Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Você confia na prestação de serviço e nas informações veiculadas pelo rádio sobre a pandemia da covid-19?

Enquete

Sexta-Feira, 26 de Setembro de 2008 @ 13:32

Clipping: Pastores fazem manifesto em rádio contra candidata em São Paulo

São Paulo - Musical FM virou o pivô de uma briga entre pastores evangélicos e a candidata a prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy

Publicidade

Pastores evangélicos entregaram ontem um manifesto de repúdio contra a candidata Marta Suplicy (PT) no comitê de campanha da petista. O objetivo é criticar a retirada do ar da enquete "Marta ou a Bíblia", realizada pelo programa Palavra de Vida, apresentado na rádio Musical FM 105.7 pelo pastor Samuel Ferreira.

A enquete foi suspensa por decisão judicial do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) e questionava a opinião do ouvinte sobre projetos de autoria de Marta favoráveis ao aborto ou à união civil de casais homossexuais.

Representantes do Conselho Nacional de Pastores do Brasil (CNPB) também entraram com um recurso contra a representação, com pedido de liminar, impetrada pela coligação de Marta na 1ª Zona Eleitoral de São Paulo.

Segundo a direção da rádio, a manifestação de repúdio é para defender as idéias que consideram corretas pela Bíblia. Afirmaram ainda, que as enquetes citavam o nome de Marta por ser ela a autora de projetos de lei sobre os temas. Eles negam que o manifesto tenha cunho político.

No manifesto, os pastores afirmam que a ação da candidata "fere a livre manifestação de opinião e crença daqueles que não pactuam com os mesmos pensamentos de cunho religioso".

Em nota, a coordenação da campanha reafirma que o juiz impediu a veiculação da enquete por fazer críticas duras à postura da candidata.

A nota reitera ainda que a representação trata exclusivamente da prática de calúnia e difamação no programa e que a candidata Marta Suplicy tem um histórico de "profundo respeito a todas as crenças e à liberdade religiosa".

Inicio da polêmica

O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Marco Antonio Martin Vargas, concedeu liminar para proibir novas veiculações de enquete realizada pela Rádio Musical de São Paulo denominada "Dona Marta ou a Bíblia".

Segundo a sentença, a enquete apresenta sérios indícios de alusões ou críticas à postura adotada pela candidata sobre a questão do homossexualismo. O magistrado também vetou a realização de outras enquetes de conteúdo semelhante, sob pena de suspensão da programação por 24 horas.

A representação com pedido de liminar foi proposta pela coligação Uma Nova Atitude para São Paulo (PT, PC do B, PDT, PTN, PRB e PSB) e Marta Suplicy.

A Rádio Musical entrou com recurso para tentar derrubar a liminar. A Rádio afirmou que não possui nenhum vínculo com partidos políticos ou com a prefeitura.


Fonte: Redação Terra


A reprodução das notícias e das pautas é autorizada desde que contenha a assinatura 'tudoradio.com'
Tags:

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.