Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

O áudio digital está crescendo em consumo. Isso inclui o streaming das rádios. E ai? Os streamings das suas estações preferidas estão...

Enquete

Quinta-Feira, 08 de Agosto de 2013 @ 10:58

Classes: MiniCom publica novas regras para pedidos de aumento de potência de rádio e TV

Brasília – Portaria estabelece novas normas para obtenção de mudança de classe

Publicidade
O Ministério das Comunicações publicou nesta quinta-feira, 8, no Diário Oficial da União, portaria com as regras para autorização do aumento da potência das emissoras de rádio e televisão. Pelo texto, o pedido para alteração das características técnicas de operação da emissora que resulte em promoção de classe, ou seja, aumento de potência, deve focar exclusivamente o atendimento do município objeto da outorga.
 
De acordo com a portaria, as concessionárias, permissionárias e autorizadas somente terão sua classe promovida depois de decorridos pelo menos dois anos do licenciamento inicial da emissora ou 2 anos do termo inicial da autorização provisória de funcionamento ou ainda 7 anos do ato de outorga, condicionada à obtenção da licença definitiva ou início da vigência da autorização provisória de funcionamento. A medida ainda estabelece prazos para a apresentação de documentos e laudos que, caso não sejam cumpridos, causará a extinção do processo.
 
Segundo o entendimento da portaria, as empresas que operarem emissoras de rádio FM ou Onda Média e as emissoras de televisão que obtiverem autorização para aumento de potência, serão submetidas a um cálculo para o pagamento ou não de diferença. "O valor de referência a ser pago em decorrência será calculado com base no município de referência para cada Unidade da Federação e divulgado em portaria específica a ser publicada pelo Ministério das Comunicações", informa o texto. As entidades que pedirem redução de potência, porém, não terão direito à indenização ou restituição de valores, ressalva o documento.
 
As solicitações de alteração de características técnicas de operação que resultem em promoção de classe que não atendam aos critérios da portaria ou que sejam formuladas por entidades que ainda não tenham celebrado contrato de concessão, contrato de adesão, de permissão ou convênio de autorização para a execução dos serviços de radiodifusão com o Ministério das Comunicações, serão indeferidos e arquivados e as respectivas reservas de canais excluídas. 
 
A portaria publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira tem efeitos sobre todos os pedidos de aumento de potência pendentes de análise ou que venham a ser protocolados no Ministério das Comunicações ou na Anatel.
 
ACOMPANHE! - Veja a íntegra do texto no Diário Oficialda União clicando aqui.

Todos os direitos são reservados ao Portal tudoradio.com, conforme a lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita são permitidas, desde que contenham os devidos créditos ao Portal tudoradio.com.

Tags: Ministério das Comunicação, habilitação, radiodifusão, Brasília

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista, jornalista e é formado em Direito, com pós graduação em Direito Trabalhista e Tributário. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...









tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.