Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Seja pelo celular, rádio do carro ou receptor tradicional… você já tem algum receptor de rádio com FM estendido (a partir de 76.1 FM)?

Enquete

Segunda-Feira, 09 de Agosto de 2021 @ 10:49

O Rádio Hoje | Grupos de rádios dos EUA divulgam forte recuperação financeira em receitas on e offline

São Paulo - iHeartMedia, Audacy e Beasley destacam seus avanços em receita a partir do segundo quadrimestre de 2021

Publicidade

Recuperações generalizadas em receita estão presentes nos balanços divulgados pelos principais grupos de rádio nos Estados Unidos. O indicativo é importante para o setor em todo o planeta, pois aponta crescimento nas frentes de transmissão terrestre (FM e AM), redes de rádio (distribuição de conteúdos para rádios) e no digital (streaming, podcasts, entre outros). Os dados são relativos ao segundo quadrimestre de 2021, quando o mercado norte-americano passou a contar com uma maior circulação da população devido ao avanço da vacinação contra a covid-19. Executivos chegaram a apontar a vacina como processo chave na recuperação do rádio.

A iHeartMedia, maior grupo de rádios dos Estados Unidos, registrou os resultados a seguir, por quadrimestre: -47% (Q2 2020), -25% (Q3 2020), -17% (Q4 2020), -7% (Q1 2021) e + 78% (Q2 2021). Ou seja, após fortes quedas no auge da pandemia do novo coronavírus (este auge foi em 2020 para os EUA), a queda foi desacelerada no primeiro quadrimestre deste ano, seguida de forte avanço no segundo. 

Os dados referentes à transmissão de rádio (FM e AM) da iHeartMedia avançaram 84,9%, totalizando US $451,1 milhões. Outros negócios de transmissão, como a operação de rede, cresceram 28,3%, com a Premiere Networks avançando 13%. 

Essas frentes, que incluem a transmissão via dial FM/AM, são chamadas de Multiplatform Group. A plataforma Smart Audio está inserida dentro dessa parte da iHeartMedia. Trata-se de uma ferramenta que vende inventário de transmissão de rádio por meio de impressões e cortes de audiência. As receitas da plataforma Smart Audio dispararam 95% ano a ano no segundo trimestre, segundo a iHeartMedia.

Já a receita digital da iHeartMedia também seguiu avançando, estando já na casa dos três dígitos. Essa frente é chamada de Audio Digital Group, esta que disparou 112%, com ganhos de 188% em algumas frentes. O setor digital estancou a queda em 2020 e acompanhou o crescimento em 2021. Para se ter uma ideia, a frente de podcasts avançou 152% ano após ano. Essa área da iHeartMedia envolve streaming de rádio, streaming de música on-demand, podcasts e anúncios digitais em áudio, video e display.

Em resumo, a iHeartMedia aumentou sua margem de lucro: a unidade digital teve uma ampliação de 25% para 27% em 2021, sendo 20% no segundo trimestre de 2020. E o grupo Multiplataforma para 30%, de 21% no primeiro trimestre e acima de 4 negativo % no 2º trimestre de 2020. 

O grupo relatou assim um aumento de receita de 77% ano a ano para US $862 milhões no segundo trimestre de 2021, superando sua projeção anterior de era de +65%. A iHeartMedia também registrou uma redução de 50% nos custos imobiliários. O tudoradio.com chegou a noticiar sobre a redução das estruturas físicas da empresa como uma forma de otimizar suas operações e adaptar o grupo para a nova realidade.


Fachada da iHeartMedia em São Francisco - Califórnia / Crédito: depositphotos.com

Audacy (a antiga Entercom) e Beasley também avançam

Quem também avançou foi a Audacy, segundo maior grupo de rádios dos Estados Unidos. Conhecida como Entercom até março deste ano, a empresa registrou que sua receita total aumentou 73% ano a ano para US $ 304,5 milhões, em comparação com US $ 175,9 milhões no segundo trimestre do ano passado, este que foi impactado pela pandemia da covid-19.

Segundo o relatório da Audacy, a receita à vista quase dobrou para US $202,8 milhões, um aumento de 98% em relação aos US $102,5 milhões. Já a receita digital cresceu 41% para $58,4 milhões de $41,3 milhões, impulsionada pelo crescimento em podcast, áudio digital / streaming e soluções de marketing digital. A receita da rede da Audacy aumentou 23% para US $20,6 milhões, de US $16,7 milhões. Patrocínios e eventos aumentaram 50% para US $10,8 milhões de US $7,2 milhões, segundo o relato da empresa. Houve um registro de lucro de $39,9 milhões, em comparação com uma perda de US $20 milhões no 2º trimestre de 2020.

Outra que apontou uma recuperação consistente foi a Beasley Media, com uma receita total que aumentou 96,1% para US $59,6 milhões, tendo mais as vendas locais de spot no ar crescendo 116% e as nacionais aumentando para 121%. Os ganhos foram generalizados em todos os 15 mercados da empresa, segundo reportagem do Inside Radio.

Os números dos grupos colaboram com as previsões positivas relacionadas à recuperação financeira para o rádio em 2021.

Recomendamos:
> Rádio representa 76% de todo conteúdo de áudio com anúncios. Agências superestimam serviços de streaming
> Rádio já tem venda baseada em impressões, mas busca diferenciar seu valor na comparação com o digital
> Com crescimento do streaming, anúncios programáticos em áudio devem avançar
> Rádio dos EUA cresce de novo em ouvintes e está muito próximo do período pré-pandemia

Tags: Financeiro, faturamento, receitas, digital, streaming, dial, FM, AM, Estados Unidos

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.