Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Você tem o hábito de ouvir podcasts?

Enquete

Segunda-Feira, 28 de Janeiro de 2019 @ 07:46

Redes nacionais e rádios locais suspendem suas grades para intensa prestação de serviço sobre Brumadinho

Belo Horizonte - Pontos de coletas de doações, combate à fake news, entre outros serviços, são abordados pelas emissoras 

Publicidade

Após um pouco mais de três anos do desastre de Mariana (com o rompimento da barragem do Fundão), a sociedade brasileira viu mais um grave acontecimento na última sexta-feira (25) com mais uma barragem rompida em Minas Gerais, agora em Brumadinho (Grande Belo Horizonte). E a situação segue mobilizando toda a imprensa na intenção de prestar serviço para a população, seja aquela atingida pela tragédia ou aquela que quer se informar e ajudar de alguma maneira. Para isso, redes jornalísticas suspenderam suas grades normais neste final de semana. Acompanhe:

Ao vivo: clique aqui e acompanhe ao vivo a cobertura das rádios jornalísticas sobre o rompimento da barragem em Brumadinho (MG)

A importância da cobertura local e nacional

Não é apenas um trabalho de relatar o que está acontecendo em Brumadinho ao longo desses dias. O rádio, seja ele no local ou em rede para outras localidades, visa prestar o máximo de informação possível. Exemplo: todas as emissoras que contam com cobertura sobre o caso, estão informando a população sobre doações às vítimas. Mas também alerta sobre golpes, como o fato de que (até o momento) a prefeitura da cidade atingida não havia solicitado ou disponibilizado contas para doações em dinheiro.

As famosas "fake news" (notícias falsas) também estão na pauta. Infelizmente, elas também estão bem difundidas no caso de Brumadinho, com divulgações no WhatsApp de listas falsas de sobreviventes causando confusão e transtornos à população, principalmente à parentes de possíveis vítimas. O rádio, em sua maioria, está alertando e informando sobre esses casos.

Detalhes sobre o trabalho de hospitais, chamamentos para doações de sangue, assistências à animais atingidos pelo rompimento da barragem, palavras de autoridades e os posicionamentos (também questionamentos da imprensa) da mineradora Vale (responsável pela barragem) estão em pauta no rádio.

Ações positivas de voluntários e da sociedade em geral para auxiliar as vítimas também são amplificadas pelas emissoras.

Conscientização

Outro ponto importante que as equipes de jornalismo estão insistindo no caso de Brumadinho é sobre a conscientização da sociedade em relação às responsabilidades nessas tragédias. Por exemplo: constantemente as emissoras estão relembrando em que situação está Mariana (onde a barragem do Fundão rompeu no final de 2015 e causou um impacto inestimável ao meio ambiente, além de mortes no distrito de Bento Rodrigues - praticamente destruído pela tragédia daquele ano e ainda não foi reconstruído por autoridades ou responsáveis pela tragédia).

Nesses dados, as rádios tem informado sobre o andamento dos processos, com os pagamentos parciais de multas por parte dos responsáveis, a ausência de outras punições, o meio ambiente que segue impactado, a falta de assistência financeira às famílias atingidas, reprovação de leis mais rígidas de segurança para barragens por parte de deputados, entre outros pontos sensíveis.

Sinal local

O tudoradio.com já destacou o trabalho intenso realizado pelas rádios de Belo Horizonte, inclusive de FMs que não atuam no formato jornalístico. Emissoras como 98 FM 98.3, Rádio Itatiaia FM 95.7 AM 610, Rádio Super FM 91.7, BandNews FM 89.5, CBN FM 106.1, entre outras, estão com trabalhos intensos sobre Brumadinho, inclusive com geração de conteúdo na internet.

Estações predominantemente musicais, como a Alvorada FM 94.9, contam com vários boletins de jornalismo sobre o rompimento da barragem, prestando serviço.

Detalhe importante: todas essas FMs e AMs da capital mineira cobrem a região de Brumadinho. Ou seja, são cruciais para essa prestação direta de serviço para a população atingida nesta tragédia

Clique aqui e veja a cobertura de rádios em FM na Grande Belo Horizonte, além de ouvir via internet

Redes nacionais de jornalismo

As principais redes nacionais que atuam com jornalismo tiveram sua rotina alterada desde sexta-feira (25) passada, conforme destacado pelo tudoradio.com. Na rede liderada pela BandNews FM 96.9 de São Paulo, por exemplo, todos os blocos e programas que vão ao ar na grade nesses dias foram suspensos, dando espaços para a cobertura em tempo real sobre Brumadinho, através de um trabalho conjunto com a BandNews FM 89.5 de Belo Horizonte, esta que deslocou repórteres para a área da tragédia.

O mesmo acontece com a rede liderada pelas rádios CBN FM 90.5 de São Paulo e CBN FM 92.5 do Rio de Janeiro, esta que conta com todo o trabalho local desenvolvido pela equipe da CBN FM 106.1 de Belo Horizonte. Tanto na CBN, como na BandNews FM, especialistas foram ouvidos sobre Brumadinho (discutindo efeitos possíveis à população e ao meio ambiente e os próximos passos que autoridades e governos devem impor, além de responsabilidades).

A rede Jovem Pan News, liderada pela Jovem Pan News AM 620 de São Paulo, também teve um trabalho especial no final de semana, com plantões, entrevistas e a cobertura no formato multiplataforma da rede, que envolve geração de materiais de texto, vídeo e áudio. A grade da rádio foi alterada, assim como também ocorreu com a rede da Rádio Bandeirantes FM 90.9 de São Paulo (esta que trabalha em conjunto com a sua irmã de grupo, a BandNews FM).


Barragem de Brumadinho após o rompimento / Foto: BBC News

Tags: Pontos de coletas de doações, combate à fake news, entre outros serviços, são abordados pelas emissoras 

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é empresario, jornalista e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 17 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como consultor nas áreas artística e digital.



...


Mais tudoradio.com

tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.