Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Ao buscar por uma rádio, que tipo de conteúdo você procura?

Enquete

Quarta-Feira, 13 de Abril de 2022 @ 10:58

Ranking do Cenp-Meios aponta agências que mais compraram mídia em 2021

São Paulo - WMcCann, Publicis e Africa são as maiores compradoras de mídia do País

Publicidade

O Cenp-Meios divulgou o ranking das agências de publicidade que mais compraram mídia no país em 2021. Segundo o levantamento, WMcCann, Publicis e Africa são as maiores compradoras, segundo dados relativos ao ano passado. O painel consolidado pelo Cenp – Fórum da Autorregulação do Mercado Publicitário mede os investimentos em mídia feitos por cerca de trezentas agências de publicidade de todo o Brasil.

De acordo com o Cenp-Meios, a principal mudança no pódio é a subida da Publicis da quinta colocação em 2020 para a segunda em 2021. No ano passado, a empresa chegou a aparecer em 12º lugar, mas uma nota de esclarecimento divulgada pelo Cenp em outubro corrigiu a informação, adicionando dados dos três últimos meses do ano que apareciam em outro CNPJ. Assim, a agência ocupou o 5º lugar. A WMcCann manteve a liderança também mostrada no ranking relativo a 2020 – o primeiro desta série histórica. Já a Africa passou da segunda para a terceira colocação.

O painel consolidado pelo Cenp – Fórum da Autorregulação do Mercado Publicitário registrou quase R$ 20 bilhões no ano passado em movimentação de mídia. O volume é bastante superior aos dos dois anos anteriores: em 2020, foram R$ 14,2 bilhões provenientes de 217 agências, e, em 2019, R$ 17,5 bilhões, com dados de 226 agências. “Não foi nenhuma surpresa. Aconteceu antes, acontecerá no futuro: sempre que se quer acelerar o fim de uma crise, a publicidade é uma ferramenta indispensável, poderosa e rápida”, diz Luiz Lara, presidente do Cenp.

A lista do Cenp-Meios não menciona os valores de compra de mídia de cada empresa. Além disso, só inclui os nomes das agências que concordaram em participar da divulgação. Embora sem os valores movimentados, o ranking do Cenp-Meios é uma referência importante por considerar as autorizações de veiculação em mídia efetivamente emitidas pelas agências em nome de seus clientes.

No mês passado, o Cenp-Meios divulgou a divisão por meios da compra de mídia entre as agências, com o total apontando crescimento de 38,8% em 2021. É importante ressaltar, que os valores somados pelo Cenp-Meios não representam o total do bolo publicitário brasileiro, pois incluem a movimentação financeira destinada à veiculação de publicidade que passa pelas agências certificadas pelo Cenp e participantes do projeto.

+ Mercado publicitário brasileiro avança em 2021. Rádio cresce mais de 23%, segundo Cenp-Meios

Relacionadas:
Rádio do Reino Unido registra receita histórica em 2021
Três dos maiores grupos de rádios dos EUA continuam divulgando resultados positivos

Com informações do Meio & Mensagem

Todos os direitos são reservados ao Portal tudoradio.com, conforme a lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita são permitidas, desde que contenham os devidos créditos ao Portal tudoradio.com.

Tags: Rádio, Cenp-Meios, Meio & Mensagem, publicidade, investimento

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista e jornalista. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP e como jornalista na Hot 107 FM 107.7 de Lençóis Paulista/SP e na Jovem Pan FM 88.9 e Divisa FM 93.3 de Ourinhos. Também é advogado na OAB/SP e membro do Comitê Jurídico da AESP e da Comissão de Direito de Mídia da OAB de Campinas/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...









tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.