Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Ao buscar por uma rádio, que tipo de conteúdo você procura?

Enquete

Sexta-Feira, 07 de Janeiro de 2022 @ 07:46

Tendências | Relatórios apontam crescimento nas receitas de rádio e áudio para 2022

São Paulo - BIA aponta avanço aproximado de 6% para o mercado norte-americano. Já na Austrália, os dados de 2021 apontam um crescimento de 6,5%

Publicidade

O rádio continua acumulando crescimento em receita publicitária em diferentes mercados do mundo, se recuperando da queda observada em 2020, devido ao auge de fechamentos ocasionados pela pandemia da covid-19. O relatório da BIA (Advisory Services Local Advertising Forecast) aponta um avanço próximo a 6% em receita para o rádio dos Estados Unidos em 2022, com destaque para um patamar inédito alcançado com o digital. Já na Austrália, um levantamento de 2021 aponta que o rádio cresceu 6,5% em 2021, país que vive um forte avanço em investimento no áudio digital. Acompanhe:

O relatório da BIA fortalece as previsões anteriores sobre avanços no faturamento de rádio conforme a circulação de pessoas se normaliza nos Estados Unidos. Para 2022, a receita total do rádio aumentará para US $13,54 bilhões, superior ao valor de US $12,79 bilhões em 2021, ou seja, um aumento de 5,9%. O novo número estimado também aproxima o rádio da receita observada no período pré-pandemia, quando registrou US $14,16 bilhões em receitas no ano de 2019. Para se ter uma ideia da queda, o valor visto em 2020 (auge da crise econômica ocasionada pela covid-19) foi de US $11,03 bilhões.

A previsão da BIA também aponta um novo dado relevante para o setor de rádio nos Estados Unidos: pela primeira vez, a indústria de rádio vai faturar mais de US $2 bilhões em receitas digitais, com um total estimado em US $2,17 bilhões. Isso significa um aumento de 15,4% em relação ao valor de US $1,88 bilhão, registrado em 2021.

+ Números de dezembro apontam que o rádio segue como trilha sonora de Natal nos EUA

E do outro lado do Pacífico…

A recuperação de receitas do rádio também é observada em outros continentes, lembrando que cada região do planeta contou com dinâmicas distintas durante a crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. Na Austrália, a indústria de rádio avançou 6,5% em receitas no ano de 2021, segundo dados da SMI AU / NZ (Standard Media Index, relativos ao mercado australiano). 

O mesmo levantamento aponta um avanço significativo em publicidade no áudio digital: na Austrália as receitas desse tipo de entrega de mídia avançaram 51,1% em 2021. Vale lembrar que esse formato é mais amplo, pois envolve qualquer iniciativa em streaming e podcasts (o rádio participa deste mercado). No total, o áudio avançou 9,5% no ano passado.

Os crescimentos percentuais do rádio e principalmente do áudio digital são bem superiores ao investimento publicitário em vídeo digital (4,5%). E o formato áudio (rádio e áudio digital) ficaram bem distantes de negativar na publicidade: a TV australiana recuou -8,4%, impactando no total vídeo (-7,8%).

No total, o avanço da publicidade em mídia na Austrália foi de 2,7% em 2021, ou seja, o rádio ficou acima desta média. 

Qual a razão de olhar para lá fora?

O tudoradio.com costuma observar esses pontos de curiosidade dos números do rádio internacional para mapear possíveis mudanças de hábitos e a manutenção do consumo de rádio em diferentes países. Assim como ocorreu no ano anterior, periodicamente a redação do portal irá monitorar o desempenho do rádio nos principais mercados do mundo e, é claro, fazendo sempre uma comparação com a situação brasileira. E, como de costume, repercutindo também qualquer número confiável sobre o consumo de rádio no Brasil.

Recomendamos:
> Veja aqui mais notícias sobre o atual momento do rádio em diferentes países
> Confira também as principais tendências para o setor de rádio e tecnologia 


Crédito imagem: depositphotos.com

Com informações do portal Radio Online, BIA (Advisory Services Local Advertising Forecast), Radio Today Australia e Standard Media Index (Australia e Nova Zelândia). Colaboração de David Duck

Todos os direitos são reservados ao Portal tudoradio.com, conforme a lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita são permitidas, desde que contenham os devidos créditos ao Portal tudoradio.com.

Tags: Rádio, receita, faturamento, Austrália, Estados Unidos, áudio, áudio digital

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com. Com 20 anos no ar, trata-se do maior portal brasileiro dedicado à radiodifusão. Formado em Comunicação Social pela PUC-PR. Teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Atua como consultor e palestrante nas áreas artística e digital de rádio, tendo participado de eventos promovidos por associações de referência para o setor, como AESP, ACAERT, AERP e AMIRT. Também possui conhecimento na área de tecnologia, com ênfase em aplicativos, mídia programática, novos devices, sites e streaming.



...









tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.