Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Seja pelo celular, rádio do carro ou receptor tradicional… você já tem algum receptor de rádio com FM estendido (a partir de 76.1 FM)?

Enquete

Sexta-Feira, 24 de Setembro de 2021 @ 11:12

Ministério das Comunicações publica Portaria autorizando emissoras a operarem com potência reduzida

Brasília – Rádios e TVs poderão reduzir até 30% da potência reduzida estabelecida em suas licenças

Publicidade

O Ministério das Comunicações (MCom) publicou, agora a pouco uma Portaria que autoriza as emissoras de Rádio e TV a operarem com suas potências reduzidas em virtude da pandemia do coronavírus. A permissão é válida pelo período de seis meses a partir desta sexta-feira (24) e foi publicada na versão eletrônica do Diário Oficial da União (DOU).

De acordo com a Portaria nº 3.567, as estações geradoras e retransmissoras de rádio e de televisão estão autorizadas a operarem com potência de transmissão reduzida de até 30% da estabelecida em suas respectivas licenças para funcionamento. A medida é foi uma reivindicação da ABERT junto ao MCom. “Ao acatar o pedido do setor, o MCom demonstra estar sensível ao momento de crise financeira que o setor privado está vivenciando, potencializado pela pandemia do coronavírus”, destacou o presidente da ABERT, Flávio Lara Resende.

Com a publicação da Portaria, as emissoras poderão reduzir a potência de seus transmissores em horários alternativos e de menor audiência, como, por exemplo, a madrugada, racionando o consumo de energia elétrica. "A medida é de extrema importância para a radiodifusão, pois possibilitará a redução do consumo de um dos insumos mais onerosos para o rádio e TV”, complementa Lara Resende.

Este assunto foi tratado durante a realização do 4º Encontro Virtual do Comitê Técnico da AESP, que contou com apresentações do diretor jurídico ABERT, Rodolfo Salema, de André Cintra (Diretor de Rádios da ABERT) e do engenheiro José Mauro Ávila (Mega Sistema, AESP/SET).

De acordo com o líder do Comitê Técnico da AESP, Eduardo Cappia, a redução de 30% é importante para o setor e não vai afetar no alcance das emissoras. “Essa medida beneficia a radiodifusão, já que as emissoras não serão penalizadas por operaram com potência reduzida. Tirar 30% da potência não reduz tanto a cobertura, porém, faz uma grande diferença na conta de energia elétrica”, explicou Cappia.

MCom autoriza parcelamento do pagamento de outorgas 

Outra medida que beneficia o setor de radiodifusão foi a publicação do Decreto nº 10.804 que altera o Regulamento dos Serviços de Radiodifusão, aprovado pelo Decreto nº 52.795, de 31 de outubro de 1963, e o Decreto nº 8.139, de 7 de novembro de 2013, para dispor sobre os critérios adotados para a concessão de parcelamento do preço público da outorga para executar o serviço de radiodifusão. O decreto também atende a pedidos da ABERT para desburocratizar novas outorgas de rádio e televisão.

A medida foi publicada nesta quinta-feira (23) no Diário Oficial da União, pelo Governo Federal, por meio do Ministério das Comunicações (MCom). A norma regulamenta a Lei nº 14.027, de 2020. Ela prevê a possibilidade de parcelamento do pagamento do preço público de novas outorgas de rádio e televisão, por solicitação do requerente, pelo tempo previsto no ato de concessão ou permissão, e incentiva a regularização de empresas inadimplentes 

Tags: Rádio, MCom, Brasília, radiodifusão, AESP, ABERT

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista, jornalista e é formado em Direito, com pós graduação em Direito Trabalhista e Tributário. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.