Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Como você, ouvinte de rádio via streaming, classifica esse serviço oferecido pela sua emissora preferida?

Enquete

Sexta-Feira, 20 de Dezembro de 2019 @ 07:30

Curiosidade: Adulto-contemporâneo avança de novo em participação de audiência nos Estados Unidos em 2019

São Paulo - News/Talk (Jornalismo) segue na liderança, mas tem recuo na participação. Country e Pop CHR também diminuem seus índices de consumo. Rádio segue na liderança no consumo de mídia

Publicidade

A Nielsen divulgou mais um relatório que mostra o consumo de formatos de rádios nos Estados Unidos. A intenção do instituto é verificar quais os formatos continuam populares e também entender as movimentações da audiência. E novamente o tudoradio.com destaca o assunto para acompanhar possíveis tendências, que podem refletir no mercado brasileiro. O "Top de 2019: Áudio" da Nielsen mostrou novamente a liderança isolada do formato "News/Talk" na participação geral da audiência de rádio, mas diminui seu índice. Já o adulto-contemporâneo (AC) segue avançando segundo a Nielsen. Outro detalhe é a liderança do rádio no consumo de mídia nos Estados Unidos. Acompanhe:

O News/Talk segue como formato de maior audiência nos Estados Unidos, perfil jornalístico que conta, por exemplo, com a liderança e a vice-liderança (resultado geral) em mercados importantes como San Francisco (Califórnia). Porém houve retração em sua participação geral, indo de 10% de share em 2018 para 9.5% neste ano de 2019. O volume atual também é inferior ao registrado em 2017, quando foi de 9.9% segundo a Nielsen.

Já o adulto-contemporâneo segue em expansão. Em 2017 o formato pulou para a vice-liderança ao registrar 7.7% de share, contra 7.6% do Pop CHR e do Country. Em 2018 as rádios desse gênero pularam para 8% de share na audiência total nos Estados Unidos e agora, em 2019, a participação do adulto-contemporâneo é de 8.1%.

Formatos musicais populares como Country e Pop CHR diminuíram as suas participações no total da audiência. O primeiro, de maior audiência em mercados médios e menores, está na terceira posição do consumo geral, com 6.7% em 2019. Já o Pop CHR, representado por rádios como Z100 FM 100.3 de Nova York e KIIS FM 102.7 de Los Angeles, registrou 6.5%, sendo o quarto formato de maior consumo nos Estados Unidos.

Classic Hits e Classic Rock, também formatos adultos, ampliaram suas participações em 2019, à exemplo do AC (adulto-contemporâneo). O Classic Hits aparece agora como quinto formato de maior participação na audiência de rádio nos Estados Unidos, com 5.8% de share. Já o Classic Rock pulou para 5.1% em 2019, superior aos 4.9% de 2018, mas inferior ao índice de 2017 (5.4%).

Variações

São vários os fenômenos que influenciam nas variações no consumo dos formatos. Há uma mudança de comportamento da população, mas sazonalidades (como eleições e outros assuntos políticos, que tendem a impactar positivamente no News/Talk) e até a forma como as rádios executam seus formatos (como eficiência de programação e de seu projeto de rádio) podem influenciar no total da audiência.

A variação negativa geral também não resulta necessariamente em demérito de alguns projetos de rádios que representam um determinado formato que sofreu retração. E a disposição de alguns centros para determinados projetos de rádios e seus formatos podem impactar no resultado da audiência.

Recomendamos:
> Adulto-contemporâneo é o formato musical de maior audiência do verão norte-americano. Classic Rock avança
> Formato "News" fica na preferência do ouvinte norte-americano pelo oitavo ano consecutivo

Recorte jovem/adulto

A Nielsen destacou também o desempenho dos formatos no público jovem/adulto, este que está entre 25 e 54 anos. O Adulto-contemporâneo tem a liderança com 7.7% de share em 2019, índice superior a 2017 (7.4%), mas inferior a 2018 (7.9%). O Pop CHR segue na vice-liderança, com 7.6%. Country (6.8%) e News/Talk (6.7%) aparecem na sequência.

Consumo de rádio segue em alta

A Nielsen destaca que o rádio segue na liderança do consumo de mídia nos Estados Unidos, com quase 12 horas (11h51min) de consumo semanal.

O número é consideravelmente mais alto quando você compara o rádio AM / FM com o mercado de streaming de vídeo, que ultimamente tem aparecido em destaque nos estudos e reportagens jornalísticas sobre consumo de mídia.

"À medida que as guerras do streaming esquentam, é importante estar ciente de quanto tempo os consumidores estão gastando com diferentes opções de mídia", diz Nielsen no relatório Tops Of 2019, que pondera ao destacar que os adultos com mais de 18 anos nos EUA gastam apenas seis horas (5 horas, 51 minutos) com seus dispositivos conectados à TV por semana.

"Embora isso não seja nada para você, é obscurecido pelo tempo que os americanos passam com o rádio tradicional, o patriarca proverbial da indústria da mídia", afirma o relatório.

Brasil

Os destaques obtidos pelos formatos jornalísticos e adulto-contemporâneo nos Estados Unidos também são percebidos em alguns mercados brasileiros. Em dezembro, o Rio de Janeiro viu novamente a JB FM 99.9 (adulto-contemporâneo) alcançar a liderança geral daquele mercado, isso em períodos importantes da medição realizada pelo Kantar Ibope Media (trimestre setembro a novembro/2019).

Em São Paulo, rádios como Alpha FM 101.7 (adulto-contemporâneo), 89 FM A Rádio Rock (alternativo/rock) e Antena 1 FM 94.7 (adulto-contemporâneo) tem ampliado suas participações no total da audiência FM. E a Jovem Pan FM 100.9 AM 620 conta com a liderança geral de audiência em faixas horários nobres (06h-10h/segunda à sexta-feira/FM+WEB+AM), quando executa o Jornal da Manhã (formato jornalístico).

No sul do país, a Rádio Gaúcha FM 93.7 mantém de forma isolada a liderança geral de audiência na Grande Porto Alegre, rádio de formato jornalístico e esportivo.

Porém, formatos populares também seguem em alta, com vários resultados positivos em diferentes praças do país. BHFM 102.1 (Belo Horizonte), 98 FM 98.9 (Curitiba), Clube FM 105.5 (Brasília), Rádio 99,5 FM 99.5 (Goiânia) e Jangadeiro FM 89.9 (Fortaleza) são alguns exemplos dessa manutenção da força do popular.

Vale conferir:
> O Rádio hoje: Acompanhe através de matérias como está o veículo rádio em vários países do mundo

Exemplos de emissoras dos Estados Unidos para os principais formatos de rádio:

News/Talk: KFI AM 640 de Los Angeles e KCBS AM 740 FM 106.9 de San Francisco
AC: Lite FM 106.7 de Nova York e KOST FM 103.5 de Los Angeles
Country: New Country FM 94.7 de Nova Jersey (Grande NY) e Go Country 105 FM 105.1 da Grande Los Angeles
Pop CHR: Z100 FM 100.3 de Nova York e KIIS FM 102.7 de Los Angeles
Classic Hits: WCBS FM 101.1 de Nova York e K-Earth FM 101.1 de Los Angeles
Classic Rock: Q104.3 FM 104.3 de Nova York e The Drive FM 97.1 de Chicago
HOT AC: KTU FM 103.5 de Nova York e MyFM 104.3 de Los Angeles
Urban AC: WBLS FM 107.5 de Nova York e V103 WVAZ FM 102.7 da Grande Chicago
All Sports: WFAN FM 101.9 de Nova York e ESPN AM 710 de Los Angeles
Urban Contemporary: Hot 97 FM 97.1 de Nova York e REAL FM 92.3 de Los Angeles
Alternative: Alt FM 92.3 de Nova York e Alt FM 98.7 de Los Angeles

Com informações do relatório Top de 2019: Áudio - Nielsen e do portal Inside Radio

Tags: Rádio, jornalismo, segmento, audiência, Estados Unidos

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...


Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2020 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.