Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Quão importante é para uma estação de rádio FM ter o serviço de RDS ativo, que exibe o nome da estação e outras informações sobre a rádio?

Enquete

Terça-Feira, 14 de Maio de 2024 @ 19:03

Seminário Internacional debate desafios da radiodifusão no cenário digital

Brasília - Promovido pela ABERT e pela NAB (National Associação of Broadcasters) nos Estados Unidos, o evento debateu a competição na indústria de mídia

Publicidade

Radiodifusores das três Américas se reuniram nesta terça-feira (14) para discutir os desafios do setor em um seminário promovido pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e pela National Association of Broadcasters (NAB). O evento, realizado em Washington DC, contou com a participação de mais de 40 empresários de rádio e TV, além de autoridades políticas e renomadas personalidades do Brasil, Estados Unidos e Canadá.

No centro das discussões, estavam temas cruciais como a competição com as gigantes da tecnologia, a regulamentação da remuneração pelo uso de conteúdo jornalístico, a chegada da Inteligência Artificial, a responsabilização das plataformas digitais pela divulgação de notícias falsas e as regras que regulamentam os serviços digitais.

Curtis LeGeyt, CEO e presidente da NAB, abriu o evento ressaltando o papel vital da radiodifusão em informar, educar e entreter as audiências, além de combater as fake news por meio de um jornalismo baseado em fatos. "Essa conferência é uma oportunidade importante para discutirmos os desafios enfrentados em um mundo onde nosso conteúdo é distribuído por plataformas tecnológicas que competem pelo mercado publicitário", afirmou.

Veja mais:
> ABERT e NAB promovem Summit de Rádio e TV das Américas em Washington (EUA)
> Seminário da AIR no Dia Mundial da Liberdade de Imprensa aborda desafios governamentais e digitais

Flávio Lara Resende, presidente da ABERT, destacou a necessidade de uma regulamentação mais simétrica para as gigantes de tecnologia que atuam como veículos de comunicação. "Essas empresas concorrem diretamente pelo mercado publicitário sem qualquer regulamentação, enquanto as emissoras de radiodifusão enfrentam um rigoroso conjunto de regras", disse.

Paulo Tonet Camargo, conselheiro da ABERT e presidente da Associação Internacional de Radiodifusão (AIR), enfatizou a aprovação de diretrizes para uma legislação que defenda a liberdade de expressão e a democracia em um cenário de novas tecnologias digitais. "A liberdade de expressão deve sempre ser acompanhada de responsabilidade para que não se violem os direitos dos outros", afirmou Tonet.

O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, participou do evento por meio de uma mensagem gravada, na qual destacou a importância de regulamentar a remuneração do conteúdo jornalístico pelas plataformas digitais. "Precisamos modernizar a legislação para criar uma competição justa e reduzir a carga de obrigações sobre a radiodifusão", concluiu.

Carlos Baigorri, presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), ressaltou a importância de criar uma concorrência justa e uma simetria regulatória. "O melhor remédio contra a desinformação é o jornalismo de qualidade", afirmou.


Seminário reuniu associações das três Américas em Washington - Foto: ABERT

Deputado Cezinha de Madureira (PSD-SP), coordenador da Frente Parlamentar em Defesa da Radiodifusão, falou sobre a necessidade de debater as assimetrias regulatórias no Congresso Nacional. "As big techs não podem ocupar o espaço das rádios e televisões sem a devida responsabilidade financeira", pontuou.

No painel mediado por Paulo Tonet Camargo, Shawn Donilon, vice-presidente de relações governamentais da NAB, e Kevin Desjardins, presidente da Associação Canadense de Radiodifusores, discutiram as preocupações com a Inteligência Artificial e as deep fakes no jornalismo. Ambos defenderam uma ação legislativa rápida para lidar com esses desafios.

Brendan Carr, Comissário da FCC (Federal Communications Commission), destacou a necessidade de modernizar a regulamentação da radiodifusão, mencionando que a última atualização da legislação americana foi em 1996. "O mercado se transformou e os radiodifusores estão em desvantagem", explicou.

O evento contou ainda com a presença de diversos representantes brasileiros, como Luiz Arthur Abi Chedid (AESP), Caíque Agustini (AERP) e Marcelo Monteiro (Rede Vida). A ABERT contou com o apoio institucional da AIR, que reuniu representantes de emissoras do Panamá, México, Costa Rica, Venezuela, El Salvador, Argentina e Colômbia, consolidando um encontro de grande relevância para o futuro da radiodifusão nas Américas.

Tags: Rádio, ABERT, NAB, encontro, Wasington, radiodifusão

Compartilhe!

Teste
Carlos Massaro

Carlos Massaro atua como radialista e jornalista. Já coordenou artisticamente uma afiliada da Band FM (Promissão/SP) e trabalhou como locutor na afiliada da Band FM em Ourinhos/SP e na Interativa de Avaré/SP e como jornalista na Hot 107 FM 107.7 de Lençóis Paulista/SP e na Jovem Pan FM 88.9 e Divisa FM 93.3 de Ourinhos. Também é advogado na OAB/SP e membro da Comissão de Direito de Mídia da OAB de Campinas/SP, da Comissão de Direito da Comunicação e dos Meio da OAB da Lapa/SP e membro efetivo regional da Comissão Estadual de Defesa do Consumidor da OAB/SP. Atua pelo tudoradio.com desde 2009, responsável pela atualização diária da redação do portal.



...









tudoradio.com © 2004 - 2024 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.