Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2018 @ 07:44

28º Congresso | Abertura conta com meta para o FM estendido e balanço das últimas conquistas do rádio

São Paulo - Kassab (ministro do MCTIC) afirma que a canalização do FM estendido deve acontecer até o fim da atual gestão. Liberdade de expressão é defendida

Publicidade

Ontem (21) ocorreu a abertura do 28º Congresso Brasileiro da Radiodifusão, realizado pela ABERT (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) e com parceria com os maiores grupos de comunicação do país. A cerimônia contou com homenagens da Radiodifusão e também um balanço das últimas conquistas realizadas pelo setor, além de destaques para as demandas ainda pendentes, como a canalização do FM estendido (76 a 88 MHz). Presidentes como Michel Temer (da República) e Carmen Lúcia (Supremo Tribunal Federal) estiveram presentes. 

 

Paulo Tonet Camargo, presidente da ABERT (empossado ontem para o seu segundo mandato à frente da entidade) relembrou os últimos avanços do setor, com destaque para a flexibilização do horário de transmissão da A Voz do Brasil, a liberação da recepção de FM em celulares no Brasil, sanção da lei que desburocratiza as regras de renovação de outorga de concessões e aprovação de lei que modernizou a definição da profissão de radialista.

Tonet também lembrou que a migração AM-FM segue evoluindo no país, com cerca de 500 rádios já ativas na faixa FM. O tema também foi destacado pelo ministro Gilberto Kassab (MCTIC) ao realizar um balanço da gestão da pasta. O político declarou que é uma meta do ministério realizar a canalização do FM estendido (76 MHz a 88 MHz, faixa que será utilizada pelas AMs nos grandes centros) até o final de sua gestão, ou seja, até o final deste ano.

A constante vigilância da liberdade de imprensa e expressão foram defendidas pelos presentes que tiveram a palavra, com destaque para a fala de Tonet, que afirmou que “somente veículos livres e independentes garantirão ao Brasil uma democracia vigorosa”. O presidente da ABERT também destacou que “nenhum Estado nem ninguém deve ter o poder de decidir o que a sociedade deve ou não deve saber”.

Homenagens

Na abertura do congresso também foram realizadas homenagens a importantes nomes da radiodifusão nacional, com a entrega das medalhas do Mérito da Radiodifusão e Assis Chateaubriand. Daniel Slaviero (ex-presidente da ABERT  e diretor da Rede SBT), Luis Roberto Antonik (GRPCOM e ex-diretor da ABERT) e Ricardo Hermano Balduído (diretor de TV da ABERT) foram homenageados com as medalhas do Mérito da Radiodifusão.

Já Edilmar Norões (jornalista, falecido em 2015, conhecido pela sua trajetória no grupo Verdes Mares) e Lúcia Garófalo (radialista, falecida em 2017, conhecida pela gestão da Brasília Super Rádio, atual Alpha FM 89.9) foram homenageados na categoria Assis Chateaubriand (póstuma).

Clique aqui e acompanhe a cobertura do tudoradio.com sobre o 28º Congresso Brasileiro de Radiodifusão (ABERT). Siga!

Tags: Congresso, Abert, abertura, cerimônia, liberdade de imprensa, expressão, migração AM-FM

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é empresario, jornalista e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 17 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná.



...


Mais tudoradio.com

tudoradio.com © 2001 - 2018 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.