazo.   

Por Tiago Machado - CEO da Rocketmat, especializada em soluções de inteligência artificial para a área de Recursos Humanos.

Tags: Mercado, tecnologia, organização, empregos, gestão

Compartilhe!

Colunista
Diz aí!

O Diz aí é um espaço que o Tudo Rádio dedica à textos criativos e que contribuem com o crescimento do meio rádio. Se você tem um material que considere ser importante para compartilhar com outros profissionais, mande para a redação do Tudo Rádio dar uma olhada. Após uma análise (sem prazo definido, obedecendo as prioridades da agenda da redação do Tudo Rádio) o texto poderá aparecer aqui, com os devidos créditos. Participe!










tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.