Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Seja pelo celular, rádio do carro ou receptor tradicional… você já tem algum receptor de rádio com FM estendido (a partir de 76.1 FM)?

Enquete

Terça-Feira, 01 de Outubro de 2019 @ 07:31

Tendências | Radio Show destaca evolução do rádio para o áudio e um equilíbrio nas estratégias publicitárias

São Paulo - "Mix" de segmentação e alcance de uma campanha se faz necessário em estratégias publicitárias, estas que precisam buscar equilíbrios. Streaming já é usado para testes de campanhas no analógico

Publicidade

Na semana passada foi realizado mais uma edição do Radio Show (Dallas, nos Estados Unidos), este que é considerado um dos principais eventos do setor no mundo. Profissionais do mercado norte-americano discutiram as tendências para a área, além dos desafios já encontrados pelas emissoras. Em um clima de otimismo, foi destacado que o rádio passa para uma evolução para o "áudio", ou seja, para um cenário de atuação mais amplo. E também foram discutidas as estratégias de campanhas na área de publicidade, este que é influenciado pela ampliação das estatísticas e dados originados no ambiente digital.

Conforme destacado em painéis do Radio Show, o AM / FM ainda lidera o mundo dos ouvintes, capturando 46% do tempo de áudio no primeiro trimestre de 2019, segundo a Edison Research, em comparação com 42% nas plataformas de áudio sem anúncios e 12% nas outras plataformas de anúncios. A "parte do ouvido" da rádio de transmissão "está apenas moderadamente abaixo", de 52% no quarto trimestre de 2016, disse o analista J. Davis Hebert da Wells Fargo Securities Media, Cable & Telecom, que completa dizendo "Você vê a parte em declínio, mas as pessoas têm mais opções de audição do que nunca”.

Porém com a ampliação do consumo em outras frentes, se faz necessária a evolução do rádio para uma plataforma mais abrangente, como o áudio, o qual ele possuí expertise. Como um setor, precisamos realmente adotar a mudança do rádio para o áudio, porque isso nos permite desenvolver novos fluxos de receita e oportunidades de negócios", afirma Mary Berner, CEO da Cumulus Media.

Como vai o veículo rádio?
> O Rádio em números: Como vai o consumo de rádio em todo o planeta? Confira aqui!

David Field, CEO da Entercom, lembra que o digital está impactando todos os modelos de negócio da economia, não sendo algo exclusivo do rádio, o que deixa o setor "míope" em relação à sua real condição. O profissional sugere que o rádio está "se saindo notavelmente bem, mas não costuma fazer um balanço de seu valor em relação a outras mídias".

"Vemos a TSL caindo em uma quantidade relativamente pequena e ficamos chateados com isso", insistiu ele - já que as classificações na televisão estão diminuindo quase 20% ao ano. O rádio permanece resiliente e sua expansão para novas plataformas está aumentando a audiência, enquanto "estamos começando a decifrar o código em nossa capacidade de monetizar isso", afirma Field, da Entercom.

Esse leque de possibilidades para o rádio, com a evolução para o áudio, deixou animado e otimista o clima entre os congressistas no Rádio Show, segundo informações do portal norte-americano Inside Radio. O evento também registrou um movimento maior do que a edição anterior, realizada no ano passado, em Orlando.

Recomendamos:
> Durante o Radio Show, executivos afirmam que o rádio vai bem com o público, mas o desafio é monetizar
> Radio Show é realizado em Dallas (EUA) e aborda temas como Geração Z, podcasting, streaming e o futuro do rádio

Publicidade

A publicidade, de maneira geral, está vivendo "A Era do Analytics", ou seja, tem uma série de novas métricas, dados e cenários diferentes para adotar estratégias em suas campanhas. Tudo isso impactado pelos meios digitais. Porém, conforme já destacado em estudos de diferentes institutos (veja no link logo abaixo), é necessário um equilíbrio entre esses cenários (de segmentação vs. alcance) para que uma campanha seja realmente bem sucedida.

Vale a sua leitura:
> "How Radio Works": Novos estudos explicam qual é o papel do rádio AM/FM para anunciantes

O rádio oferece alcance, mas em seu ambiente analógico ele carece de dados que o mundo digital. Isso fez com que algumas campanhas sejam testadas no streaming e em outras plataformas digitais das rádios, para depois serem efetivadas no analógicos (FM e/ou AM), ai sim para buscar alcance com um planejamento mais adequado.

Ou seja, como testar o impacto da publicidade é mais difícil na transmissão de rádio, o Richards Group introduzirá suas estratégias de anúncios de áudio no streaming primeiro, para entender o que está funcionando e depois aplicar os aprendizados para a transmissão de rádio. "Se percebermos que esse tipo de áudio está funcionando em streaming, tentaremos em AM / FM", disse Kristen Pankratz, parte da equipe de Brand Media da agência de publicidade The Richards Group, durante o Radio Show.

Outro ponto importante discutido no Radio Show é como as equipes de vendas e de programação das rádios podem se aproveitar dos dados gerados atualmente nos ambientes digitais. "Temos que educar nossas equipes de vendas e programação sobre como usar os dados, para equilibrar a enorme quantidade de informações que podemos ter com a estratégia, para tomar as decisões corretas a longo prazo e a curto prazo. Se seguíssemos dados de streaming em nossos mercados, estaríamos alterando nossas playlists a cada hora. Mas há um lugar para essas idéias", disse Tim Clarke, vice-presidente de conteúdo e audiência do Cox Media Group.

Clarke também afirma que "Quanto mais você entender sobre o público - o que eles estão fazendo e seu estilo de vida -, mais podemos melhorar a forma como os servimos".

No Brasil…
> Relatório de uso livre para a defesa do rádio é disponibilizado pela ABERT
> Kantar Ibope Media lança o Inside Radio 2019 e aponta que meio atinge todas as idades no Brasil
> Mais de 7300 anunciantes investiram no Rádio no primeiro semestre de 2019

Com informações do portal Inside Radio

Tags: Rádio, Radio Show, Dallas, radiodifusão, NAB Show

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com (veiculo que atua há mais de 19 anos voltado aos interesses do rádio brasileiro e de seus ouvintes). Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel também já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...









tudoradio.com © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.