Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Seja pelo celular, rádio do carro ou receptor tradicional… você já tem algum receptor de rádio com FM estendido (a partir de 76.1 FM)?

Enquete

Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020 @ 00:00

Waguinho Rocha

Teste

Em outubro o bate-papo sobre rádio foi com Waguinho Rocha, diretor artístico da Metropolitana FM 98.5 de São Paulo.

Waguinho fala sobre os sete anos à frente da Metropolitana FM, os resultados de audiência obtidos pela rádio, as mudanças de comportamento dos ouvintes, o digital e a expectativa positiva do mercado para 2021.

Acompanhe:


Waguinho, são sete anos que você está a frente do artístico da Metropolitana FM nesta atual passagem. O que você destaca de mudanças e novidades mais significativas ocorridas na rádio durante esse período?

Oi Daniel, em primeiro lugar, muito obrigado pelo espaço da Metropolitana aqui no tudoradio.com. A gente vem acompanhando o fluxo de mercado e a constante mudança de comportamento do público! Esse é compromisso da Metropolitana. Uma rádio que entende o ouvinte e proporciona uma programação que busca oferecer o que ouvinte quer ouvir!

E o mercado de rádio, assim como o comportamento do ouvinte, mudou em algo de 2013 para cá?

Com certeza mudou muito!  O meio digital, a viralização, o imediatismo (porque as pessoas querem consumir o que elas gostam na hora), tudo isso impôs uma nova interação com o mercado!

Certa vez, em conversa com o tudoradio.com, você afirmou que "quem derruba o meio em audiência é o próprio rádio". Essa condição continua?

Sim, porque se o rádio não estiver afinado ao desejo do ouvinte, ele em quanto veículo, perde parte de sua função! 

E como a atuação da rádio em plataformas digitais têm auxiliado na operação da rádio?/p>

O digital deixou tudo mais rápido! Por meio das plataformas, temos acesso direto as preferências da audiência. As buscas orientam a programação, as ações de
Marketing e os eventos.

Se fala muito de podcasts, caixas de som com inteligência artificial (smart-speakers), entre outras tendências. Isso deve fortalecer ainda mais a atuação das rádios?/p>

A Metropolitana tem podcast e o resultado tem sido muito bom! É uma oportunidade que o ouvinte tem de estar em contato com a gente no tempo dele!

Você também tem um destaque reconhecido nacionalmente como produtor e criador de conteúdos para rádios através da Multiplay. Nota um cuidado maior das rádios brasileiras com esses elementos? Temos um mercado mais profissional neste sentido?/p>

Ter maior oferta, não significa ter maior qualidade! Vejo que há uma busca por isso, mas os profissionais que estão nos grandes centros ainda são as principais referências.

E quais são os próximos passos da Metropolitana FM? Como a rádio se comportou durante a pandemia do novo coronavírus e quais são as expectativas para 2021?

Veja, a pandemia trouxe muitos desafios, mas a Metropolitana conseguiu evoluir em audiência, mesmo nesse período. Com os novos ouvintes que chegaram, o nosso crescimento no Ibope se consolidou ainda mais. Com isso o comercial também e está se recuperando e para 2021, estamos com boas projeções.

Obrigado pela oportunidade e pelo espaço Daniel! Grande abraço e Viva o Rádio!!!

Tags: rádio, Metropolitana FM, audiência, digital, tendências, São Paulo, expectativa

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.










tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.