Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Como você, ouvinte de rádio via streaming, classifica esse serviço oferecido pela sua emissora preferida?

Enquete

Terça-Feira, 29 de Janeiro de 2013 @ 17:21

Clipping: Rádio e Futebol, duas paixões nacionais

Salvador – Matéria destaca um pouco mais sobre como se deu essa ligação entre rádio e futebol através da história

Publicidade

Rádio e futebol estão intimamente ligados. No começo do século passado um se tornou fundamental para a popularização do outro. A partir daí, escutar e torcer pelo time do coração através das ondas das rádios se tornou parte do cotidiano dos brasileiros e, consequentemente, dos soteropolitanos. Das velhas e grandes caixas às pequenas caixinhas com fone de ouvido e mais recentemente aos celulares, um dos veículos mais antigos ainda se mantém forte.

7 de setembro de 1922 – Discurso do então presidente Epitácio Pessoa no centenário da independência, um dos marcos dos primeiros anos do rádio no Brasil, que teve suas primeiras transmissões no país no início da década de 20.
 
1925 - Tem início a programação esportiva no rádio brasileiro, com a rádio Educadora de São Paulo. Nesse período as transmissões não eram feitas diretamente dos estádios de futebol. Quem estava no estádio enviava telegramas com os resultados das partidas para que os locutores pudessem dar a noticia.
 
Década de 30 - Marcou o apogeu do rádio como veículo de comunicação de massa, refletindo as mudanças pelas quais o país passava. O Brasil havia se transformado em um mercado promissor, o que atraiu investimentos estrangeiros. A indústria elétrica, aliada à indústria fonográfica, proporcionou um grande impulso à expansão radiofônica.
 
19 de julho de 1931 – Nicolau Tuma, então com 20 anos, narrou pela Rádio Sociedade Educadora Paulista o primeiro jogo com transmissão integral via rádio no Brasil. A partida foi entre as seleções de São Paulo e do Paraná e foi transmitido por auto-falantes numa confeitaria do Anhangabaú, bairro da cidade de São Paulo.
 
1937 – O campeonato sul-americano desse ano foi a primeira competição internacional com transmissão via rádio no Brasil. O compositor e também radialista Ary Barroso era famoso por tocar uma gaita ao invés de gritar gol, para que sua voz não ficasse abafada em meio aos gritos da torcida. Ele narrou a final entre Brasil e Argentina do sul-americano e quando um atleta brasileiro se contundiu ele foi à lateral do campo e emprestou sua gravata para servir de tipóia, causando a ira dos argentinos no estádio.
 
1938 – A Copa do Mundo desse ano, na França, teve os primeiros jogos na Europa transmitidos ao vivo para o Brasil. A população ainda escutava os jogos por auto-falantes nas ruas ou por aparelhos de rádio nos carros e pôde acompanhar a campanha que levou o Brasil ao terceiro lugar na competição.
 
Na década de 40 teve origem o grito de gol prolongado, que foi criado por Rebello Júnior e que se mantém até os dias de hoje. Seu "Goooooool!!!" se difundiu para a transmissão de jogos de futebol entre todos os narradores. E Rebello Júnior ficou conhecido como "o homem do gol inconfundível".
 
1946 – O rádio ganha maior agilidade com o surgimento dos gravadores de fita magnética. Os retificadores de selênio começam a substituir as válvulas retificadoras, material semicondutor em estado sólido muito menos propício a queimar do que as velhas válvulas a vácuo.
 
Década de 50 - O rádio ganha uma grande concorrente, a televisão, que o obriga a se transformar para se adaptar ás novas condições. Com a migração de programas para a televisão, a programação esportiva ganhou espaço na transmissão radiofônica.
 
1958 – Com 8 milhões de aparelhos e dezenas de emissoras, o Brasil acompanhou pelo rádio, nas ruas, o primeiro título mundial de futebol do país, na Copa do Mundo ocorrida na Suécia.
 
Por volta de 1959 é fabricado o primeiro radinho de pilha no Brasil, mas ele foi inventado na França, em 1920 juntamente com o fone de ouvido. Entretanto a mobilidade do aparelho surgiu apenas em 1947, com a invenção do transitor. A novidade foi um sucesso na época e hoje continua, mesmo que me menor escala, acompanhando torcedores pelos estádios do Brasil afora.
 
1970 – “A venda de rádio transistores aumentou 100% por causa do jogo”. Essa foi a notícia do Jornal do Brasil, referindo-se à partida de estreia da seleção nacional na Copa do Mundo de 1970, que trouxe o terceiro título mundial para o país.
 
27 de novembro de 1977 - Salvador ganha sua primeira rádio FM com a chegada da 97,5, que posteriormente se chamaria Itapuã FM. Poucos anos depois as transmissões de futebol passaram a migrar para o FM, dando início a uma queda do conteúdo esportivo nas rádios AM.
 
26 de setembro de 2005 – Iniciam-se no país as primeiras transmissões de rádio no sistema digital, tecnologia que hoje está em muitas rádios do Brasil.
 
Nos anos 2000 o rádio prova que tem seu lugar garantido no coração do torcedor. O futebol passa a integar a programação de estações mais populares durante o horário nobre. Com a internet, o rádio ganha um novo fôlego. Agora é possível ter sua própria página na internet, onde o ouvinte-internauta pode além de curtir seu som (rádio online), pesquisar sobre a história da rádio e outros conteúdos. Isso mostra que o rádio buscou formas de perpetuar seu espaço em meio a um mundo totalmente virtual e globalizado se adaptando à evolução tecnológica e enquanto continuar assim, não perderá seu público.
 
Fonte: Portal iBahia e Abert
Tags: Clipping, rádio, futebol, paixão nacional, Abert, iBahia

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista e jornalista e é formado em Direito. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (interior de São Paulo) e trabalhou como locutor em outra retransmissora da Band FM e na Interativa de Avaré. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...


Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2020 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.