Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

O retorno da propaganda partidária gratuita no rádio vai auxiliar a sua escolha nas eleições de 2022?

Enquete

Segunda-Feira, 13 de Dezembro de 2021 @ 07:31

O Rádio Hoje | Streaming de rádio e podcasts ampliam suas participações na publicidade em áudio

São Paulo - Rádio AM/FM perde parte do share em transmissão terrestre, mas permanece na liderança isolada e ganha com crescimento em sua distribuição digital

Publicidade

A depender da interpretação da notícia, terá aqueles que serão pessimistas com a informação que o rádio AM/FM via ondas terrestres diminuiu a sua liderança quando o assunto é plataforma de áudio com veiculação de anúncios. Mas, a notícia em si é positiva: além da manutenção da ampla liderança, a indústria de rádio viu um forte crescimento de anúncios no streaming das emissoras. Ou seja, o share diminuiu no offline, mas avançou no online. Podcasts, outra importante forma de distribuição de conteúdo em áudio, também cresceu. Acompanhe o panorama do levantamento Share of Ear, da Edison Research.

Os dados são da pesquisa Share of Ear, recém-lançada pela Edison Research, relacionada ao terceiro trimestre deste ano. E eles foram destrinchados pela Cumulus Media, que buscou entender os movimentos observados na partilha do total de anúncios veiculados em plataformas de áudio. No geral, o rádio AM/FM (considerando apenas a transmissão terrestre) é responsável por 60% de todo o volume de publicidade veiculada em áudio nos Estados Unidos, o que resulta numa ampla liderança do meio, considerando o público adulto entre 25 a 54 anos.

Porém, há queda nesse share do rádio. Para se ter uma ideia, em 2017, o rádio AM/FM correspondia por 73% desse volume, ou seja, ocorreu uma "erosão" nessa participação segundo classificação feita por Pierre Bouvard, Chief Insights Officer da Cumulus (Westwood One). Porém, o rádio norte-americano já previa um crescimento do consumo de áudio digital e, com isso, uma parte da verba publicitária tendia a migrar para esses novos formatos.

O resultado foi uma intensa promoção dos conteúdos de áudio digital por parte das emissoras de rádio dos Estados Unidos. Os principais grupos do setor investiram na produção e distribuição de podcasts, além de fortalecer a presença do streaming ao vivo das rádios em diferentes plataformas e dispositivos. O resultado: é possível afirmar que o rádio saiu com um novo saldo positivo nesse cenário: liderança na veiculação de anúncios em áudio via ondas de rádio, crescimento de publicidade no streaming e também nos podcasts.

O Share of Ear revela que o streaming de rádio avançou de 6% para 11% na partilha do bolo de publicidade veiculada em áudio, comparando os períodos de 2017 (terceiro e quarto trimestres daquele ano) com a pesquisa atual (terceiro trimestre de 2021). Já os podcasts avançaram de 6% para 14% neste mesmo período. Lembrando que esse formato de áudio é amplamente trabalhado pelas emissoras norte-americanas.

+ Em estudo, 82% dos anunciantes afirmam conseguir atribuir uma venda à campanha em áudio

E as previsões estavam corretas até o momento: o streaming de rádio e os podcasts ganharam em participação em anúncios veiculados via áudio nos Estados Unidos, diferente das plataformas de música como Spotify e Pandora, que contam com essa distribuição em suas contas gratuitas.

"Houve um pouco de erosão, pois o Pandora caiu dois pontos e eles estão em constante colapso. O SiriusXM adicionou dois pontos de compartilhamento e o Spotify realmente não cresceu", disse Bouvard, em seu relatório. "A maior parte do crescimento do Spotify veio de seu serviço de assinatura sem comerciais, mas isso não faz bem ao anunciante", completa o executivo da Cumulus.

Outro ponto a favor do rádio segue no crescimento do streaming das emissoras, segundo Pierre. “Olhando para o futuro, sem dúvida AM / FM continuará a ser uma plataforma dominante para publicidade (...) Prevemos que o streaming de AM / FM ultrapassará a combinação de Pandora e Spotify - principalmente porque o Pandora está em colapso contínuo", diz o executivo.

Relacionadas:
> Receita de rádios locais deve subir nos Estados Unidos em 2022
> Áudio digital é um dos fatores que indicam um resultado positivo de longo prazo para o rádio
> Rádio amplia significativamente o alcance de campanhas feitas em serviços de streaming de áudio
> Rádio AM/FM domina o volume de publicidade em áudio nos Estados Unidos. Números rebatem percepção de agências


Share dos principais formatos no bolo publicitário presente no áudio / adultos de 25 a 54 anos - Share of Ear - Edison Research

Recomendamos:
> Veja aqui mais notícias sobre o atual momento do rádio em diferentes países
> Confira também as principais tendências para o setor de rádio e tecnologia

Com informações do Share of Ear, Cumulus Media e do portal Inside Radio

Tags: Rádio, streaming, áudio, podcast, Share of Ear

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...









tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.