Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Na sua opinião, qual formato de rádio deverá passar por uma maior expansão no número de rádios no mercado brasileiro em 2020?

Enquete

Segunda-Feira, 04 de Março de 2019 @ 07:46

Levantamento: Migração AM-FM segue evoluindo no FM convencional e atinge capitais no final de fevereiro

São Paulo - Teresina e Maceió foram duas capitais que passaram a contar com novas FMs vindas da faixa AM

Publicidade

O tudoradio.com continua mapeando o andamento do processo de migração AM-FM no país. Segundo o levantamento realizado pelo Dials AM/FM do portal, já são 553 novas FMs mapeadas, ou seja, rádios vindas da faixa AM que já tem suas coberturas em FM conhecidas. No final de fevereiro o processo também rendeu novidades à duas capitais nordestinas: Teresina (PI) e Maceió (AL) estão com novas FMs em seus espectros. Acompanhe:

 

Em Maceió, a tradicional Rádio Gazeta AM 1260 iniciou a sua operação em formato experimental na faixa FM, situação percebida na última semana do mês de fevereiro. A estação passou a ser sintonizada em 98.3 FM, onde operará como classe A4 (saiba mais sobre o porte das FMs). 

Há uma curiosidade no mercado alagoano sobre a manutenção do nome Rádio Gazeta na faixa FM, marca tradicional da AM por sua programação esportiva, popular e de jornalismo local. O grupo responsável pela migrante já conta com a Gazeta FM 94.1, outra estação tradicional em Maceió e que possui um formato de programação popular/hits.

Já em Teresina, mais uma migrante AM-FM. Conforme detalhado pelo tudoradio.com na semana passada, a Top FM 90.9 iniciou a sua transmissão em formato experimental, estação fruto do processo de migração da 700 AM. Na faixa AM a emissora atuava como afiliada da Rádio Globo e no FM terá uma grade de formato popular/hits concebida em parceria com a Clube FM 105.5 de Brasília (DF). 

Teresina é uma das capitais com a migração AM-FM em processo mais avançado. Além da futura Top FM, a Grande Teresina já conta com as seguintes migrantes ativas em FM: Rádio Pioneira FM 88.7 (popular/jornalismo), Cocais FM 89.5 (adulto-contemporâneo), Jornal Meio Norte FM 90.3 (jornalismo), Rádio Mix FM 91.5 (jovem/hits - em expectativa) e CBN FM 97.5 (jornalismo). Migrantes AM-FM de cidades vizinhas como Timon e Altos participam dessa lista.

Recomendamos:
> Em enquete, 49% acham importante que a migração AM-FM evite o uso do FM estendido 
> "Segundo adjacente" abre mais canais entre 88.1 FM e 107.9 FM em capitais e no interior da região Sul  

Outra migrante AM-FM que passou a ficar ativa na semana passada foi a Rádio Jornal FM 98.9 de Iguatu, no interior do Ceará.

Todas essas mudanças diárias são acompanhadas e listadas pelo Mapa da Atualização do tudoradio.com.

Já a lista completa de migrantes AM-FM ativas e mapeadas pelo portal no país está disponível aqui!

O levantamento 

O número é relacionado ao levantamento feito pelo tudoradio.com nos dials AM/FM no portal, ou seja, são 553 migrantes AM-FM que tem a sua cobertura em FM já mapeada pela equipe do portal (até o fechamento desta matéria). 

O levantamento completo (inclusive o número de migrantes por estado) pode ser acompanhado aqui. A atualização é diária.

Tags: Levantamento, migração AM-FM, Teresina, Maceió, dial FM, AM, dial

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é empresario, jornalista e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 17 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como consultor nas áreas artística e digital.



...


Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.