Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

As declarações de uma autoridade ou pessoa pública podem incentivar a violência contra meios e profissionais de comunicação?

Enquete

Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2013 @ 14:59

Decreto de migração das AMs é publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira

Brasília – Documento contém regras para a mudança das rádios

Publicidade
O decreto que permite a migração das rádios AMs para o espectro FM foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira. O documento foi assinado nesta quinta-feira pela presidente Dilma Rousseff, em cerimônia no Palácio do Planalto. O ato reuniu centenas de radiodifusores, ministros e representantes de associações estaduais do setor e foi amplamente divulgado pela mídia.
 
O decreto contém as regras para a migração das rádios. Algumas delas já haviam sido publicadas pelo Tudo Rádio em outras matérias e em uma entrevista realizada com o diretor do comitê técnico da Associação das Emissoras de Rádio e TV do Estado de São Paulo (Aesp), Eduardo Cappia. Um dos requisitos para que a emissora seja apta para realizar a migração é estar quite com tributos federais, estaduais e municipais, com as obrigações trabalhistas em dia e a inexistência de débitos com a Justiça Trabalhista.


Dilma assinando o decreto (7/11/2013). Crédito: Minicom
 
Um dos pontos que ainda não ficou claro é o custo da concessão de FM que o radiodifusor terá de arcar. O decreto explica apenas que o pagamento do valor correspondente à outorga será efetuado em parcela única e corresponderá à diferença entre os preços mínimos de outorga estipulados pelo Ministério das Comunicações para cada tipo de serviço e grupo de enquadramento, referente à respectiva localidade. A forma de como será feita o cálculo não foi especificada no decreto, o que deve ocorrer com a publicação de uma portaria ministerial por parte do Ministério das Comunicações.
 
Vale destacar que durante a cerimônia de assinatura do decreto, o ministro Paulo Bernardo ressaltou que as emissoras interessadas na migração poderão protocolar o pedido a partir de janeiro. Porém, elas terão um ano para decidir pela migração ou não. A partir da publicação do decreto, o Ministério das Comunicações não vai mais conceder outorgas de Ondas Médias, podendo apenas renovar ou fazer a transferência no quadro societário para rádios que irão fazer a adaptação da outorga.

 
Clique aqui e veja a íntegra do decreto de migração das rádios AM que foi publicado no DOU desta sexta-feira.
Tags: Migração, rádio, decreto, assinatura, Brasília

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista e jornalista e é formado em Direito. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (interior de São Paulo) e trabalhou como locutor em outra retransmissora da Band FM e na Interativa de Avaré. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...







Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2004 - 2020 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.