Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Quão importante é para uma estação de rádio FM ter o serviço de RDS ativo, que exibe o nome da estação e outras informações sobre a rádio?

Enquete

Segunda-Feira, 13 de Maio de 2024 @ 11:11

Emissoras de rádio da EBC se mobilizam para auxiliar vítimas da tragédia no Sul do Brasil

Rio de Janeiro – Empresa anunciou abertura de sinal em Ondas Curtas da Rádio Nacional

Publicidade

Em resposta à situação de calamidade pública no Sul do Brasil, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) anuncia a abertura do sinal de Ondas Curtas da Rádio Nacional para todas as emissoras que desejarem transmitir programação direcionada ao auxílio às vítimas. Este recurso estará disponível tanto para rádios públicas, privadas, educativas quanto comunitárias, que também poderão formar redes, conforme informado neste sábado (11) pelo Ministério das Comunicações (MCom).

A Rádio Nacional levou ao ar a edição especial do “Ponto de Encontro”, neste domingo (12), das 10h às 12h, com apresentação de Mario Sartorelo e Franck Silva. O programa trouxe atualizações cruciais sobre a tragédia, integrando participações de rádios parceiras e mensagens de apoio aos ouvintes gaúchos. O "Repórter Nacional" também tem dedicado grande parte de suas edições para cobrir os acontecimentos, com destaques às 7h30, 12h e 18h30.

A EBC liberou, ainda, a retransmissão do programa "Eu de Cá, Você de Lá", que segue em diariamente, das 20h às 23h, e junto com as atrações "Revista Brasil", "Ponto de Encontro" e "Tarde Nacional", foca no desenvolvimento da situação na região. Para as emissoras interessadas em retransmitir esses conteúdos, o material está acessível via link https://aovivo.ebc.com.br/embed-audio.html?emissora=radio-nacional-da-amazonia e pelo satélite Star One D2, com detalhes técnicos como frequência de descida de 3748,00 MHz, polarização horizontal, entre outros.

O Ministério das Comunicações reitera também que as rádios comunitárias do Rio Grande do Sul estão autorizadas a formar redes para transmitir exclusivamente conteúdos de auxílio, aproveitando os recursos disponibilizados pela EBC para maximizar o alcance e a efetividade das comunicações de emergência. As frequências de ondas curtas disponíveis são 11.780KHz e 6.180KHz, essenciais para que a população consiga manter-se informada e segura durante este período crítico.

Vale ainda destacar que as rádios gaúchas podem deixar de transmitir A Voz do Brasil para divulgar notícias sobre a situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul. De acordo com a Portaria 12.219/2024 do Ministério das Comunicações, as rádios estão dispensadas da veiculação do programa para noticiar acontecimentos que possam representar ameaça à segurança pública e ao bem-estar da sociedade, como enchentes, incêndios e desastres naturais. No caso gaúcho, a situação de calamidade pública foi decretada pelo Congresso Nacional.

Com informações da Agência Brasil


A reprodução das notícias e das pautas é autorizada desde que contenha a assinatura 'tudoradio.com'
Tags: Rádio, EBC, tragédia, enchente, programação, Rio Grande do Sul, Ministério das Comunicações

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista e jornalista. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP e como jornalista na Hot 107 FM 107.7 de Lençóis Paulista/SP e na Jovem Pan FM 88.9 e Divisa FM 93.3 de Ourinhos. Também é advogado na OAB/SP e membro da Comissão de Direito de Mídia da OAB de Campinas/SP, da Comissão de Direito da Comunicação e dos Meio da OAB da Lapa/SP e membro efetivo regional da Comissão Estadual de Defesa do Consumidor da OAB/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...









tudoradio.com © 2004 - 2024 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.