Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Seja pelo celular, rádio do carro ou receptor tradicional… você já tem algum receptor de rádio com FM estendido (a partir de 76.1 FM)?

Enquete

Sexta-Feira, 30 de Novembro de 2018 @ 07:44

O Rádio hoje | Estudo da Nielsen destaca o papel da mídia de Rádio em públicos específicos

São Paulo - Como a publicidade de rádio pode impactar em públicos-alvos definidos através de estratégias combinadas entre diferentes plataformas

Publicidade

Um novo relatório realizado pela Nielsen, principal instituto de pesquisas sobre comportamento e consumo nos Estados Unidos, destaca que o consumo de mídia naquele país segue em alta e tem características únicas em cada plataforma. E o destaque do meio rádio fica por conta do alcance, onde ele é líder geral. O levantamento mostra como o rádio pode completar de maneira efetiva qualquer campanha publicitária, inclusive as mais segmentadas.

Pensando no rádio como uma mídia de massa (fato óbvio devido o seu alcance), a Nielsen estudou o comportamento do consumo de cada plataforma com base em um nicho especifico (um público-alvo avançado), como proprietários de cães. Nessa amostra, o alcance do rádio  vai para 93%, enquanto a TV registra um valor de 91% (plataformas de maior alcance entre a população geral).

O recorte é importante para exemplificar como combinar as plataformas numa campanha específica, neste caso direcionada à proprietários de cães. Lembrando que cada mídia possui hábitos bem específicos em seus consumos. A partir do recorte, o estudo da Nielsen considera as seguintes perguntas:

- O que acontece quando a mídia é misturada?
- A TV alcança os mesmos consumidores que o rádio?
- Qual é a sobreposição? Que alcance único o rádio traz? E quanto ao rádio com celular?
- Qual valor incremental o rádio nacional traz para outras combinações de mídia?

Segundo o relatório da Nielsen, os profissionais de marketing podem ver que o rádio fornece um potencial de alcance incremental para quase todos os meios, porque muitos americanos sintonizam das estações semanalmente. 

Recomendamos:
> Daniel Starck: A nova economia aposta na "mídia tradicional" e nos dá dicas de como o rádio pode ser relevante
> "How Radio Works": Novos estudos explicam qual é o papel do rádio AM/FM para anunciantes 

O levantamento aponta que a publicidade no rádio pode ajudar a preencher as lacunas de uma campanha e atingir consumidores que não foram impactados por outra plataforma. Por exemplo, telespectadores leves (aqueles que passam apenas uma pequena quantidade de tempo assistindo TV a cada semana) podem ser acessados de forma muito eficaz por rádio, ampliando assim o impacto da campanha.

Líder em alcance nos Estados Unidos, o meio rádio conta com 92% da população norte-americana ouvindo semanalmente as estações FM e AM. A Nielsen ainda destaca que o consumo médio de mídia entre os norte-americanos é de 11 horas diárias.

Tags: Rádio, pesquisa, publicidade, plataformas, investimento

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.