Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Ao buscar por uma rádio, que tipo de conteúdo você procura?

Enquete

Terça-Feira, 27 de Setembro de 2022 @ 07:29

O Rádio Hoje | BIA Advisory lista o top 10 de faturamento em rádio nos Estados Unidos. iHeartMedia segue liderando

São Paulo - Audacy e Cumulus Media seguem no top 3 entre os grupos de rádio de maior faturamento. Dados são de 2021 e apontam WTOP e KIIS FM como líderes entre as estações

Publicidade

Assim como ocorre anualmente, a BIA Advisory analisou e divulgou o top 10 do faturamento de rádio nos Estados Unidos, consolidando os dados de cada grupo de emissoras. Como era esperado, até pelo seu tamanho, a iHeartMedia lidera o ranking, com US $2,2 bilhões em receita em 2021. Audacy e Cumulus Media aparecem na sequência. Os dados de faturamento ganharam ainda mais importância devido a possibilidade de análise sobre a recuperação do mercado publicitário no pós-pandemia da covid-19.

Segundo os dados analisados pela BIA Advisory, a maioria dos grandes grupos e também das estações de rádio não se recuperaram do tombo imposto pela covid-19 a partir de 2020. Os números de 2021 estão aparecendo abaixo dos valores registrados pelos grupos em 2019. Porém, conforme já noticiado pelo tudoradio.com, esse cenário já era esperado devido os impactos da pandemia no ano anterior, principalmente no primeiro semestre de 2021. E a expectativa de registro para um patamar superior a 2019 está nos números relacionados a 2022 (que serão consolidados em 2023).

Em um mídia em constante mudança, Henrique do Valle, profissional que reside nos EUA e analisa o mercado local, explica ao tudoradio.com o motivo que leva o rádio a manter cifras milionárias, com recuperação no pós-covid.  "Nesse período, mudou o cenário da mídia de massa, democratizando o acesso à música e revolucionando a cultura americana, e embora o áudio tenha evoluído significativamente ao longo dos anos com o surgimento de muitas outras plataformas, nenhum outro meio – antigo ou novo – substituiu o rádio como sendo ainda o líder de consumo de áudio", diz o profissional. 

"Lembrando que as novas plataformas de áudio foram construídas com base no rádio. E como prova disso, ele ainda é o veículo que empresas, sejam elas grandes ou pequenas, investem para atingir o seu público alvo", destaca Henrique do Valle.

Por estações: WTOP-FM fatura  US$ 70 milhões em 2021

Em relação à recuperação pós-covid, a BIA Advisory destaca que alguns players saíram na frente e já apresentaram em 2021 valores superiores ao pré-pandemia, ou seja, 2019. A WTOP-FM 103.5 de Washington, de formato "all-news", é um desses exemplos positivos. A emissora da Hubbard Broadcasting faturou US$ 70 milhões em receitas em 2021, um aumento de 12,9% em relação aos US$ 62 milhões no ano de 2020 e superior também aos US$ 69,8 milhões em 2019. A WTOP-FM é o maior faturamento entre as estações dos EUA.

Ainda sobre o ranking de faturamento por estação, a KIIS FM 102.7 de Los Angeles (POP CHR), da iHeartMedia, aparece em segundo lugar, com US$ 43 milhões em 2021, o que representa cerca de 9% da receita de rádio terrestre no mercado angelino, mas é um valor abaixo dos  US$ 59,9 milhões registrados em 2019. A expectativa para 2022 é de recuperação.

Outras três importantes e famosas emissoras da iHeartMedia estão no top 10 de faturamento: WLTW Lite FM 106.7 de New York (adulto-contemporâneo) mantém seu terceiro lugar no ranking nacional, capturando 8,7% da receita de rádio terrestre de seu mercado, com US$ 34,6 milhões, abaixo dos US$ 44,0 milhões em 2019. A Z100 FM 100.3 (Pop CHR), WHTZ, é sexto geral no ranking nacional, com um faturamento de US$ 33,0 milhões em 2021. E a KBIG, MyFM 104.3 (HOT AC) de Los Angeles, está em sétimo geral, com US$ 32,3 milhões no ano passado.

Novamente sobre os grupos, após a iHeartMedia (que tem 865 estações AM/FM em 150 mercados), a Audacy aparece com o segundo maior faturamento, onde suas 231 estações AM/FM em 47 mercados geraram em 2021 uma receita de US$ 1,345 bilhão, acima de US$ 1,2 bilhão de 2020. E a Cumulus Media, com 407 estações AM/FM em 85 mercados, faturou US$ 481 milhões em receita em 2021, acima dos US$ 470 milhões em 2020 (quando possuía 415 estações), mas abaixo dos US$ 531 milhões em 2019 (425 estações).


Top 10 faturamento de grupo de rádios dos EUA, em dados de 2021 / BIA Advisory


Top 10 faturamento de estações de rádios dos EUA, em dados de 2021 / BIA Advisory

Relacionadas:
> Dois dígitos: Receitas de grupos de rádios continuam avançando nos EUA
> Curiosidade: 41 FMs dos EUA contam com um alcance que supera a marca de 1 milhão de pessoas
> Nielsen: Rádio é ouvido por 93% da população dos Estados Unidos

E por qual razão olhar para lá fora?

O tudoradio.com costuma observar esses pontos de curiosidade dos números do rádio internacional para mapear possíveis mudanças de hábitos e a manutenção do consumo de rádio em diferentes países. Assim como ocorreu no ano anterior, periodicamente a redação do portal irá monitorar o desempenho do rádio nos principais mercados do mundo e, é claro, fazendo sempre uma comparação com a situação brasileira. E, como de costume, repercutindo também qualquer número confiável sobre o consumo de rádio no Brasil.

Recomendamos:
> Veja aqui mais notícias sobre o atual momento do rádio em diferentes países
> Confira também as principais tendências para o setor de rádio e tecnologia 

Com informações da BIA Advisory. Colaboração de Henrique do Valle

Todos os direitos são reservados ao Portal tudoradio.com, conforme a lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita são permitidas, desde que contenham os devidos créditos ao Portal tudoradio.com.

Tags: Rádio, receita, faturamento, rádio, FM/AM, Estados Unidos, áudio

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com. Com 20 anos no ar, trata-se do maior portal brasileiro dedicado à radiodifusão. Formado em Comunicação Social pela PUC-PR. Teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Atua como consultor e palestrante nas áreas artística e digital de rádio, tendo participado de eventos promovidos por associações de referência para o setor, como AESP, ACAERT, AERP e AMIRT. Também possui conhecimento na área de tecnologia, com ênfase em aplicativos, mídia programática, novos devices, sites e streaming.



...









tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.