Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Ao buscar por uma rádio, que tipo de conteúdo você procura?

Enquete

Quarta-Feira, 26 de Janeiro de 2022 @ 17:06

Jornalista dá declaração machista e é demitido da Rádio Bandeirantes de Goiânia

Goiânia - O caso ocorreu na última segunda-feira (24) durante a transmissão do "Esporte em Debate". A declaração repercutiu de forma negativa nas redes sociais e o radialista foi demitido pela emissora

Publicidade

Na última segunda-feira (24) um caso envolvendo uma declaração machista aconteceu no meio rádio. O jornalista esportivo Alípio Nogueira, da Rádio Bandeirantes AM 820 de Goiânia,  afirmou durante a edição do "Esporte em Debate" que uma colega de trabalho estava "demais", pois usava uma minissaia, e insinuou que vestir esse tipo de traje faz o homem parar na delegacia da mulher. A declaração repercutiu de forma negativa nas redes sociais e o radialista foi demitido pela emissora.

O caso ocorreu na manhã da última segunda-feira (24) quando o radialista Alípio Nogueira, da Rádio Bandeirantes de Goiânia, fez comentários machistas no ar e que incitavam a violência contra a mulher durante transmissão ao vivo. Em suas palavras, o profissional se referiu à colega de trabalho, Ana Lívia, afirmando que estava "demais", pois usava uma minissaia, e insinuou que vestir esse tipo de traje faz o homem parar na delegacia da mulher.

“Deixa eu abraçar a Ana Lívia, hoje ela está demais. Não sei se você teve a oportunidade de vê-la. Está de minissaia hoje aqui que tá um negócio assim... Por isso que tem ‘nego’ que vai para a delegacia da mulher, porque a moça vem vestida desse jeito aqui, e o povo bate, agride, conversa fiada. Não é o certo, mas também não é certo ela vir com esse tipo de traje aqui não”, disse Nogueira.

Após isso, a declaração repercutiu nas redes sociais. No Twitter, por exemplo, uma jornalista prestou solidariedade à vítima e cobrou medidas por parte da Rádio Bandeirantes.

No mesmo dia do ocorrido, a produtora do programa, Ana Lívia Dias, publicou mensagem na internet falando sobre o machismo e o desrespeito que ela sofreu por parte de um dos colegas, o cronista esportivo Alípio Nogueira.

"Confesso que estou triste por ter sido exposta e ver meus familiares também expostos. Porém, sei que o comentário sobre minha pessoa que atingiu milhares de mulheres no Brasil é reflexo de uma realidade que precisa ser combatida e mudada", escreveu. 

Após o ocorrido, a Rádio Bandeirantes de Goiânia repudiou em nota o acontecimento e anunciou a rescisão contratual de Alípio Nogueira.

Confira na íntegra a nota emitida pela emissora em seu perfil no Instagram

A Rádio Bandeirantes Goiânia, por meio de seus diretores, vem a público diante dos fatos acontecidos na transmissão veiculada no programa Esporte em Debate do dia 24 de janeiro deste ano, manifestar sua indignação e repúdio em relação ao discurso proferido pelo comentarista Alípio Nogueira, integrante da equipe parceira “Feras do Esporte”. Em um país onde ? das mulheres mortas decorrem pelo único fato de serem mulheres e ainda mais grave, 4 (quatro) mulheres por dia são mortas por homens que se dizem ser seus companheiros ou ex-companheiros, é injustificável e inaceitável o discurso adotado pelo comentarista de culpabilização feminina. Não é o traje que a mulher veste que determina as chances de violência de qualquer espécie contra a mesma.

As declarações proferidas pelo comentarista durante a transmissão do programa, além de não guardarem qualquer relação com o debate, tendem a justificar ações criminosas praticadas por homens que ainda insistem em pensamentos retrógrados e não refletem, sob nenhuma hipótese, a opinião e o posicionamento da Rádio Bandeirantes Goiânia, que tem as suas premissas pautadas no respeito ao ser humano e democracia.

Reiteramos que rechaçamos tais atitudes e as mesmas não são, nem serão toleradas em nosso ambiente e registramos nossa solidariedade a todas as mulheres, que são atravessadas por inúmeras e variadas formas de violência e desigualdade.

Por fim, informamos aos nossos telespectadores e toda comunidade que nos segue/ouve que a transmissão do programa Esporte em Debate foi realizada pela Equipe Feras do Esporte que trabalha em regime de parceria com a Rádio Bandeirantes Goiânia, sendo vedado no respectivo contrato qualquer tipo de atitude preconceituosa, discriminatória ou pejorativa por parte de seus colaboradores, inclusive parceiros e terceirizados.

Assim, a Rádio Bandeirantes já solicitou junto à Equipe a imediata rescisão contratual do jornalista, sem prejuízo de outras penalidades contratuais, cíveis e criminais que vierem a ser necessárias, reforçando o nosso compromisso como veículo propagador da informação, e o nosso trabalho para a construção de uma sociedade justa para todos.

Com informações dos portais O Globo e Metrópoles

Todos os direitos são reservados ao Portal tudoradio.com, conforme a lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita são permitidas, desde que contenham os devidos créditos ao Portal tudoradio.com.

Tags: Rádio Bandeirantes, Rádio, Goiânia, Esporte em Debate, Jornalista Esportivo, Radialista, Alípio Nogueira, Declaração, Machista, Ana Lívia

Compartilhe!

Teste
Redação tudoradio.com O material publicado nesta página é assinado por toda a redação do tudoradio.com, representando a apuração realizada por toda a equipe e/ou um editorial de assinatura do portal.


...









tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.