Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

As declarações de uma autoridade ou pessoa pública podem incentivar a violência contra meios e profissionais de comunicação?

Enquete

Quinta-Feira, 07 de Novembro de 2013 @ 10:41

Cobertura: Tudo Rádio acompanha cerimônia de assinatura de decreto de migração das AMs

Brasília – Presidente Dilma Rousseff sanciona decreto nesta quinta-feira. Acompanhe em Tempo Real.

Publicidade
O Tudo Rádio vai acompanhar a cerimônia de assinatura do decreto que permite a migração das rádios AMs para o espectro FM. A presidente Dilma Rousseff vai sancionar o documento, que será acompanhado pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e radiodifusores de vários estados do Brasil, que integram caravanas de associações estaduais do setor.

A cobertura do Tudo Rádio será por meio desta matéria. Iremos atualizar a cada nova informação que merecer destaque. 

TEMPO REAL - Atualizado minuto a minuto. Acompanhe (atualize a página através do seu navegador) - por Daniel Starck e Carlos Massaro:

12h05 - Em resumo: a expectativa do meio e as análises dos especialistas ouvidos pelo Tudo Rádio serão reafirmadas após o decreto, com os primeiros passos no sentido da migração. Clique aqui e saiba mais.

12h01 - Dilma encerra a cerimônia afirmando que a medida deu uma alternativa para todas as rádios AMs do país. E parabeniza a todos.

12h00 - Dilma agradece a todos os radiodifusores. E afirma que o decreto assinado hoje pode fortalecer e rejuvenecer as rádios AMs.

11h59 - Dilma Rousseff: Os bons comunicadores do rádio são bons comunicadores em outras mídias. - Dilma também destaca a integração do rádio entre diferentes regiões do país, ajudando na unidade nacional e de linguagem.

11h57 - Rousseff: Acredito que o rádio, ainda hoje, seja uma das principais fonte de informação e entretenimento. Muitas pessoas usam o rádio em suas atividades do cotidiano e fazem dele um companheiro com quem dividem a solidão

11h56 - Dilma: Através de um Transglobe, com palha de aço na antena, conseguíamos ouvir rádios internacionais pelo AM. Me considero uma radialista, já que faço um programa Café com a Presidente. Por muito tempo, o rádio terá esse poder de aproximar as pessoas.

11h54 - Tenho uma admiração pelos sonoplastas. Eles que fazem com que conseguíssemos imaginar o que estava sendo tratado. O Brasil ouvia o Repórter Esso. Os fatos só se transformavam em realidade quando eram noticiados pelo Repórter Esso, afirma Dilma

11h54 - O rádio levou ao Brasil as primeiras vitórias brasileiras nas copas de 58 e 62. Foi por ele que ouvimos os jogos do Brasil, lembra Dilma

11h53 - Dilma: Eu vivi minha infância na fase áurea da rádio novela. Me habituei a escutá-las na infância com minha mãe e minha tia.

11h51 - "Como todos de minha geração, tenho boas lembranças sobre o rádio. Escutei o rádio antes de ler e acredito que o fato do rádio levar a cada um de nós a imaginar, tenha sido o responsável pela paixão pela leitura", afirma Dilma

11h51 - Dilma: Quando o assunto é rádio, as pessoas falam de suas histórias, pois o rádio fez parte da sua vida de seus ouvintes

11h50 - A presidente também afirma que a ação vai permitir que as rádios façam suas transmissões por meio de aplicativos para smartphones e vai ajudar o meio a confirmar sua condição

11h49 - Dilma afirma que migração que acabou de autorizar vai melhorar a qualidade de transmissão, com menos ruído e interferência e vão manter e aumentar seus ouvintes, também aumentando o poder de negociação das emissoras na área comercial.

11h47 - Em muitas pequenas localidades, são as rádios que servem de conexão entre as pessoas e seu país. - Dilma

11h44 - Dilma: Quero cumprimentar todos os radialistas pelo Dia do Radialista. Ao assinar o decreto, faço justiça de milhares de radialistas das rádios AMs

11h43 - Dilma Roussef assina o decreto neste momento. E inicia o seu discurso.

11h42 - Bernardo afirma sobre o maior cuidado que o governo deve ter em relação ao meio e as novas tecnologias. O ministro também confirma a expectativa do meio em relação as questões técnicas já abordadas pelo Tudo Rádio.

11h40 - Bernardo explica sobre a parte técnica - Na hipótese de não haver canais de FM em algumas cidade, iremos utilizar os canais 5 e 6 simultaneamente por mais 5 anos

11h40 - Bernardo: Aqueles que quiserem ficar com o AM e desejaram a expandir, devem se manifestar.

11h38 - O ministro cita o exemplo dos rádios automotivos que não possuem mais a opção de sintonia da faixa AM, assim como lembrou Slavieiro sobre os celulares com rádio.

11h37 - Ministro Paulo Bernardo: Desde 2011, nosso trabalho é simplificar os processos e nossos constantes diálogos com o setor visa a massificação da radiodifusão com qualidade

11h35 - Estamos escrevendo mais uma página na história do setor. O rádio tem um lugar cativo na história deste país - afirma o Ministro

11h34 - Ministro Paulo Bernardo fará uso da palavra e cumprimenta os presentes

11h32 - A Abratel lança hoje a campanha Eu amo o rádio e entrego essa camiseta à presidente Dilma Rousseff

11h32 - Luiz: A Abratel vem hoje abraçar a Abert. Hoje não somos concorrentes, Somos radiodifusores e comemoramos essa parceria

11h31 - A partir de hoje as rádios AMs passam a ter capacidade de voltar a trabalhar pela sociedade. Hoje é um marco divisor na história do rádio brasileiro, diz Luiz Claudio

11h30 - Hoje marca o resgate do rádio AM que estava a mingua, afirma Luiz Claudio.

11h28 - A integração nacional criada pelo rádio é um dos destaques das palavras de Luiz Claudio, assim como afirmou Slavieiro

11h27 - Luiz Claudio Costa, da Abratel, tem a palavra e parabeniza as autoridades presentes

11h25 - Qualidade do AM é cada vez pior e o ouvinte não quer isso. Mais de 98% dos equipamentos que serão comprados serão nacionais, afirma Saad.

11h23 - João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes e diretor da Abra, passa a ter a palavra após o discurso de Slavieiro

11h22 - Slaviero cita a flexibilização do horário da Voz do Brasil como um dos pontos fundamentais para o rádio do país, considerando esse ato e a da migração como as principais ações para o meio.

11h21 - Os principais beneficiários serão as rádios médias e pequenas, empresas optantes pelo Simples Nacional. 79% das rádios AMs faturam até R$ 50 mil e sabemos que tem importância para suas regiões.

11h19 - Fazemos um reconhecimento público ao ministro Paulo Bernardo que colocou sua equipe para tratar da migração, diz Slaviero.

11h18 - A qualidade do áudio e a presença de ruídos foi fator fundamental no declínio do AM, afirma Slaviero. A saída para o AM seria a digitalização, porém testes comprovaram que essa não seria a melhor saída, afirma o presidente da Abert.

11h16 - Slaviero considera a assinatura da migração o ato mais importante para o rádio AM nos últimos 50 anos.

11h14 - Daniel Slaviero, presidente da Abert, inicia a cerimônia.

11h11 - É executado o Hino Nacional. A presidente Dilma Rousseff já está presente no local para a assinatura

11h05 - Segundo Paulo Bernardo (Ministro das Comunicações), o objetivo do governo com esse decreto é melhorar a qualidade e a audiência de rádios locais, principalmente em grandes centros urbanos, como nos casos do Rio de Janeiro e São Paulo.

11h03 - Apesar da migração não ser obrigatória, a expectativa é que a maioria dos radiodifusores da faixa AM optem pela mudança para o dial FM.

10h59 - O evento está próximo de seu início. Meios de comunicação, assim como o Tudo Rádio, já estão no local cobrindo o evento e ouvindo as expectativas do setor. O discurso comum é sobre a melhora na qualidade de transmissão que as AMs terão na faixa FM.

10h57 - A expectativa do Ministério é de que haja mais disponiblidade de espectro para as FMs à medida que emissoras de TV migrarem para o sinal digital, liberando espaço no dial FM.

10h52 - Nessa semana o Tudo Rádio bateu um papo com Eduardo Cappia, diretor e membro do comitê técnico da Aesp. Saiba o que esperar da migração das AMs e como será esse processo. Clique aqui!

10h48 - Segundo o ministério, as rádios terão um ano, a partir da assinatura do decreto, para solicitar a migração. Ao receber o pedido, o ministério vai analisar se há espaço no espectro da região onde a rádio opera e, se houver, vai liberar a emissora para atuar no novo sistema.

10h43 - As rádios que aderirem à mudança vão fazer um investimento total de cerca de R$ 100 milhões, segundo estimativas da Abert. Isso em novos transmissores e outros equipamentos.

10h41 - De acordo com Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert), a expectativa é de que 90% das 1,8 mil rádios comerciais AM se transfiram para a frequência FM.

10h41 - A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) irá transmitir a cerimônia, que poderá ser retransmitida por emissoras interessadas. A Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e TV (Abert) disponibilizou um link que poderá ser utilizado para a retransmissão.

10h40 - Autoridades e empresários já estão presentes no local que será realizada a cerimônia, marcada para as 11h00 (horário de Brasília).
Tags: Migração, assinatura, rádio, Dilma, Brasília

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...







Mais tudoradio.com



tudoradio.com © 2004 - 2020 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.