Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Quarta-Feira, 30 de Janeiro de 2019 @ 07:44

Curiosidade: Faixa AM de São Paulo convive com mudanças na ocupação de seu espectro

São Paulo - Problemas de sinais em AMs ativas e saída da Rádio Gazeta abrem "espaços" na faixa AM

Publicidade

Atualizado às 10h23 (30/01) - O mercado de rádio brasileiro está experimentando um esvaziamento da faixa AM, situação esta motivada pela migração de estações AMs para o dial FM. A situação já era prevista e é uma intenção clara do setor de priorizar as atividades em FM, esta com maior oferta de receptores e menor volume de interferências elétricas. Porém, antes mesmo do processo de migração AM-FM, o mercado de São Paulo tem observado situações atípicas, estas que estão impactando na ocupação do dial AM. Acompanhe:

A ocupação da faixa AM na capital paulista começou a mudar a partir do segundo semestre do ano passado, quando o Sistema Globo de Rádio decidiu desativar suas emissoras AMs (estas que possuem seus projetos replicados em sintonias FMs), fato que também impactou no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. Em São Paulo ocorreu o desligamento da 780 AM (antiga Rádio Excelsior, que atuava como CBN), mas o SGR decidiu manter a atividade da Rádio Globo AM 1100 por tempo indeterminado.

Na segunda-feira (28) foi a vez da Rádio Gazeta AM 890 tomar uma decisão semelhante: resolveu desativar sua operação na faixa AM e permanecer apenas via internet, já que a estação mantida pela Fundação Cásper Líbero não conta com sua grade replicada em FM. Assim como a decisão do Sistema Globo de Rádio, a opção da Rádio Gazeta pegou o mercado de surpresa. 

Outra emissora que também está desativada é a Rádio Nova Difusora AM 1540, estação sediada e voltada à Osasco (Grande São Paulo). Neste caso não houve comunicado oficial na rádio e na internet. Não há trabaho na internet neste caso. 

Há uma expectativa do mercado paulista de que essas estações retornem como FM, assim que o processo de migração evoluir para o FM estendido (76 a 88 MHz).

Temporais também estão interferindo na rotina do AM

Paralelo a isso, "agentes externos" também tem interferido de forma severa na ocupação da faixa AM. Temporais que atingiram São Paulo no mês de dezembro contribuíram com a praticamente interrupção do sinal da Rádio Cultura Brasil AM 1200 (está ativa, mas com cobertura bem reduzida). A torre da estação caiu após um temporal, segundo comunicado emitido pela Rádio Cultura Brasil. Também há relatos de problemas na cobertura regional da Rádio Bandeirantes AM 840, atingida por temporais. 

Veja as matérias relacionadas:
Plantão exclusivo: Rádio Gazeta interrompe a sua operação no AM de São Paulo
> "Donos de rádios nunca pensariam em devolver AMs simplesmente para economia de gastos", afirmam gestores 
> Rádio Cultura Brasil opera com potência reduzida após queda de torre em São Paulo
> Exclusivo: AMs do Sistema Globo de Rádio serão desligadas em setembro. Apenas a 1100 AM segue no ar 

Situações semelhantes foram observadas em outros locais: em Salvador, por exemplo, a torre da Rádio Excelsior AM 840 desabou após fortes ventos atingirem sua estrutura. A emissora conta com repetição em 106.1 FM. E, entre dezembro e janeiro, a Rádio Iguassu Paranaense AM 830 de Araucária (Grande Curitiba) também contou com problemas em sua cobertura, rádio que já retomou a sua operação normal.

Migração AM-FM em São Paulo

Assim como em outros grandes centros brasileiros e locais de grande ocupação da atual faixa FM (de 88.1 FM até 107.9 FM), a migração das AMs na Grande São Paulo será em faixa estendida (FMe, iniciada em 76 MHz). O processo ainda depende da canalização nessa faixa, sem previsão e com expectativa de que isso seja feito em 2019.

Recentemente, especialistas apontaram falta de vontade política para conclusão do processo de migração AM-FM em evento realizado pela SET em Goiânia. Vale lembrar que São Paulo já contou com testes bem sucedidos da ocupação da faixa FMe, trabalho realizado em 2014 com a repetição da Jovem Pan AM 620 em 84.7 FM.

Clique aqui e veja a lista de AMs e FMs ativas na Grande São Paulo
 

Tags: rádio, faixa AM, faixa estendida, São Paulo, desligamentos, Rádio Gazeta, espectro

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é empresario, jornalista e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 17 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como consultor nas áreas artística e digital.



...


Mais tudoradio.com

tudoradio.com © 2001 - 2019 | Todos os direitos reservados
Marcas que pertencem ao tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.