Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Você tem o hábito de ouvir podcasts?

Enquete

Terça-Feira, 17 de Maio de 2016 @ 09:22

Na gestão Kassab, radiodifusão pode ir para a Anatel

Brasília – Segundo informações, mais de 70 mil processos estão parados

Publicidade
Uma matéria publicada pelo Convergecom aponta que o setor de radiodifusão pode ser transferido para a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL). De acordo com a matéria, uma das grandes questões a serem resolvidas pelo ministro Gilberto Kassab é como acomodar, dentro da estrutura do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) a principal tarefa do extinto Ministério das Comunicações: a regulação do mercado de radiodifusão. 
 
Segundo o levantamento, são quase 250 funcionários que precisam dar conta de mais de 70 mil processos relacionados às outorgas de rádio e TV, setor em que atuam dezenas de milhares de entidades reguladas, de todos os portes: desde grandes empresas de comunicação nacionais e regionais até pequenas entidades que atuam na radiodifusão comunitária e do campo público.
 
A gestão Kassab pode transferir para a Anatel estas atribuições. Segundo apurou este noticiário, já existem estudos sobre o tema feitos por pessoas próximas ao presidente em exercício Michel Temer. E, mais importante, o setor de radiodifusão, que sempre resistiu a esse movimento, está se movimentando no mesmo sentido. 
 
A proposta que está sendo construída prevê passar toda a atuação cartorial da Secretaria de Radiodifusão para a Anatel, que hoje já faz a fiscalização e, por delegação, o acompanhamento técnico pós-outorga, ou seja, alterações de potência de transmissão, localização dos transmissores e antenas etc.
 
Mas há um volume gigantesco de processos abertos por mudanças societárias, estatutárias etc, que são geridas pelo ministério, assim como acompanhamento da radiodifusão comunitária.
 
Para que os radiodifusores aceitem esse modelo, contudo, é essencial garantir que a formulação de políticas setoriais permaneça no MCTIC, bem como a elaboração do planejamento de outorgas.
 
A mudança é complexa, pois envolve uma decisão sobre o futuro de funcionários que hoje fazem esta tarefa, que hoje estão dentro de um outro plano de carreira, diferente do plano da Anatel, o que precisaria ser ajustado. Também depende de uma revisão da estrutura da própria Anatel para incorporar essas funções. 
 
Com informações do Convergecom
Tags: Rádio, MCTIC, Kassab, radiodifusão, Brasília

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista e jornalista e é formado em Direito. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (interior de São Paulo) e trabalhou como locutor em outra retransmissora da Band FM e na Interativa de Avaré. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...


Mais tudoradio.com

tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.