Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Em 2023, você se imagina ouvindo rádio de que maneira?

Enquete

Quinta-Feira, 28 de Abril de 2022 @ 07:31

Tendências | NAB Show 2022: CEOs de gigantes do rádio nos EUA afirmam que o rádio está apenas no começo de sua transformação digital

Las Vegas (EUA) - Segundo líderes da iHeartMedia e da Audacy, o rádio continuará embarcando nas novas tecnologias e a transmissão AM/FM deverá ser preservada, com investimentos

Publicidade

Na última segunda-feira (25), em painel realizado durante as conferências do NAB Show 2022, dois líderes das maiores empresas de rádio dos Estados Unidos debateram o momento atual do veículo e sua transformação perante o digital. Na palestra “Transformando o Rádio no Renascimento do Áudio”, David Field (CEO da Audacy, antiga Entercom) e Bob Pittman (cofundador e CEO da iHeartMedia) afirmaram que "indústria do rádio continua a abrir espaço para si mesma – reimaginando as operações, destacando sua importância em tempos de crise e pegando novas tecnologias pelas lapelas".

Segundo reportagem de veículos especializados, os dois executivos mostraram que tiveram que aceitar e embarcar na mudança de seus negócios, tornando seus produtos mais maleáveis para vários meios de distribuição, se afastando de "velhas normas" para adotar novas. Isso foi necessário após dois anos de pandemia da covid-19, onde alterações nos hábitos de consumo de conteúdo foram aceleradas. A aceitação às mudanças foi necessária para sobreviver e, posteriormente, avançar.

Segundo o CEO da iHeartMedia, a pandemia também ofereceu maiores oportunidades de ouvir, especialmente com o surgimento de tecnologias emergentes e plataformas de áudio, como smart speakers e podcast. "A sensação que tenho é que estamos apenas começando, que temos tremendas oportunidades, que do lado dos ouvintes, você está escolhendo pessoas que no ano anterior valorizavam a paz e a tranquilidade, e agora que têm paz e tranquilidade querem algo, e (a indústria de áudio) é a beneficiária disso", afirma Pittman.

Field, da Audacy, também compartilha dessa visão de Pittman. “Estamos à beira da melhor era para o rádio… a extraordinária explosão de conteúdo e experiências que agora estamos oferecendo aos ouvintes através da tecnologia, estamos à beira do rádio e do áudio avançando e entregando ótimos resultados", afirmou o executivo

Pittman também destaca que o desafio para o rádio não é permanecer relevante. “Acho que o desafio para nós será apenas monetizar da melhor maneira possível”, disse ele. Visão esta compartilhada por Field, que afirmou que é hora de o rádio obter sua “quota justa” de publicidade, algo que, segundo o executivo da Audacy, impede a indústria de atingir todo o seu potencial.

+ O negócio de rádio de hoje é diferente daquele de 2019, indica painel no NAB Show 2022

“Não conseguimos decifrar esse código”, disse Field. “É isso que me mantém acordado à noite – que historicamente não conseguimos fazer isso como indústria (...) questionamos a eficácia do que fazemos (...) Nós somos nosso pior inimigo. Mas com os produtos extraordinários que oferecemos ao nosso público, estamos à beira do rádio e do áudio avançando”, afirma David.

Ou seja, o rádio precisa se tornar mais relevante para a publicidade na visão dos executivos, com os investidores finalmente entendendo a importância do meio perante a população. Em resumo, "a indústria precisará tornar o rádio relevante para todos os clientes e tornar-se 'amigável' para publicidade".

Essa visão é possível a partir de uma série de estudos recentes que mostram que o rádio permanece no topo da lista em termos de confiança e influência. Pittman afirmou que, durante a pandemia, o rádio criou um vínculo mais profundo com o público e, por sua vez, aumentou seu valor, continuando a proporcionar uma presença reconfortante nestes tempos incertos, “fazendo companhia às pessoas” ao dirigir, por exemplo. “Somos nós que estamos naquele assento vazio ao lado deles”, diz o líder da iHeartMedia durante o painel.

Os dois executivos afirmaram, segundo a mídia especializada, que "os fortes relacionamentos pessoais das estações de rádio com os consumidores contribuem para seus níveis mais altos de confiança – inestimável tanto na vida cotidiana quanto em tempos de crise – e isso é algo que nenhum dos CEOs está disposto a sacrificar".

 “O rádio é o meio mais confiável por ser múltiplo maior que o social. E acho que viver essa experiência e fazer companhia às pessoas, em alguns casos mantendo-as sãs, acho que há um relacionamento que será para sempre, seja qual for o vínculo, permanece", afirma Pittmann.

“Desempenhamos um papel muito importante nesta sociedade”, afirma o líder da Audacy, que completa dizendo que “é central que mantenhamos a integridade de nossas estações de transmissão", se referindo à importância da operação das estações de rádio AM e FM nos Estados Unidos.

Relacionadas:
> Wall Street: Rádio é o meio de alcance mais econômico e tem boa perspectiva futura
> Rádio AM/FM segue líder entre os formatos de áudio que contam com anúncios. Plataformas de streaming não avançam
> Três dos maiores grupos de rádios dos EUA continuam divulgando resultados positivos 
> Relatórios apontam crescimento nas receitas de rádio e áudio para 2022

+ Confira aqui todas as matérias publicadas sobre o NAB Show 2022


Bob Pittman (iHeartMedia) e David Field (Audacy), no NAB Show 2022 / crédito: RadioInfo Australia

Com informações do NAB Amplify e do portal Radio World

Todos os direitos são reservados ao Portal tudoradio.com, conforme a lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita são permitidas, desde que contenham os devidos créditos ao Portal tudoradio.com.

Tags: Nab Show 2022, painel, rádio, Estados Unidos, Las Vegas, congresso, iHeartMedia, Audacy

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com. Com 20 anos no ar, trata-se do maior portal brasileiro dedicado à radiodifusão. Formado em Comunicação Social pela PUC-PR. Teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Atua como consultor e palestrante nas áreas artística e digital de rádio, tendo participado de eventos promovidos por associações de referência para o setor, como AESP, ACAERT, AERP e AMIRT. Também possui conhecimento na área de tecnologia, com ênfase em aplicativos, mídia programática, novos devices, sites e streaming.



...









tudoradio.com © 2004 - 2023 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.