Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

As declarações de uma autoridade ou pessoa pública podem incentivar a violência contra meios e profissionais de comunicação?

Enquete

Segunda-Feira, 30 de Abril de 2012 @ 08:12

Congresso vai debater a digitalização e migração do rádio AM

Brasília – Assunto estará em pauta no 26º Congresso Brasileiro de Radiodifusão
Publicidade
Comemorando 90 anos do rádio no Brasil, o 26º Congresso Brasileiro de Radiodifusão que será realizado em Brasília entre os dias 19 e 21 de junho terá como um dos principais temas a serem tratados a possível migração e a digitalização do rádio AM. Desde o segundo semestre de 2011 é discutida e defendida pela Abert (entidade organizadora do congresso) a migração das emissoras de rádio AM para os canais 5 e 6 de televisão, representando a presença dessas estações entre as faixas 76 MHz e 88 MHz no dial FM.

CAMISETAS TUDO RÁDIO
Vista o "rádio"! Veja os modelos e adquira já a sua! FRETE GRÁTIS! Clique aqui
 

O painel do congresso também irá discutir a digitalização do meio rádio, seja em AM ou FM, assunto que tem frequentemente levantado discussões nas últimas edições de congressos regionais e nacionais do setor de comunicação. Levando em conta que os receptores de rádio, em geral, contemplam AM e FM, e que há no país cerca de 1.800 emissoras AM, é necessário que a escolha do padrão de rádio digital considere a operação nos módulos analógico e digital desde o início de sua implantação ou a possibilidade de migração das atuais estações AM para a faixa de FM.

As possíveis soluções e os critérios para migração tecnológica serão o centro do debate deste painel intitulado "Uma visão estratégica do rádio no Brasil" do Congresso Brasileiro de Radiodifusão, no qual um dos palestrantes será o Secretário de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Genildo Lins. Esse painel terá grande destaque no congresso que será realizado em junho desse ano.

Sobre a migração do AM para os canais 5 e 6

No ano passado a Abert já havia se manifestado a favor da migração, representando a presença das atuais rádios AM também em FM entre os canais 76 MHz e 88 MHz, hoje ocupados pela televisão. Essa migração poderá ocorrer com o fim da TV analógica, situação prevista para acontecer a partir de 2016. A Anatel, agencia que fiscaliza a radiodifusão nacional, também já se manifestou favorável à essa migração. A finalidade é fortalecer o meio AM fazendo ele chegar à mais receptores de rádio que hoje priorizam a faixa FM.

Sobre o rádio digital do Brasil

Recentemente o Brasil retomou os testes para a adoção de um padrão de rádio digital. Já foi testado o padrão europeu (o DRM) e em breve será iniciado uma nova etapa de testes do padrão norte-americano (Iboc). No segundo semestre de 2011 o governo brasileiro chegou a admitir a possibilidade da criação de um padrão próprio de rádio digital e também informou que a escolha de um determinado padrão será com base em aspectos técnicos e econômicos.


Escutar Leia mais - Rádio Digital | Testes com padrão americano de rádio digital deve começar em breve

Escutar Leia mais - Diretor da Abert reconhece importância de retomar discussão sobre rádio digital

Escutar Leia mais - Rádio AM em FM deverá ocorrer após a desativação da TV analógica


Tags:

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...







Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2004 - 2020 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.