Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Quão importante é para uma estação de rádio FM ter o serviço de RDS ativo, que exibe o nome da estação e outras informações sobre a rádio?

Enquete

Sexta-Feira, 30 de Dezembro de 2022 @ 07:48

Dados de dezembro apontam que o rádio se mantém como trilha sonora de Natal nos Estados Unidos

São Paulo - Nos principais mercados norte-americanos, Nielsen aponta disparada das pontuações das FMs que adotaram o formato natalino em suas grades

Publicidade

A tradição persistiu em 2022: as emissoras de rádio que formato adulto-contemporâneo (e suas variações, como "classic hits", "adult/hits", entre outros) que adotaram novamente o "formato natalino" em suas grades bateram novos recordes de audiência nos Estados Unidos. Ou seja, por mais um ano, o rádio norte-americano foi usado como "trilha de Natal" para as festas de fim de ano em praticamente todos os centros populacionais norte-americanos. Os dados são da Nielsen e apontam os números relativos a dezembro de 2022 (10/11 a 07/12), mas a empresa ainda fará uma medição dedicada especialmente ao período de feriados (Ação de Graças e Natal).

Para se ter uma ideia desse avanço, a Lite FM 106.7 de Nova York, que nos últimos meses oscilava entre a segunda e a terceira colocação geral de audiência, pulou para primeiro em fevereiro, abrindo boa vantagem para as demais FMs medidas pela Nielsen. A emissora foi de uma média de 5.5 a 5.6 nas classificações anteriores, para 7.6 em dezembro (medição eletrônica PPM - Portable People Meter). A tendência é registrar um pico mais elevado na medição específica do período de feriados.

Já sobre o efeito "Natal" no alcance da Lite FM em Nova York, a emissora foi de 3.4 milhões de pessoas em 30 dias na medição de novembro para 3.6 milhões em dezembro, sendo o maior dos Estados Unidos e um dos maiores do mundo. Também existe a possibilidade desse valor disparar na medição relacionada ao período de feriados. 

O efeito "rádios de Natal" foi percebido em todos os principais mercados dos Estados Unidos. Em Los Angeles, a KOST FM 103.5 foi de 5.1 na medição passada (quando brigava nos detalhes pela liderança de audiência) para impressionantes 12.1 em dezembro. Já o alcance disparou de 2.2 milhões em 30 dias para 2.7 milhões de ouvintes em dezembro.

Em Chicago, terceiro maior mercado dos Estados Unidos, a Lite FM 93.9 empatou na liderança geral de audiência em novembro (com 6.0) e disparou em dezembro, com 12.4 na classificação da Nielsen, além de um avanço de 1.4 milhão para 1.9 milhão em alcance de 30 dias. 

Curiosamente, no caso dos três maiores mercados dos Estados Unidos, a tradição natalina está nas mãos de estações no formato adulto-contemporâneo operadas pela iHeartMedia. O que não é o caso do quarto maior mercado: em San Francisco, a KOIT FM 96.5 da Bonneville, superou a tradicional liderança das FMs de jornalismo na praça e pulou de 6.3 para 10.5 nas classificações de audiência, para um alcance de 1.3 milhão em 30 dias (antes com 1.1 milhão).

A programação natalina nas rádios vai além das vinhetas, chamadas e comunicação. Toda a grade musical fica temática para a época, inclusive com alteração de toda a identidade visual da emissora, à exemplo de seu logotipo (veja um exemplo logo abaixo):


Logotipo temático da KOST FM para o período

O que isso significa?

Mesmo com a maior oferta de formatos de mídia, principalmente no digital, o rádio continua mantendo números expressivos nos principais mercados internacionais e também alguns hábitos tradicionais importantes para o setor, como a busca pelos formatos natalinos nos Estados Unidos (país que conta com uma oferta mais madura de serviços de áudio e mídia). Vale recordar que o rádio norte-americano tem um alcance que supera a marca de 90% da população, segundo a Nielsen.

Relacionadas:
Curiosidade: 41 FMs dos EUA contam com um alcance que supera a marca de 1 milhão de pessoas
Números de dezembro apontam que o rádio segue como trilha sonora de Natal nos EUA

E por qual razão olhar para lá fora?

O tudoradio.com costuma observar esses pontos de curiosidade dos números do rádio internacional para mapear possíveis mudanças de hábitos e a manutenção do consumo de rádio em diferentes países. Assim como ocorreu no ano anterior, periodicamente a redação do portal irá monitorar o desempenho do rádio nos principais mercados do mundo e, é claro, fazendo sempre uma comparação com a situação brasileira. E, como de costume, repercutindo também qualquer número confiável sobre o consumo de rádio no Brasil.

Recomendamos:
Veja aqui mais notícias sobre o atual momento do rádio em diferentes países
Confira também as principais tendências para o setor de rádio e tecnologia 

Com informações da Nielsen Audio

Tags: Audiência, alcance, milhões, rádio, dial, Natal, Estados Unidos, Nielsen

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com. Com 20 anos no ar, trata-se do maior portal brasileiro dedicado à radiodifusão. Formado em Comunicação Social pela PUC-PR. Teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Atua como consultor e palestrante nas áreas artística e digital de rádio, tendo participado de eventos promovidos por associações de referência para o setor, como AESP, ACAERT, AERP e AMIRT. Também possui conhecimento na área de tecnologia, com ênfase em aplicativos, mídia programática, novos devices, sites e streaming.



...









tudoradio.com © 2004 - 2024 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do Tudo Rádio:
Tudo Rádio - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.