Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Você confia na prestação de serviço e nas informações veiculadas pelo rádio sobre a pandemia da covid-19?

Enquete

Segunda-Feira, 09 de Março de 2015 @ 09:18

Abert aciona STF contra decisões sobre propaganda de bebidas alcoólicas

Brasília - Acórdãos violam o princípio constitucional da liberdade de iniciativa de suas emissoras associadas e de outros setores da economia

Publicidade
A Abert ajuizou no Supremo Tribunal Federal (STF) ação contra três decisões do Tribunal Regional Federal da 4ª Região sobre propaganda comercial de bebidas alcoólicas. De acordo com a entidade, os acórdãos do TRF-4 “criam severas restrições à propaganda comercial de bebidas alcoólicas de teor igual ou inferior a 13 graus Gay-Lussac”, o que contraria “frontalmente preceitos fundamentais da Constituição”.
 
A Lei Federal 9.294/1996, que regulamenta a propaganda de bebidas alcoólicas, restringe seus efeitos exclusivamente às bebidas com teor alcoólico superior a 13 graus Gay-Lussac, sustenta a Abert. Segundo a associação, as decisões do TRF-4 violam o princípio da separação de Poderes, pois o STF já havia decidido anteriormente que a matéria é de competência exclusiva do Congresso Nacional.
 
Além disso, a Abert alega que, ao impor restrições à veiculação de propagandas de bebidas alcoólicas, os acórdãos do TRF-4 violam o princípio constitucional da liberdade de iniciativa de suas emissoras associadas e de outros setores da economia. “São diversos os contratos de publicidade celebrados com as associadas da requerente que correm o risco de serem rompidos em função da mudança abrupta – e não submetida ao debate democrático – da legislação aplicável à propaganda de bebidas alcoólicas”, sustenta a entidade na ação.
 
A Abert argumenta ainda que houve violação ao princípio da legalidade, já que, ao proferir as decisões, a corte regional “pretendeu rever o marco regulatório aplicável à propaganda desse produto, em flagrante desrespeito à reserva legal instituída sobre a matéria”. O instrumento jurídico ajuizado pela entidade junto ao STF é uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF). A matéria foi distribuída para a ministra Carmen Lúcia.
 
Com informações da Abert
Tags: Rádio, Abert, processo, publicidade, Brasília

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista, jornalista e é formado em Direito, com pós graduação em Direito Trabalhista e Tributário. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.












tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.