Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Seja pelo celular, rádio do carro ou receptor tradicional… você já tem algum receptor de rádio com FM estendido (a partir de 76.1 FM)?

Enquete

Terça-Feira, 04 de Setembro de 2018 @ 10:56

Levantamento da ABERT aponta que 95% das emissoras pesquisadas consideram positiva a migração AM-FM

Brasília – 54% apontaram a burocracia como principal dificuldade para a adaptação de outorga

Publicidade

Uma pesquisa encomendada pela ABERT sobre a satisfação das rádios no processo de migração de AM para FM, no Brasil, aponta que 95% das emissoras consideram positiva a mudança. De acordo com a associação, foram pesquisadas 100 rádios que já participaram do processo de migração AM-FM. O tudoradio.com vem fazendo um acompanhamento das emissoras migrantes e também a atualização frequente no Mapa da Atualização.

O grau de satisfação com a faixa FM chega a 81%: 33% das rádios disseram que estão satisfeitas e 48% se dizem muito satisfeitas. A pesquisa mostrou ainda que 54% das emissoras entrevistadas relataram algum tipo de dificuldade durante a migração e a burocracia no processo foi apontada como a principal causa.

Das 100 emissoras ouvidas, 57% relataram que houve aumento da receita após o funcionamento na nova faixa.  De acordo com a pesquisa ABERT/DataCenso, o aumento médio da receita foi de 51%. Para 64% das rádios, a audiência também aumentou.

O levantamento descobriu ainda que 55% dos entrevistados consideraram alto o valor pago pela nova outorga, 39% acharam justo e apenas 1% considerou o preço barato. Na maioria das rádios, o número de empregados foi mantido e a predominância é de um quadro de até 10 funcionários.

Em relação à potência e cobertura de sinal, a maioria das rádios se disse satisfeita com o resultado, porém o índice geral de satisfação ficou abaixo do mínimo aceitável, de 80%. 61% disseram estar satisfeitas/ muito satisfeitas com a nova potência e 69%, com a nova cobertura da rádio. 

O presidente da ABERT Paulo Tonet Camargo comemorou o resultado e lembrou que a migração do AM para o FM revigorou a força do rádio. "Ao funcionar em FM, as rádios têm uma melhora significativa de qualidade de áudio, competitividade no mercado e maior alcance por meio dos dispositivos móveis. O radiodifusor aceitou o desafio e, mesmo com todas as dificuldades por causa do momento econômico delicado que atinge o setor, se preparou para poder levar aos seus ouvintes informação e entretenimento com mais qualidade", afirmou Tonet.

Atuação da ABERT

A pesquisa ABERT/DataCenso avaliou ainda o grau de satisfação das emissoras com a atuação da ABERT. Durante o processo de migração, 65% solicitaram ajuda da Associação. Desse total, praticamente todas as rádios, 99%, acharam os canais de contato, como telefone e email da ABERT, de fácil acesso.

97% tiveram dúvidas, esclarecimentos e informações resolvidos e 94% relataram ter obtido respostas rápidas da Associação. Já 90% das rádios disseram estar satisfeitas/muito satisfeitas com a ajuda prestada pela ABERT.

O índice NPS, que avalia a probabilidade de uma rádio indicar a ABERT, foi de 73%. O resultado é considerado excelente, já que o ideal é ficar igual ou superior a 50%. “Isso mostra a importância do trabalho desenvolvido pela ABERT com os seus associados.  Nossa missão é defender os interesses das emissoras de radiodifusão, e fazemos isso diariamente. Esse sucesso na migração mostra que as emissoras de rádio estão prontas e adaptadas aos novos desafios, possibilidades e oportunidades,” avalia o diretor geral da ABERT, Cristiano Lobato Flores.

A pesquisa ABERT/DataCenso tem como objetivo subsidiar o plano de melhorias e contribuir na elaboração de estratégias da ABERT e foi realizada por telefone e internet, entre 18 de dezembro de 2017 e 8 de agosto de 2018. A margem de erro é de 9,8%, considerando um grau de confiança de 95%.

Com informações da ABERT

Tags: Rádio, Brasília, ABERT, pesquisa, migração

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista, jornalista e é formado em Direito, com pós graduação em Direito Trabalhista e Tributário. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.