Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

O áudio digital está crescendo em consumo. Isso inclui o streaming das rádios. E ai? Os streamings das suas estações preferidas estão...

Enquete

Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2015 @ 16:58

Músico Flávio Henrique é nomeado presidente da rádio Inconfidência em Belo Horizonte

Belo Horizonte – Novo presidente assume a direção da emissora pública após exoneração de Tancredo Naves

Publicidade
Foi publicada na quarta-feira (25), no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, a exoneração de Tancredo Antônio Naves do cargo de presidente da rádio Inconfidência FM 100.9 AM 880 de Belo Horizonte. Em seu lugar, a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) nomeou o músico mineiro Flávio Henrique Alves de Oliveira. O artista foi empossado nesta quinta-feira (26). A publicação não cita as razões da dispensa, que envolveriam problemas denunciados por funcionários da rádio, como tráfico de influência, compras de passagens aéreas sem licitação, assédio moral e contratações ilegais.
 
Músico de longa data, Flávio Henrique é compositor, produtor e instrumentista e tem mais de 120 músicas gravadas. Para ele, a principal missão da nova gestão é recuperar a vocação cultural e musical da rádio, que recentemente estava sendo atropelada por programas de outros perfis, como os de cunho esportivo. “Quero que minha gestão seja marcada por um cunho cultural. Os esportes devem ser mantidos na AM, não precisam sair da pauta. Mas o perfil da rádio na banda FM não pode ser mudado. É uma rádio que passou anos construindo um determinado tipo de ouvinte, e não faz sentido mudar isso de forma abrupta”, pontua.
 
De acordo com Flávio Henrique, a Rádio Inconfidência deve buscar o equilíbrio entre “a música consagrada e a cena local”. “Como uma rádio pública, ela tem a função de abrir espaço para divulgar a produção local, que cresce com as novas manifestações culturais de BH. Os meios de comunicação pública devem suprir o que os comerciais não fazem. Quero trabalhar com o foco na vocação pública, e não inspirado em nenhum modelo comercial”, afirma. 
 
O novo presidente diz, também, que não deve fazer grandes mudanças no quadro pessoal da empresa. “Existe todo um núcleo de profissionais na rádio já preparado para mexer com cultura e arte. São profissionais muito bons e, no que tange o artístico e o jornalístico, pretendo trabalhar com o que a rádio já tem. Para a minha equipe, devo levar pessoas ligadas à administração pública e à advocacia, que não são minhas especialidades”, diz.
 
O novo presidente da Rádio Inconfidência afirma que sua relação com a rádio é antiga. “Minha primeira experiência profissional foi na Inconfidência, em 1984. Foi a primeira vez que entrei num estúdio, com a minha primeira banda, para gravar uma música em homenagem ao Tutti Maravilha, que era um radialista novo, mas por quem a cidade já tinha uma grande simpatia. Foi na época em que o Fernando Brant era presidente, Gonzaguinha e Marilton Borges eram colaboradores”, relembra.
 
Integrante do quarteto Cobra Coral, ele já participou de parcerias com Milton Nascimento, Chico Amaral, Fernando Brant, Márcio Borges, Zeca Baleiro, Ronaldo Bastos, Vander Lee, Paulo César Pinheiro, Toninho Horta, entre outras. Flávio Henrique conta ainda que a emissora sempre esteve presente em sua vida. “É uma rádio que faz parte do meu dia a dia, que frequentei muito e onde fiz muitos amigos. Fui colaborador em várias gestões, fiz muitos jingles, participei de reuniões sobre a programação. E sempre gostei do clima. Sentia, de alguma maneira, muita vontade de trabalhar ali”.
 
Coordenador de programação da banda FM e funcionário da casa há 28 anos, Paulo Campos comenta a mudança na gestão. “Flávio Henrique é uma figura contemporânea, politicamente engajada e que conhece o conceito original da Brasileiríssima”, sublinha. “Historicamente, estamos acostumados com rupturas, com entradas e saídas de presidentes. O que já levou o conceito a sair dos trilhos, como recentemente, com a entrada de coisas estranhas na programação”, afirma, completando que a entrada de Flávio Henrique representa a “esperança da retomada do conceito da Brasileiríssima”.
 
Com informações do O Tempo
 

Todos os direitos são reservados ao Portal tudoradio.com, conforme a lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita são permitidas, desde que contenham os devidos créditos ao Portal tudoradio.com.

Tags: Rádio, Inconfidência, rádio pública, Belo Horizonte

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista, jornalista e é formado em Direito, com pós graduação em Direito Trabalhista e Tributário. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...









tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.