Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Seja pelo celular, rádio do carro ou receptor tradicional… você já tem algum receptor de rádio com FM estendido (a partir de 76.1 FM)?

Enquete

Quarta-Feira, 07 de Abril de 2021 @ 07:29

O Rádio Hoje | Rádio FM/AM segue dominando entre as plataformas de áudio que possuem anúncios

São Paulo - Liderança do rádio segue ampla mesmo com os efeitos da pandemia do novo coronavírus. Podcasts crescem a assumem a vice-liderança geral

Publicidade

É fato que o áudio digital está em expansão e várias pesquisas sobre os hábitos de consumo dos ouvintes apontam esse cenário. Mas também é fato que o rádio AM/FM segue resiliente nos atributos que o mantém como uma mídia de destaque. Em um recorte do levantamento Share of Ear, o rádio continua dominante entre todas as plataformas de áudio que carregam alguma publicidade. Nos Estados Unidos, o rádio é responsável por 74% de todo o tempo gasto com áudio suportado por anúncios, ou seja, um número que é 19 vezes superior a plataformas como o Spotify. Acompanhe os dados:

Os dados são da Edison Research e foram analisados pela Westwood One. Eles consideram o levantamento Share of Ear do quarto trimestre de 2019 versus o mesmo período em 2020. E o rádio manteve uma ampla liderança na divisão entre todas as plataformas de áudio que contém anúncios / publicidade. Era 79% em 2019 e foi para 74% no ano seguinte. Apesar da retração, ela ainda mantém uma ampla liderança do rádio FM/AM, mesmo com o forte avanço das plataformas digitais.

Também é importante destacar o avanço do podcasts. No período pré-pandemia do novo coronavírus esse formato de áudio carregava 6% de todo o consumo de áudio com anúncios (quarto trimestre de 2019). E no dado do ano seguinte foi observado um forte avanço, indo para 12%. Isso significa que os podcasts passaram a ser a segunda plataforma de maior consumo entre todos os formatos de áudio que carregam anúncios.

Uma reportagem do portal Inside Radio destaca que "os números refletem apenas plataformas suportadas por anúncios e excluem fontes de áudio, como músicas próprias e ofertas sem anúncios e com base em assinatura do Spotify, Pandora e SiriusXM. Mas mesmo quando esses são incluídos, a transmissão de rádio reteve a maior parte da audição de áudio de qualquer mídia com 39% no quarto trimestre de 2020", informa a matéria. Outro ponto é que parte do compartilhamento do Spotify com anúncios inclui a audição de podcast (14% do consumo do Spotify é para podcasts, segundo a Edison).


Liderança do rádio entre todas as plataformas de áudio que contam com anúncios

Relacionada:
> Rádio AM/FM domina o volume de publicidade em áudio nos Estados Unidos. Números rebatem percepção de agências
> GroupM estima crescimento de 7,6% para o rádio em 2021 e destaca que o áudio digital pode ser estratégico

Domínio no carro e presente no último momento de decisão do consumidor

A análise da Westwood One sobre o recorte do Share Of Ear sobre áudio com anúncios lembra que, apesar do impacto da pandemia, o rádio permanece dominante no carro, com uma participação de 88% do áudio suportado por anúncios entre pessoas com mais de 18 anos, inalterado desde o quarto trimestre de 2019. O valor registrado no ano passado ficou ligeiramente abaixo da marca de 90% desde que Edison começou o estudo Share of Ear em 2015. "O rádio AM / FM é o responsável pela 'última milha' das viagens de compras antes que as compras sejam feitas", destaca Pierre Bouvard, Chief Insights Officer da Cumulus Media / Westwood One.

Outro ponto de destaque da análise da Westwood One é referente a duplicação de audiência entre 25-54 anos de idade em podcasting, streaming de rádio AM / FM e rádio AM / FM via ondas e o alcance incremental que os anunciantes podem obter ao combinar essas plataformas. Entre aqueles que estão ouvindo streaming de rádio AM / FM, dois terços também ouvem rádio AM / FM pelo ar. Com esse alto grau de duplicação de audiência, Westwood diz que adicionar streaming de rádio AM / FM ao rádio AM / FM sem fio gera um aumento de 6% no alcance incremental.

E mais: a análise sugere que há menos duplicação de audiência entre streaming AM / FM e podcasting, com 36% das audiências de streaming de rádio AM / FM também consomem podcasts. Isso significa que adicionar streaming de rádio AM / FM aos podcasts gera um aumento de 36% no alcance incremental. E cerca de 62% dos ouvintes de podcast também ouvem rádio AM / FM, o que significa que adicionar podcasting ao rádio AM / FM gera um aumento de 12% no alcance incremental.

Segundo Pierre Bouvard, os anunciantes não podem deixar de incluir o rádio AM/FM se tiverem alguma estratégia de publicidade em áudio.


Divisão dos consumos de áudio (destaque para rádio AM/FM pelo ar ou streaming e também podcasts) e suas combinações

Share of Ear:
> Rádio segue na liderança de consumo de mídia em automóveis nos Estados Unidos
> Share of Ear: Novo rádio? Edison aponta que 30% de toda audição de áudio ocorre em dispositivos móveis

Com informações da Westwood One e do portal Inside Radio

Tags: Rádio, consumo, publicidade, audiência, anúncios, podcast, Share of Ear

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.