Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

O que a sua rádio preferida deve fazer na programação durante a pandemia da covid-19?

Enquete

Quinta-Feira, 24 de Outubro de 2019 @ 00:00

Fernando Morgado

Teste
Neste mês nós batemos um papo com um grande parceiro do tudoradio.com. Trata-se de Fernando Morgado, que é professor, pesquisador e um dos principais nomes da comunicação na atualidade, sendo responsável por estudos sobre audiência, comportamento do veículo, entre outras várias contribuições.

Além desse extenso trabalho voltado à radiodifusão brasileira e também à contribuição com o tudoradio.com (através de artigos/colunas e participações em projetos como o Painel tudoradio.com), Fernando é escritor e tem em sua carreira livros como o best-seller "Silvio Santos: a trajetória do mito" (Matrix, 2017).

Morgado acaba de lançar mais uma obra: "Comunicadores S.A.". A nossa conversa, é sobre esse lançamento, com foco no rádio."

Ah, e segue aqui o link para quem ficar interessado na obra: ?http://matrixeditora.com.br/nao-ficcao/negocios-e-publicidade/comunicadores-s-a/

Acompanhe!


Há dois anos, você lançou o livro "Silvio Santos: a trajetória do mito". Ele entrou em várias listas de mais vendidos e foi divulgado até pelo próprio Silvio Santos. O que o motivou a escrever "Comunicadores S.A."?

Quando lancei o "Silvio Santos: a trajetória do mito", que teve cinco edições vendidas, reparei que os leitores tinham uma curiosidade especial sobre o lado comercial dos apresentadores. O público queria aprender como esses artistas abrem novas oportunidades de negócio, fecham seus contratos e enfrentam os revezes da carreira. Pensando nisso, decidi escrever um livro que reunisse todas essas lições através de um texto leve, mas baseado em muita pesquisa. Para o "Comunicadores S.A.", coletei e analisei mais de 1,3 mil áudios, vídeos, entrevistas, documentos e reportagens de jornais e revistas.

Uma das histórias mais surpreendentes que você conta no livro tem a ver com o Silvio Santos e sua relação com o regime militar. O que você descobriu?

Não são poucos os que adotam um discurso simplista quando falam da relação do Silvio com os militares. Pesquisando nos arquivos do SNI, encontrei documentos que mostram um outro lado dessa relação. Teve militar de alta patente que encarou o apresentador como peça de uma engrenagem de apoio ao comunismo no Brasil. Queriam até que o "Programa Silvio Santos" fosse reduzido, passasse a ser gravado e não tivesse mais plateia. O Silvo teve que apelar ao ministro das Comunicações para que essas intenções não fossem consumadas. Eu fiz questão de inserir no livro a reprodução fiel de todos os documentos relacionados com esses fatos. Eles certamente mudarão a forma como se conta a história de Silvio Santos.

Todos os apresentadores abordados no livro passaram pelo rádio. Qual a importância do meio para esses artistas?

A importância é imensa. O rádio, de fato, é um ponto comum entre todos os biografados. A maioria deles iniciou a carreira no rádio. Além disso, três dos oito apresentadores abordados foram ou são donos de emissoras. São os casos de Luciano Huck, Silvio Santos e Ratinho. O livro registra, inclusive, a recente compra da rádio Estadão pelo grupo Massa, que pertence ao Ratinho. Esse investimento milionário foi uma importante demonstração de confiança no rádio brasileiro.
 


Capa do livro "Comunicadores S.A." / Reprodução

Você é um dos maiores palestrantes e especialistas em rádio no Brasil. Como o livro "Comunicadores S.A." se relaciona com essas atividades?

A relação é direta. Nas palestras que dou e nas consultorias que presto, sempre trato o rádio nos aspectos comercial e estratégico. O meio continua sendo um grande gerador de resultado para os anunciantes, mesmo diante das mudanças na forma como o público consome conteúdo. Esses resultados, em grande medida, são conseguidos graças à popularidade dos comunicadores. E é exatamente esse fenômeno que eu analiso no livro, tomando como base a carreira de oito dos maiores apresentadores do Brasil em todos os tempos.

Quais as lições que um radialista pode tirar das histórias que lerá no "Comunicadores S.A."?

A primeira lição é a seguinte: não se dedique apenas ao lado artístico da carreira, mas também ao lado comercial. Nenhum radialista consegue manter uma trajetória de sucesso sem contar com bons anunciantes. São eles que, no fim das contas, pagam os salários e todos os demais custos da emissora. Outra lição é sempre se renovar. Não é porque uma fórmula deu certo durante dez anos que ela dará pelos próximos dez. Figuras como Ana Maria Braga e Faustão são exemplos disso. Eles mantiveram suas essências, mas ajustaram seus programas de acordo com a evolução do público. A única coisa que garante a perenidade do sucesso é a capacidade de mudar sempre que necessário.

Sobre Fernando Morgado
Professor das Faculdades Integradas Hélio Alonso (FACHA) e da ESPM. Coordenador-adjunto do Núcleo de Estudos de Rádio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Possui livros publicados no Brasil e no exterior, incluindo o best-seller “Silvio Santos: a trajetória do mito” (Matrix, 2017). Membro da Academy of Television Arts & Sciences, entidade realizadora dos prêmios Emmy. Mestre em Gestão da Economia Criativa e especialista em Gestão Empresarial e Marketing pela ESPM.

 

Tags: Fernando Morgado, livro, lançamento, Comunicadores S/A, carreiras, obra, comunicação, rádio

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.








Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2020 | Todos os direitos reservados
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.