Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Você confia na prestação de serviço e nas informações veiculadas pelo rádio sobre a pandemia da covid-19?

Enquete

Segunda-Feira, 14 de Dezembro de 2020 @ 10:58

Anatel encerra prazo para sugestões na consulta pública sobre migração AM/FM; associações de radiodifusão pedem adiamento

Brasília – Em documento encaminhado à Anatel, ABERT, SET e ABRATEL pedem mais tempo para estudos

Publicidade

O prazo para sugestões da Consulta Pública 70/2020, sobre a migração AM/FM de centenas de canais foi encerrada no último dia 9, após a prorrogação de um mês concedido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Com isso, a ABERT, SET e ABRATEL encaminharam uma Minuta de Contribuição à agência para solicitar mais tempo a realização de estudos e formalização das sugestões.

Segundo o engenheiro Eduardo Cappia, a consulta pública recebeu 77 contribuições envolvendo 80 canais relevantes para a migração para o chamado canal convencional. "Isso poderá ser objeto de estudos para a Anatel. Por aí, já temos uma boa mostra do que pode significar as contribuições da consulta pública, ou seja, ampliando o número de canais na faixa convencional com a concordância da Anatel e do Ministério das Comunicações", ressaltou Cappia.

Devido ao grande número de canais que foram disponibilizados para consulta, a ABERT, SET e ABRATEL encaminharam uma Minuta de Contribuição em conjunto à agência para solicitar mais tempo a realização de estudos e formalização das sugestões. Até o encerramento desta matéria, a Anatel ainda não havia se pronunciado sobre o pedido feito pelas associações.

Se o trâmite da consulta prosseguir, o próximo passo da agência será a reedição da publicação da consulta pública para faixa estendida (eFM) com o ato de efetivação dos canais que forem viáveis para a faixa convencional do FM e uma nova consulta pública para revisão de requisitos técnicos (ato 3.115) que tratam do FM.

A ABERT vem atuando intensamente junto à Anatel e ao Minicom para viabilizar a entrada do maior número de FMs no dial convencional. O trabalho vem sendo desenvolvido pelo engenheiro André Cintra, que não tem medido esforços para estudar a canalização, encontrando em todos os estados situações que facilitem a viabilidade de mais canais na faixa convencional em todo o Brasil.

"O que se espera é um aumento de cerca de 20 canais em São Paulo e, no Brasil, de cerca de 40 a 50 canais que possam estar no dial convencional, diante de estudos técnicos de redução de classe e potência, após a aprovação da Anatel", frisou Cappia.

Tags: Rádio, migração AM-FM, regulamento, Minicom, Anatel, Brasília

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista, jornalista e é formado em Direito, com pós graduação em Direito Trabalhista e Tributário. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.